Como abrir uma conta bancária no exterior – Parte 1

//Como abrir uma conta bancária no exterior – Parte 1

Antes de mudar o seu dinheiro de país, mude a sua mentalidade

A abertura de uma conta bancária no exterior é o primeiro passo para a internacionalização. É quando você se liberta das algemas mentais, do medo, do curral verde e amarelo no qual você foi enclausurado a vida toda e começa a enxergar as coisas do outro lado do muro. Talvez se assemelhe à sua primeira viagem ao exterior. A incerteza. Lugares diferentes. Pessoas que não falam português. Como será?

Se você escolheu o lugar certo para viajar, deve ter ficado bastante satisfeito com o que encontrou. É a mesma coisa em relação aos investimentos. Quando encontrar o porto seguro estrangeiro mais adequado ao seu perfil, é muito provável que também gostará.

Bandeira da SuíçaCertamente seria mais cômodo manter todos os nossos investimentos no Brasil. Infelizmente, as bases de nosso país não são sólidas o suficiente para impedir que problemas políticos e de má gestão pública prejudiquem a vida financeira dos cidadãos. Nosso patrimônio e poupança estarão sempre sendo bombardeados pela incompetência daqueles que definem os rumos e as leis do momento. Não há nada em território nacional para nos proteger disso.

Portanto, o primeiro passo para abrir uma conta bancária no exterior, também conhecida como offshore, é a mudança de mentalidade. É sair do comodismo e agir. É saber que para proteger e crescer seu patrimônio é necessário que ele esteja no local mais adequado para isso, num sistema bancário seguro em um país que respeite os investimentos, mesmo que esse local fique do outro lado do planeta.

Como já foi discutido antes, a primeira grande vantagem de uma conta no exterior é poder diversificar entre diversas moedas. E isso não quer dizer apenas uma outra moeda, como o Dólar Americano ou o Euro. Quer dizer poder ter contas correntes no mesmo banco com 3 a 7 moedas diferentes. Ter subcontas em uma corretora com até 20 moedas. É poder estar diversificado o suficiente para que no futuro as flutuações de câmbio não exerçam influência significativa sobre o seu patrimônio. Não há ocasião melhor que a atual para observar isso, com o Dólar atualmente atingindo o maior valor frente ao Real em mais de 10 anos. No mundo atual das moedas sem lastro físico, a confiança no país emissor se torna fundamental e definitivamente nosso país não transmite a confiança necessária.

Barras de OuroO segundo aspecto importante é a possibilidade de acesso a novos mercados e a investimentos não disponíveis no Brasil. As opções são diversas e vão desde acumular ouro em um cofre privado em Cingapura, até investir em empresas de energia nuclear ou fundos de Private Equity. É muito mais amplo que o binômio poupança/fundos de investimentos ao qual a maioria dos brasileiros está acostumada. Isso requer um pouco mais de estudo e dedicação por parte do investidor, que deve avaliar as oportunidades e escolher aquelas mais coerentes com seus objetivos.

Outro fator essencial na mentalidade do investidor internacional é a questão da privacidade e sigilo. Ao contrário do seu banco local, as suas informações de saldo e investimentos no banco estrangeiro não ficarão transitando entre pessoas próximas a você, como gerentes e outros funcionários. No país em que vivemos, a segurança dessas informações se faz cada dia mais necessária.

Seriedade e confiança são outros pontos importantes quando se lida com bancos no exterior. Devem estar sempre presentes tanto nas atitudes do banco como nas do cliente. Não tenha dúvida de que quando se trata de negócios envolvendo dinheiro e uma distância de milhares de quilômetros, as pessoas têm que ser o mais honestas e transparentes possíveis. Em geral, tudo é feito de forma séria e organizada. Entretanto, o processo de investigação e pesquisa sobre a reputação da instituição com a qual se deseja abrir conta é fundamental.

Royal Bank of CanadaOutra dúvida muito comum para quem pensa em abrir uma conta bancária no exterior é a questão da repatriação dos recursos. É possível, obviamente, fazer uma transferência do banco no exterior para o banco no Brasil. No entanto, é recomendável que estes recursos permaneçam fora do país, por questões de segurança e privacidade já falados. Se porventura houver a necessidade de usar o recurso depositado fora, o cartão de débito ou crédito seria a maneira mais rápida e eficiente. E se o cartão for usado no exterior, o que nesse caso é bastante indicado, há ainda uma vantagem adicional que é evitar o IOF de 6,38% dos cartões internacionais emitidos no Brasil.

Adquirida a mentalidade para o investimento no exterior, deve-se escolher onde abrir a conta bancária e como enviar os recursos. O envio pode ser feito pelo setor de câmbio dos maiores bancos de varejo brasileiros. No Itaú, por exemplo, é possível fazer pelo próprio Internet Banking. Existe também a possibilidade de usar uma operadora de câmbio para realizar o procedimento.

O investidor também deve escolher a instituição no exterior mais adequada ao seu patrimônio e objetivos. Não se deve levar em conta apenas o nome do banco ou corretora, mas também o país no qual eles se encontram. Os bancos estrangeiros possuem ramificações em diversos países e de acordo com a localidade os custos, opções de investimentos e tipos de contas mudam.

Bancos japonesesUma das características mais importantes que variam de país pra país é a necessidade ou não de comparecer pessoalmente ao banco em questão. Em alguns países como Hong Kong e Cingapura é requerido que o cliente se apresente ao banco munido de documentos para a abertura da conta. Já os centros financeiros caribenhos, as ilhas da comunidade britânica na Europa (Jersey e Isle of Man), bem como Suíça, Luxemburgo e Liechteinstein, permitem abertura a distância. Nesse caso, tudo é resolvido por e-mail, Skype e telefone.

Os documentos necessários para se abrir a conta basicamente são o passaporte, comprovante de residência e uma referência bancária, quer seja uma carta do banco ou um extrato de meses anteriores. Além disso, é importante explicar os motivos que o levaram a abrir a conta no exterior.

Um outro fator a ser levado em conta é a necessidade ou não de um agente de referência. Alguém que geralmente é pago para fazer a apresentação entre bancos, corretoras e clientes pelo mundo afora. Em geral, é o cliente que contrata essa pessoa. Felizmente, na maioria das vezes, esse serviço não se faz necessário.

Dólar AmericanoNo que se refere a valores, há bancos que aceitam depósito mínimo de U$500, outros de U$1.000, U$ 10.000 e daí por diante até U$ 5.000.000. Por exemplo, não tente abrir uma conta em Mônaco ou em um Private Bank suíço com U$1.000 ou U$ 5.000. São bancos geralmente para clientes de altíssimo poder aquisitivo e que requerem valores maiores.

Além do aporte mínimo inicial, deve-se ficar atento às outras taxas cobradas, como manutenção de conta, que pode ser cobrada mensal, trimestral ou anualmente, bem como taxas para recebimento e envio de transferências. É comum bancos que exijam maior aporte inicial, como os Private Banks, não cobrem ou cobrem baixas taxas de manutenção, já que eles geram receita através da administração de recursos dos clientes.

A disponibilidade de cartões de crédito e débito também é interessante para quem deseja fazer uso desse serviço. Há opções desde os chamados Travel Money, passando pelos cartões mais simples (Classic) até os mais exclusivos e caros, geralmente chamados de Platinum, Infinite ou Black. As bandeiras Visa, MarterCard e American Express, como aqui, são as mais encontradas.

American Express CenturionÉ importante verificar também os tipos de investimento disponíveis no banco. Os mais simples são aqueles semelhantes à nossa poupança, sendo chamados de savings account. Também existem certificados de depósito e depósitos a termo. As taxas variam de banco a banco e de moeda a moeda. Entretanto não espere muita coisa. As taxas de juros atuais no primeiro mundo estão nos níveis mais baixos da história. Conseguir remuneração de 2% ao ano em Dólar Americano ou Euro neste cenário já seria uma vitória. Existem ainda os fundos de investimento, que podem ser do próprio banco ou de terceiros, os bonds, que são títulos de renda fixa e os produtos estruturados.

Caso o objetivo seja investir diretamente em Bolsa de Valores, deve-se abrir conta em uma corretora. Existem corretoras independentes e bancos que também fornecem este serviço como opção. Deve-se avaliar a plataforma em que são negociados os títulos e os tipos de ativos disponíveis para negociação. Geralmente é possível comprar e vender ações, opções, CFDs (contratos de diferença – não encontrados no Brasil), ETFs e operar Forex. Deve-se ainda observar quais mercados ou países estão disponíveis, lembrando que há mais de uma bolsa em diversos países. Quem deseja investir nos EUA , por exemplo, deve ter acesso a NYSE, Nasdaq, Amex, etc.

Portanto, possuir uma conta bancária no exterior não é apenas uma questão financeira, mas também uma questão de liberdade. Existem alguns passos além daqueles necessários para se investir no Brasil, além de um bom conhecimento em língua estrangeira (principalmente o inglês, mas varia de acordo com o país). Entretanto, a burocracia é mínima e os processos rápidos e eficientes. Talvez o mais difícil seja encontrar o banco ou corretora que ofereça um amplo leque de investimentos com custos mais acessíveis. É exatamente isso que será abordado nos próximos artigos.

Continua na Parte 2.

By | 2017-08-10T14:42:50+00:00 11 de fevereiro de 2015|Banco|111 Comments

111 Comments

  1. 13/02/2015 at 05:24 - Reply

    Internacional,
    Já saiu a primeira parcial da pesquisa “Melhores Investimentos em Ações, FIIs e Renda Fixa para os Próximos 4 Anos”
    Se você já está participando favor conferir os dados. Se não ainda pode participar, só deixar lá sua opinião.
    Muito obrigado e um ótimo feriado!
    https://blogdouo.blogspot.com.br/2015/02/melhores-investimentos-em-acoes-fiis-e.html

  2. lless 16/02/2015 at 00:39 - Reply

    Qual o banco que posso abrir conta no exterior sem está presente no país e operar na nasdaq e nyse.

  3. Luiz felipe 19/02/2015 at 22:41 - Reply

    Muito legal! Parabéns pelo site e obrigado por compartilhar teu conhecimento sobre o assunto. Ando estudando alternativas de investimento no exterior para diversificar. Sigo acompanhando teu trabalho e aprendendo!
    Um abraço!

  4. paulo n m 22/02/2015 at 21:23 - Reply

    Muito bem explicado o texto. Obrigado e parabéns por ser um pioneiro em tocar nesse assunto de maneira tão clara e objetiva. Também vinha pensando nesse assunto já tem alguns anos e nem sabia por onde começar. Vou aguardar com ansiedade os próximos textos.

  5. Investidor Ingles 20/03/2015 at 22:15 - Reply

    Parabéns II!

    Muito interessante! Voltarei para ler os próximos posts!

    Abraços!

  6. Rodrigo 22/07/2015 at 12:36 - Reply

    Como posso obter financiamento ou emprestimo internacional para investir aqui no Brasil e no exterior e qual seria o custo?

    • Investidor Internacional
      Investidor Internacional 22/07/2015 at 13:13 - Reply

      Olá, Rodrigo,

      Você precisa acertar esse financiamento ou empréstimo com o próprio banco, mas em geral eles não costumam conceder empréstimo para não residente.

      Abçs!

    • Jorge Fernandes 08/10/2015 at 20:38 - Reply

      Você quer dizer pegar emprestado em um país com taxa baixa, tipo 1%, e investir em títulos públicos aqui no Brasil? Acredito que os impostos são tão altos que não compensam.

      Mas, alguém que entenda melhor me corrija se estiver errado.

      • Investidor Internacional
        Investidor Internacional 08/10/2015 at 22:53 - Reply

        É possível fazer isso, mas se pegar uma desvalorização cambial como essa de agora, o prejuízo será enorme.

        Precisa ter muito capital para este tipo de operação, pois os custos pra hedge e tudo são grandes.

        Abçs!

        • Silverman 04/05/2016 at 12:56 - Reply

          Ola. Gostaria de saber de nas atuais circuntancias, compensaria, tomar um emprestimo de 20.000 libras a 3.9% ao ano e aplicar no tesouro no Brasil.
          Obrigado

          • Investidor Internacional
            Investidor Internacional 04/05/2016 at 20:25 - Reply

            Olá Silverman,

            Acho bem arriscado, a não ser que você tenha um volume suficiente para bancar um hedge cambial.

            Abçs!

  7. Ricardo 29/07/2015 at 21:30 - Reply

    Olá
    Muito legal suas informações. Li todas as publicações e aprendi bastante coisa.
    Gostaria de uma informação mais clara quanto a repatriação de dinheiro investido numa simples Saving Account.
    Além dos cartões como funciona se eu desejar repatriar parte ou todo o dinheiro depositado nesta conta no exterior.
    E poderia dizer algo sobre as taxas para este tramite?
    Obrigado e Parabéns pelo site.

  8. meury perolla silva 30/07/2015 at 10:31 - Reply

    Olá gostaria de tirar uma dúvida: Por exemplo daqui a 4 anos se eu for fazer uma viagem no exterior, caso eu queira abrir uma conta no exterior para não ter que levar dólares na bolsa, qual banco indicado para não ter taxas altas e usa o cartão para saques e passar em maquinas?

    Obrigado(a)

  9. Nariman Besch 10/08/2015 at 12:30 - Reply

    E quanto a IRRF existe alguma cobrança sobre valores que venham a ser transferidos para o exterior?

    Obrigada

  10. Erikson 12/10/2015 at 02:07 - Reply

    Boa noite, eu quero muito abrir uma poupança em Portugal.
    Moro em Manaus-Am. E quero fazer uma viagem daqui uns 4 anos e por isso quero a poupança. Mas, vejo se mesmo assim preciso de passaporte para a abertura.
    Gostei das suas explicações ajudou e muito quanto a dúvidas.

    • Investidor Internacional
      Investidor Internacional 12/10/2015 at 13:15 - Reply

      Olá Erikson,

      Pra ter Euro, você não precisa ter necessariamente uma conta em Portugal. Há diversos outros bancos que te fornecem cartão de crédito em Euro para usar em qualquer lugar do mundo.

      Na continuação da série, haverá mais opções.

      Abçs!

  11. Marcos Pimentel 22/12/2015 at 13:02 - Reply

    Olá,
    estou pensando em abrir uma conta em algum banco alemão, pois tenho terrenos por lá e também para manter euros aplicados.
    Alemanha é uma boa opção?
    Se sim, qual banco recomenda o Deutsche Bank mesmo, ou algum outro?
    Obrigado e parabéns pela matéria

    • Investidor Internacional
      Investidor Internacional 22/12/2015 at 13:28 - Reply

      Olá Marcos,

      Os bancos alemães são mais para o público local e empresas que operam no mercado alemão.

      Veja esse artigo para ver os países que são centros financeiros internacionais.

      Abçs!

  12. Karla 24/12/2015 at 10:16 - Reply

    Excelente post. Estou cogitando a ideia de investir meu dinheiro fora do Brasil há pouco tempo.. mas devo compreender e analisar melhor muitas coisas antes de agir, de fato. É importante buscar informações antes de qualquer coisa pra não ficarmos perdidos. Abraço.

    • Investidor Internacional
      Investidor Internacional 24/12/2015 at 12:06 - Reply

      Olá Karla,

      É ótima ideia aprender sobre isso. Agora todos sabemos na prática quão arriscado é deixar todo o seu dinheiro no mesmo país.

      Abçs!

      • Rodrigo Carvalho 30/12/2015 at 09:53 - Reply

        Parabéns pelo artigo, amigo.
        Estou retomando os estudos sobre investimentos após alguns anos de poupança e realização de alguns sonhos: casa, carro, casamento.
        Uma coisa que vc frisou no artigo e que eu ainda não tinha parado para refletir é que possuir uma conta no exterior não é apenas uma questão financeira, mas também uma questão de liberdade. Excelente!
        Eu trabalho em home office, portanto, tenho a famosa liberdade geográfica. Logicamente conheço o termo “liberdade financeira” e o tenho como meta, mas nunca tinha pensado em libertação geo-financeira hahahah… Estou abrindo minha mente!
        Grande abraço. Desejo sucesso!
        Rodrigo Carvalho

        • Investidor Internacional
          Investidor Internacional 30/12/2015 at 10:31 - Reply

          Olá Rodrigo,

          Esse é o ponto principal que a maioria das pessoas não percebe. Investir em outros países e moedas te liberta do risco político.

          Estamos sofrendo na prática esse risco.

          Para quem trabalha em casa, a liberdade geográfica é um fator positivo a mais.

          Abçs!

      • Antonio Ost 04/01/2016 at 11:05 - Reply

        E, como opinas sobre o Uruguai? Cordias saudaccoes!

        • Investidor Internacional
          Investidor Internacional 04/01/2016 at 18:25 - Reply

          Olá Antonio,

          O Uruguai é um destino bem conhecido para serviços bancários internacionais.

          Por outro lado, eu não obtive nenhuma recomendação a respeito dos bancos uruguaios e tendo encontrado outros bancos bem completos em diversos outros países, ainda não realizei uma pesquisa mais profunda por lá.

          Abçs!

          • carlos 04/04/2016 at 23:41 - Reply

            obra uma empresa no pais que voce deseja obter o emprestimo,voce devera dar garantias como patrimonio,ou apropria empresa

  13. J.I 11/01/2016 at 09:56 - Reply

    O problema é que agora estão cobrando Imposto de Renda na remessa. Vc tem um artigo sobre tributação?

  14. luiz felipe 18/01/2016 at 20:26 - Reply

    Ola, quais bancos na europa posso abrir conta usando skype?
    Por favor dê alguns exemplos…
    Ja li todos os posts e não cheguei a conclusão…
    Quero apenas ter uma conta sem cutos de preferÊncia com um cartão de debito internacional…

    • Investidor Internacional
      Investidor Internacional 18/01/2016 at 21:31 - Reply

      Olá Luiz Felipe,

      Conta sem custos e com cartão de débito nternacional não existe.

      Algum custo vai ter. Não existe milagre.

      Em se tratando de bancos internacionais você recebe o que você paga. Não veja isso como o banco local que você usa no Brasil.

      A partir da parte 9 eu vou tratar mais de bancos ao invés de corretoras. Dê uma olhada.

      Abçs!

  15. Vinícius 19/01/2016 at 21:37 - Reply

    Olá, gostei muito do artigo, minhas cordiais saudações.

    Sendo mais específico, gostaria de saber se consigo abrir uma poupança na Espanha, sem valor mínimo de depósito e sem ter ainda o passaporte em mãos.

    Obrigado.

    • Investidor Internacional
      Investidor Internacional 19/01/2016 at 21:45 - Reply

      Olá Vinicius,

      Alguém motivo especial pela Espanha?

      Há muitos outros países mais adequados para abrir conta na Europa, como a Suíça ou Luxemburgo, por exemplo.

      Abçs!

      • Vinícius 20/01/2016 at 09:09 - Reply

        Talvez seja pela vontade de morar lá, mas tenho mente aberta para abrir uma conta em qualquer país, contando claro, prós e contras. O meu maior receio é que em bancos suíços, por exemplo, eles exigem um depósito mínimo (em dólar), e levando em consideração a alta do dólar, é um tanto quanto complicado esse depósito “mínimo”. O que me orienta?

        Mais uma vez obrigado!

        • Investidor Internacional
          Investidor Internacional 20/01/2016 at 12:29 - Reply

          Olá Vinícius,

          É importante adequar a sua capacidade financeira com o padrão do banco.

          Há alguns que só atendem clientes acima de determinado valor. É um limitante dependendo do seu patrimônio.

          Procure ver até o final da série e vejas quais são mais adequados a você. A série ainda não acabou, tem mais bancos para serem mostrados.

          Abçs!

  16. Carlos Santos 21/01/2016 at 14:41 - Reply

    Muito bom esclarecimento
    Obrigado abçs

  17. Carlos Santos 21/01/2016 at 15:12 - Reply

    O texto e muito bom parabens obrigado…

  18. Tiago Felix 11/02/2016 at 16:37 - Reply

    Olá. Gostei do Post, mas fiquei com dúvidas.

    Para investir em ações no exterior eu preciso:
    1. abrir uma conta em um banco e depois abrir uma conta em uma corretora?
    2. Não preciso abrir conta em banco e somente abrir conta na corretora?

    Outra dúvida que eu tive foi sobre os impostos que incidem. O governo aumentou o IOF de 0,38% para 6,38% para algumas operações. Quando eu transfiro dinheiro da minha conta corrente no Brasil para uma conta no exterior – seja banco ou corretora – ( para investimento) qual IOF eu vou pagar sobre o valor transferido, 0,38% ou 6,38%?

  19. Alaís 18/02/2016 at 08:20 - Reply

    Parabéns pelo artigo. Bem detalhado e informativo. Aguardo ansiosa pelos próximos. Abraço!

  20. Celso 22/02/2016 at 08:28 - Reply

    Pergunta 1- quais são os impostos cobrados no Brasil para uma remessa acima e abaixo de R$ 20.000,00 para a conta legal no exterior ?
    Pergunta 2- quais os impostos cobrados no Brasil para a repatriacao de valores para uma conta legal ?

    Abraços,
    Celso

    • Investidor Internacional
      Investidor Internacional 23/02/2016 at 09:19 - Reply

      Olá Celso,

      1-Se o envio for para uma conta sua, o único imposto é o IOF de 0,38%.

      2-Repatriação não incide imposto. O imposto incide no fechamento dos investimentos com lucro e nos dividendos. Leia o texto sobre tributação.

      Abçs!

  21. marcia 01/03/2016 at 16:29 - Reply

    poderia me indicar um corretor

    • Investidor Internacional
      Investidor Internacional 01/03/2016 at 17:41 - Reply

      Oi Márcia,

      Em breve teremos algumas parcerias com bancos.

      Assine a lista de e-mail para saber em primeira mão.

      Abçs!

  22. Marcos 02/03/2016 at 13:27 - Reply

    Boa tarde ?

    Tenho uma conta em um banco alemão , há algum tipo de investimento ( ex: título ao portador ) que tenha liquidez e você considere interessante ?

    Att

    Marco

    • Investidor Internacional
      Investidor Internacional 02/03/2016 at 13:53 - Reply

      Olá Marcos,

      Acho que seu próprio gerente pode lhe mostrar as diversas opções de investimento que o banco oferece, pois os produtos variam de banco para banco.

      Clique na aba investimentos no menu localizado no alto do site e verá as principais classes de investimentos disponíveis.

      Abçs!

      • Marcos 02/03/2016 at 13:56 - Reply

        Obrigado pelo rápido retorno !

  23. Aline da Silva 02/03/2016 at 14:48 - Reply

    Existe algum tipo de investimento confiável que possa ser feito no exterior contando com apenas R$1000 reais mensais?

    • Investidor Internacional
      Investidor Internacional 02/03/2016 at 18:37 - Reply

      Olá Aline,

      O ideal é acumular mais, por exemplo, fazendo aportes semestrais de R$ 6 mil ou anuais de R$ 12 mil ao invés de mensais de R$ 1 mil.

      Quanto maior o aporte, mais se diluem os custos.

      Abçs!

    • carlos 04/04/2016 at 23:52 - Reply

      olha e muito pouco dinheiro pois se voce abrir uma conta em um pais como estados unidos,suiça para este valor vao lhe cobrar taxas alguns bancos nem aceitam deposito tao baixo ja que a remuneraçao e de no maximo 2% ao ano seu capital acabara diminuindo o ideal e voce abrir uma conta com valor inicial de 30 mil dolar ai conforme o banco ficara isento de taxas

  24. Vini Manza 03/03/2016 at 11:21 - Reply

    Você já ouviu falar do banco alemão DKB? eles oferecem uma conta corrente sem custos com cartão de debito / credito gratuito para retiradas em ATM. Não encontrei informações em inglês, mas mesmo assim gostaria de sugerir sua análise e eventual indicação no site.

    • Investidor Internacional
      Investidor Internacional 03/03/2016 at 15:43 - Reply

      Olá Vini,

      Quando se abre uma conta fora do país, existe uma série de fatores que diferenciam os centros financeiros dos outros países.

      A Alemanha não passa no primeiro critério, que é “Nunca taxar os não-residentes”

      Outra é que ter uma conta em banco acostumado a lidar com clientes que moram em outros países é muito diferente de ter conta em banco local que atende as pessoas do bairro. É um outro padrão de atendimento e entendimento.

      Fiz uma pesquisa rápida sobre o DKB e parece que ele parou de atender não residentes, exceto suíços e austríacos, além de cidadãos alemães que morem em qualquer país e falem alemão. E parece que era uma conta bem simples mesmo, só pra sacar e usar cartão.

      Abçs!

      • Vini Manza 04/03/2016 at 16:01 - Reply

        Olá II
        obrigado pelos esclarecimentos, o primeiro critério já desqualifica a Alemanha, e a recente limitação para apenas cidadãos dos países de lingua alemã já impede o uso do DKB para o cliente normal brasileiro.

        No entanto achei intereressante a proposta do DKB de uma conta bem simples e praticamente sem custos que fornece um cartão de débito e crédito internacionais para ser utilizada em conjunto com uma corretora internacional, de forma de utilizar a corretora para os investimentos e transferir para a conta os recursos para acesso mais simplificado no exterior. Você nas suas análises encontrou bancos com modelos semelhantes?
        Muito Obrigado.

        • Investidor Internacional
          Investidor Internacional 05/03/2016 at 08:41 - Reply

          Olá Vini,

          Banco no estilo “low-cost” para cliente não residente é bem difícil.

          Não tem jeito, manter clientes de outro país tem um custo. Toda a questão de “compliance” (análise de documentação) e atendimento (em diversas línguas), bem como soluções como contas multimoedas sai mais caro que um banco que atende apenas a vizinhança.

          No mundo offshore você recebe o que você paga. Mesmo que supostamente o banco não cobre muitas tarifas, exigirá um alto aporte inicial e cobrará taxas de administração sobre o investimento em fundos. 1% de taxa sobre U$ 50 mil, são U$ 500 por ano.

          É muita ilusão achar que vai ter conta sem tarifa em banco internacional. Não existe almoço grátis.

          Abçs!

  25. Douglas John 27/03/2016 at 12:04 - Reply

    Abri uma conta no Swissquote Bank, na Suíça. Não estou sendo tarifado. Alguém já abriu ou já ouviu falar?

    Abraços!

  26. Fabio 13/04/2016 at 19:33 - Reply

    Boa noite.

    Gostaria de abrir uma conta no exterior (pessoa física) e o dinheiro ficará lá para se proteger da desvalorização de nossa moeda, porém tenho algumas dúvidas:

    Como vou enviar o dinheiro de minha conta no Brasil para a minha conta no exterior só é recolhido 0,38% de IOF certo ?

    Como fica a minha declaração IRPF ?

    Tenho que informar ao Banco Central mensalmente o saldo de minha conta bancária no exterior ?

    Caso o Real se desvalorize no mês, tenho que informar o ganho cambial para o recolhimento de IR ? Tenho que recolher o IR mensalmente ou anualmente ?

    Se puder me ajudar a esclarecer esses pontos agradeço desde já.

    Ats

    Fabio

    • George P. Lemon 13/04/2016 at 21:41 - Reply

      Fábio,

      Sim, só é recolhido 0,38% de IOF, provavelmente o seu banco vai cobrar alguma taxa de transferência.

      Na declaração de IRPF, você declara sua conta corrente em “Bens e Direitos”.

      Não precisa informar nada ao Banco Central, exceto se tiver 100 mil dólares. Nesse caso a declaração é semestral.

      Não tenho uma resposta precisa para a sua última questão, acredito que o ganho de capital só ocorre se precisasse sacar o dinheiro, você precisaria consultar no site da receita se tem alguma isenção para esse tipo de operação dependendo de quanto precisasse sacar.

      Abraços

      • Fabio 13/04/2016 at 21:52 - Reply

        Valeu.

        Obrigado pelas respostas. Vi agora aqui no site que tem uma área de impostos e lá explicam bem também.

        Você sabe o link do Banco Central que estipula o que tem que informar e que valores somos obrigados a declarar ?

        Abs

        • Investidor Internacional
          Investidor Internacional 13/04/2016 at 22:10 - Reply

          Olá Fábio,

          Dê uma lida no artigo sobre tributação.

          Se tudo der certo, até maio eu irei orientar a quem estiver interessado como abrir empresa e conta no exterior, o que ajuda e muito a reduzir a burocracia.

          Abçs!

  27. Edson dos Santos 26/04/2016 at 08:42 - Reply

    Olá, primeiramente parabéns pelo site e pelas informações, sempre muito pertinentes e relevantes.
    Preciso abrir uma conta corrente da minha empresa no exterior, mais precisamente no Uruguai. E estão me pedindo um certificado, ” Certificate of Good Standing”, sabe me dizer onde consigo obter este certificado??

    Desde já agradeço a atenção.

    Att.

    • Investidor Internacional
      Investidor Internacional 26/04/2016 at 15:41 - Reply

      Olá Edson,

      É um certificado que confirma que a sua empresa está com as contas em dia e apta a funcionar naquele estado ou região.

      É emitido pelo governo. O seu próprio agente consegue isso pra você.

      Abçs!

  28. clari 11/05/2016 at 16:48 - Reply

    Gostei do Post
    Meu marido e eu estamos querendo comprar um imóvel no exterior e pensamos em abrir uma conta em Dólar em outro País. Talvez até no Uruguai. Temos dúvida de como vamos oficializar isso na Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física. É só declarar ou tem algum imposto ou algum outro custo?

    • Investidor Internacional
      Investidor Internacional 11/05/2016 at 18:07 - Reply

      Oi clari,

      Não se compra imóvel no exterior na pessoa física.

      Assine a lista de e-mail que em breve vou apresentar um serviço para vocês terem sua própria empresa que será a dona do imóvel.

      Abçs!

  29. Fabio 16/06/2016 at 13:29 - Reply

    Ola,
    Gostaria de abrir uma conta e guardar CH 30,000.00/ano francos suiços. qual banco eu poderia fazer isso?

    • Investidor Internacional
      Investidor Internacional 16/06/2016 at 15:06 - Reply

      Olá Fábio,

      Em qualquer banco que tenha conta em Franco Suíço.

      Assine a lista de e-mail que em breve apresentarei duas oportunidades.

      Abçs!

  30. Ulisses 04/07/2016 at 17:21 - Reply

    Ola
    como vai,.como faço para abrir uma conta empresarial na china do tipo tesouraria
    tem algum banco que vc me recomenda o que precisa
    aguardo
    abraços

    • Investidor Internacional
      Investidor Internacional 04/07/2016 at 17:24 - Reply

      Olá Ulisses,

      A China é um mercado bem fechado. Precisaria de um agente que tivesse contato lá, o que é bem restrito.

      Abçs!

  31. Joyce 16/07/2016 at 09:50 - Reply

    Ola,

    Preciso ter uma conta em Portugal, de preferencia poupança ou algo do tipo , pois sou muito conservasora e nao tenho interresse em ficar mexendo nela.
    Poderias me ajudar? Por onde começo? Recomendas algum banco?

    • Investidor Internacional
      Investidor Internacional 16/07/2016 at 11:50 - Reply

      Olá Joyce,

      Eu não recomendaria conta em Portugal. Os bancos de lá não são muito confiáveis e em geral só aceitam conta de residentes.

      Há opções melhores. A partir da parte 9 da série, eu irei falar sobre mais bancos.

      Abçs!

  32. Joyce 16/07/2016 at 23:29 - Reply

    Agradeço a resposta e a rapidez.
    Irei aguardar a proxima parte da serie.
    Abs, Joyce

  33. Fabricio 09/08/2016 at 00:50 - Reply

    Boa noite. Gostaria de entender para os bancos no exterior, como poderia fazer um saque para ter o dinheiro em maos:
    Com certeza todos fornecem cartoes de debito e talvez credito, mas a necessidade de ter o dinheiro caso eu precise em maos nao seria dificil dependendo do banco: Digo no sentido se viajo muito para a Franca e abro uma conta na Suica por exepmlo

    • Investidor Internacional
      Investidor Internacional 12/08/2016 at 23:15 - Reply

      Olá Fabricio,

      Muitos dos cartões permitem o saque no país em que você estiver. Em geral usam a rede da Visa ou da Mastercard.

      Abçs!

  34. nina 24/08/2016 at 02:40 - Reply

    Enviei um valor para o exterior, em 2013 pelo Banco UBS, não declarei procedencia e também nao declarei para a receita. Preciso retornar parte do valor para o Brasil, como devo fazer? Com essas mudanças na parte fiscal, vi que quem repatriar valores pagará 30% se não for entendido como crime.

  35. nina 24/08/2016 at 02:42 - Reply

    Se eu abrir uma conta offshore, tem a possibilidade de encaixar na modalidade conta de investimentos? E se quiser fazer uso de valores aqui no Brasil, posso fazer isso através de cartão de crédito e débito e quais são os valores e taxas praticados?

  36. IVAN PENA 26/09/2016 at 11:21 - Reply

    bom dia ja ouviu falar sobre este banco Internacional FOREXENT..

  37. Felipe Ruiz 07/10/2016 at 22:07 - Reply

    Olá,
    Admirável seu conhecimento nno assunto. Parabéns.
    Estou prestando serviços para uma empresa na China. Eles devem me pagar periodicamente em dólar. Qual a melhor maneira de receber isso. Não tenho a intenção de usar e/ou declarar esse dinheiro no Brasil.
    Obrigado.

    • Investidor Internacional
      Investidor Internacional 08/10/2016 at 07:15 - Reply

      Olá Felipe,

      Depende. Você presta serviço como pessoa física ou jurídica?

      Se você estabelecer uma empresa offshore para prestar esse serviço, você não ficará devendo nada pra ninguém. Pense nisso.

      Abçs,

      Raphael

  38. Gabriel 29/11/2016 at 12:35 - Reply

    Boa tarde, gostaria de saber se tem como abrir uma conta no exterior, e qual banco, que não necessita passaporte ou algum tipo de documento que só e possível ter indo a determinado pais

    • Investidor Internacional
      Investidor Internacional 29/11/2016 at 17:53 - Reply

      Olá Gabriel,

      Todos os bancos exigem documento de identificação, em geral passaporte, mas alguns aceitam RG ou carteira de motorista brasileiros.

      Alguns exigem presença física, mas outros permitem abertura de conta à distância.

      Continue lendo a série, onde mostro vários bancos.

      Abçs!

  39. Hector 16/01/2017 at 18:51 - Reply

    busco emprestimo internacional, alguem sabe indicar? sem ser com esses picaretas que cobram antecipado?

    • Investidor Internacional
      Investidor Internacional 16/01/2017 at 19:49 - Reply

      Olá Hector,

      Empréstimo pessoal é quase impossível, mas empresarial existe.

      Só é preciso pesquisar nos bancos.

      Abçs!

  40. Denis 24/01/2017 at 15:25 - Reply

    Boa tarde !!

    Muito esclarecedor a postagem. Mas tem interesse em investir em REITs nos estados unidos. Qual seriam as melhores e mais confiáveis corretoras para eu contratar?

    • Investidor Internacional
      Investidor Internacional 25/01/2017 at 07:33 - Reply

      Olá Denis,

      Existem muitas opções de corretoras.

      Para investir nos EUA você pode abrir conta numa corretora americana ou numa internacional que negocie ações nos EUA.

      Continue lendo as demais partes da série, que você verá mais de 15 opções para escolher.

      Abçs!

  41. Bruno 08/03/2017 at 15:14 - Reply

    II, excelente espaço!

    Procurei o melhor tópico pra te perguntar isso, esse foi o melhor q encontrei. Atualmente estou vendo um investimento em terras no Panamá como pessoa física e com outra nacionalidade (italiana).

    Vc já pensou em fazer investimentos deste tipo, fora deste inferno daq? Se sim, como reportar essa desgraça pra Receita?(Vale a pena fazer isso? vou enviar quantias por bitcoins…). Isto está sendo meu principal impedimento atualmente, essa falta de informação e medo de ser tributado sem nem saber o porquê.

    O fundo é este aqui: https://simplynaturalinvestments.com/. É como um turnkey. Vc compra as terras (que ficam no seu nome), eles cuidam de tudo, investem, irrigam etc e ficam com 30% pra sempre (60 – 80 anos). A gente fica com 70% + a terra (pra sempre).

    Se por um milagre vc se interessar por isso, posso te passar contatos de lá

    Vlw de novo, muito boas informações

    • Bruno 08/03/2017 at 15:34 - Reply

      Uma outra questão, quais informações que eu devo perguntar aos gestores deste fundo que possibilitariam saber com certeza como preencher a Declaração do Importo de Renda?

      Eles não fazem ideia de como o infeliz sistema tributário funciona, assim gostaria de como encaixar este investimento nas minhas declarações e quais as regras que devo obedecer. Por exemplo, li em outro tópico que para investimentos na América, há isenção de vendas até R$ 35.000 a alíquota de 15% pra vendas. E alíquota de 27,5% para dividendos.

      No caso deste investimento do Panamá, serão adquiridos hectares de terra. Como isto é declarado para o fisco?

      Ainda, todo ano haverá pagamentos oriundos da venda de produtos nestas terras, como isto é declarado para o fisco?

      E numa eventual venda destas terras, como isto é declarado para o fisco?

      Vlw, de novo!

      • Investidor Internacional
        Investidor Internacional 08/03/2017 at 23:05 - Reply

        Olá Bruno,

        É praticamente a mesma coisa do Brasil, mas você muda o país, no caso coloca Panamá ao invés de Brasil.

        A questão dos pagamentos é provável que deva declarar como renda.

        Em todo caso, seria bom ter algum contador para lhe orientar nos detalhes.

        Abçs!

        • Bruno 11/03/2017 at 21:11 - Reply

          Puxa vida, muito obrigado pelo retorno!

          Quando vc escreve isso aqui:

          “É praticamente a mesma coisa do Brasil, mas você muda o país, no caso coloca Panamá ao invés de Brasil.”

          Aqui no Brasil teria que declarar isso em Bens e Direitos, simplesmente. Então vc sugere que se faça isso é só acrescente que o terreno fica no Panamá?

          “A questão dos pagamentos é provável que deva declarar como renda.(…) ”

          Eu vou tentar convencê-los de não tentar me pagarem nada anualmente, de deixarem tudo por lá como uma reaplicação sem passar pelo meu nome, na verdade número de passaporte hehehe) (pra n haver rendimentos tributáveis). Talvez tente convencê-los de me enviar em bitcoins, mas preferiria q n me pagassem.

          “É bom sempre checar os detalhes, visitar a empresa e ter algum advogado local para lhe orientar.”

          Ah, vlw mesmo, mas venho pesquisando esse investimento por meses, bem como os gestores. Além disso , eles organizam visitas à fazenda, pode-se ver a evolução de coisas. Inclusive tenho um conhecido (não brasileiro) q foi lá e saiu com uma boa impressão. E sim, eles oferecem suporte de advogados sim pra questões tributárias.

          Estou fazendo de tudo para diluir risco em minha carteira, e Jim Rogers fica sempre martelando em minhas reflexões de investimento kkk.

          Novamente, vlw pela atenção!

        • Bruno 11/03/2017 at 22:27 - Reply

          II, segue um brochure com informações do investimento, pra vc dar uma olhada se quiser:

          https://c.na24.content.force.com/servlet/servlet.EmailAttachmentDownload?q=h%2FHXTTVrzTmQuzzPPW057gaN320Enl9ocPzQLjpPHGiHK5i1D07n%2FaGTaEWB7ChXvtk3l4v7VAfj%2FQSPUOKlWg%3D%3D

          Só pra confirmar, mesmo sendo um investimento offshore o mesmo deve ser informado com sendo terra ou sendo um fundo de investimento na aba Bens e Direitos?

    • Bruno 08/03/2017 at 15:39 - Reply

      Opa 30% e 70% da venda de produtos agrícolas.

    • Investidor Internacional
      Investidor Internacional 08/03/2017 at 23:03 - Reply

      Olá Bruno,

      Nunca ouvi falar neste tipo de investimento. É bom sempre checar os detalhes, visitar a empresa e ter algum advogado local para lhe orientar.

      São formas de minimizar as chances de fraude.

      Veja a possibilidade de adquirir a propriedade por meio de uma offshore. Aí enquanto o dinheiro ficar dentro da empresa, não há nada a dever por aqui.

      Abçs!

      • Bruno 12/03/2017 at 15:17 - Reply

        Peço desculpas por persistir, mas fiquei pensando sobre isso aqui:

        “Veja a possibilidade de adquirir a propriedade por meio de uma offshore. Aí enquanto o dinheiro ficar dentro da empresa, não há nada a dever por aqui.”

        Eu não entendo, comprando terras como PF e abdicando de renda proveniente dela, ainda haveria a necessidade de uma offshore? A conclusão que estou tirando dessas duas intervenções é que basta preencher uma aba de Bens e Direitos explicando a existência de x hectares no Panamá adquiridos no valor de x reais (dólares convertido em dólar do Bacen na data de aquisição).

        Onde exatamente entraria a offshore nessa intermediação?

        É, novamente, desculpe pela persistência…

        • Investidor Internacional
          Investidor Internacional 12/03/2017 at 16:23 - Reply

          Olá Bruno,

          Como assim abdicando da renda?

          Se você fizer tudo como PF mais cedo ou mais tarde será tributado.

          Se fizer por meio de uma offshore não será, desde que o valor não seja transferido pra PF.

          Abçs!

          • Bruno 12/03/2017 at 17:16 - Reply

            Eu entendo que haja duas coisas, o bem em si que não é tributado e lucros provenientes dele (q no caso é zero).

            Caso vc só declare um bem, nada de imposto.

            Apenas na venda do mesmo, caso haja valorização do msm.

            De qq forma preciso ler os seus textos sobre como contratar um intermediário offshore pra me auxiliar nisso. Sendo feito por uma offshore, isso é declarado como terra ou fundo?

          • Bruno 12/03/2017 at 17:18 - Reply

            Vc tem alguma sugestão de offshore que me auxilie nisso no Panamá, no caso de preferir este meio?

  42. wesley 30/04/2017 at 09:44 - Reply

    eu queria saber mais um pouco de como abrir uma conta

    • Investidor Internacional
      Investidor Internacional 30/04/2017 at 10:07 - Reply

      Olá Wesley,

      Continue a leitura da série. São 10 artigos no total. Você terá todas as informações de que precisa.

      Abçs!

  43. Denis 07/05/2017 at 19:25 - Reply

    Boa noite,

    Como sempre, o post foi bastante esclarecedor. Qual a sua opinião sobre abrir uma conta no Bank Of America ? Estou pretendendo realizar investimentos pelos USA.

    Denis

    • Investidor Internacional
      Investidor Internacional 07/05/2017 at 20:18 - Reply

      Olá Denis,

      Obrigado por comentar.

      É um das opções nos EUA. Só que você terá que abrir presencialmente.

      Não sei dizer quanto às opções de investimento. Gosto mais de corretoras.

      Abçs!

Leave A Comment

INVISTA NO EXTERIOR COM SEGURANÇA
Receba atualizações do site e material exclusivo diretamente no seu e-mail. Você irá aprender sobre diversos assuntos:
  • Abertura de conta no exterior
  • Investimentos internacionais
  • Abertura de empresa no exterior
  • Planejamento tributário
  • Planejamento sucessório
  • Proteção patrimonial
  • Negócios internacionais
  Seu e-mail jamais será compartilhado para outros fins.
ASSINE NOSSO CURSO
Você irá receber um e-mail a cada 2 dias com artigos selecionados ensinando como investir no exterior e explicando os perigos de manter todo seu patrimônio no Brasil.
Por favor, verifique seu e-mail agora
NEWSLETTER
Assine a newsletter e receba atualizações do site e material exclusivo diretamente no seu e-mail.
  Seu e-mail jamais será compartilhado para outros fins.