Mais um da lista de micropaíses europeus que são fantásticos centros financeiros

É hora de retomar a série de abertura de conta no exterior. Não é possível praticar diversificação internacional se você não tiver conta em um banco estrangeiro, não é mesmo? Na última parte da série, você viu 2 ótimos bancos para abrir conta em Luxemburgo. Agora chegou a vez de mostrar um país ainda menor e com um dos sistemas financeiros mais sólidos do mundo, Liechtenstein.

O país

Esse pequeno país alpino de apenas 160 km², localizado entre a Suíça e a Áustria, possui uma população de cerca de 37 mil habitantes. É o sexto menor país do mundo. O PIB per capita (nominal) do país é o segundo maior do mundo segundo a ONU, com U$ 157.040,00 por habitante.

mapa de liechtenstein

O país fica entre a Áustria e a Suíça e ao sul da Alemanha

A íntima relação com a Suíça também está na economia. Liechtenstein adota o Franco Suíço (CHF) como moeda corrente. O país é membro da Associação do Mercado Livre Europeu e da Área Econômica Européia, mas não faz parte da União Européia.

Assim como Andorra e Mônaco, que abordaremos em breve, Liechtenstein é um principado. Sua forma de governo é a monarquia constitucional. O poder é dividido entre o príncipe e um parlamento eleito. Lá o poder político do príncipe é bastante importante. Não é uma monarquia apenas de aparência. Há dois partidos principais, um conservador e um liberal-conservador. Há outros dois partidos menores, sendo o único partido de esquerda, o Free-List, que é social-democrata, o que tem menos votos e apenas 3 das 25 cadeiras do parlamento.

Em país assim, onde a monarquia tem poderes e esquerdista não tem representatividade, as chances de sucesso são bem maiores. É uma das economias que mais praticam o livre mercado. Suas qualidades como baixos impostos, baixa burocracia, solidez e privacidade bancárias atraem recursos e investimentos do mundo todo. Não há nenhum tipo de controle sobre movimentações financeiras, repatriações de recursos, tarifas sobre importação, etc.

A carga tributária corporativa é de 12,5%, umas das mais baixas do mundo. Ganho de capital, dividendos, herança e doações não são tributadas. A legislação é simples e eficiente. A corrupção é quase inexistente e o índice desemprego é em torno de 1,5%.

Se não se convenceu ainda, pense como um país tão pequeno, localizado no centro da Europa, palco de tantas guerras, conseguiu se manter independente durante todo esse tempo. Olhe pro mapa de novo e verá que mais ao norte temos a Alemanha e ao sul a Itália, ou o “lado negro da força” na Segunda Guerra Mundial.

Castelo Vaduz Liechtenstein

Residência oficial do Príncipe de Liechtenstein

O sistema bancário

O que um pequeno país europeu encrustado no meio das montanhas, sem recursos naturais faz para sobreviver? Cria uma reputação estelar e monta um sistema bancário dos mais eficientes e seguros do planeta. Mais de 30% da arrecadação do país vem dos tributos do setor financeiro.

O forte do sistema bancário de Liechtenstein são os Private Banks e o Asset Management (gestão de recursos). Não é um modelo voltado para transações, mas sim para guardar e administrar seu patrimônio.

Diante disso, podemos dizer que os valores mínimos para abertura de conta no país são altos. Em geral o mínimo exigido é de 100 mil Francos Suíços. Não é pra menos. A clientela dos bancos é composta por famílias reais e indivíduos de alto patrimônio (ultra high net worth) do mundo inteiro.

LGT

Banco LGTO Banco LGT é o maior Private Bank e Asset Management do país, com mais de CHF 110 bilhões em ativos sob administração. Possui como único dono a Casa Real de Liechtenstein. Sim, o príncipe do país é o dono do banco. Esse sim é o meu tipo de “estatal”. O irmão do príncipe é o Chefe do Conselho (Chairman) e o Presidente (CEO) é o filho dele. Você pode até estar pensando que eles foram colocados no banco só pelo parentesco. É verdade, mas todos são formados em faculdades de renome e têm uma longa carreira no mercado financeiro internacional, como você pode ver nos currículos.

O banco tem sido administrado pela família real do país há mais de 80 anos e com isso tem desenvolvido experiência em administrar patrimônios familiares por gerações. Aqui se leva o longo prazo a outro patamar, pensando não só no futuro do cliente, mas no futuro de toda a família.

Veja a apresentação corporativa do banco abaixo:

 

Sentiu o padrão?

Como um Private Bank de primeira grandeza, o banco oferece o serviço de Aconselhamento de Investimentos (Investment Advisory), onde seu gerente de relacionamento lhe passa uma análise do mercado, fornece idéias sobre investimentos e você toma a decisão final. Existe também o serviço de Gestão de Portfolio (Portfolio Management), onde os especialistas do LGT seguem as orientações e o planejamento decididos em conjunto com você e tomam as decisões de investimento.

Estes modos de administração de recursos dos Private Banks são definidos pelo Mandato ou Management Mandate. Funciona em um espectro onde numa ponta você toma todas as decisões e na outra os gestores do banco é que tomam as decisões. Quanto mais perto da primeira ponta, maior a sua participação e quanto mais perto da segunda, maior a liberdade do banco de investir em seu nome. Tudo depende do seu conhecimento e do quanto você deseja participar das decisões.

Em termos de estratégias de investimento, há diversas opções:

A Estratégia do Príncipe: são soluções usadas nos investimentos da família Real. Possui uma estratégia bastante diversificada, combinando ativos comuns e alternativos, semelhante aos fundos (endownments) das principais universidades norte-americanas, como Harvard e Yale. Você pode escolher o tipo de fundo e a moeda na qual o fundo será monitorado.

Solução de Alocação de Ativos: inclui fundos multi-ativos, fundos money-market, fundos de renda fixa e fundos de ações. Você monta uma alocação de acordo com a análise de perfil e mercado.

Fundos Alternativos: compreende soluções como private equity, hedge funds, investimentos ligados a seguros, fundos imobiliários, etc.

Investimentos sustentáveis: investe em títulos, empresas e organizações que são exemplos de prevenção ao meio-ambiente e que possuem altos padrões de compromisso social e governança corporativa.

Negociação de ações, derivativos, moedas, metais preciosos, bonds, produtos estruturados, através dos traders do banco nos escritórios de Liechtenstein, Cingapura e Hong Kong.

O banco também oferece a opção de investir em moedas e barras de prata e ouro.

Welcome to LGT

Quem lhe dá as boas vindas é o próprio CEO e segundo filho do príncipe de Liechtenstein

Em termos de custos, é um banco caro, refletindo o nível de exclusividade dos clientes. A cobrança se dá de acordo com o perfil do cliente. Se é um cliente de baixa movimentação (low turnover) ou alta movimentação (high turnover). Então, o banco cobra uma tarifa básica em percentual do volume financeiro do cliente. Quanto maior o turnover, maior essa tarifa, que eles chamam de tarifa de aconselhamento financeiro.  Por outro lado, o custo por transação é menor do que para o cliente de baixo turnover. Esse custo também é proporcional ao volume financeiro do cliente. Quanto mais recursos você tiver no banco, menor os custos proporcionais.

Agora senta na cadeira. A faixa mais baixa compreende clientes com até CHF 500 mil em conta. Algo como R$ 1,6 milhões. Nessa faixa o custo da conta varia de 0,75% a 2,6% dependendo do modelo adotado. A próxima faixa vai de CHF 500 mil até CHF 3 milhões, sendo que a mais alta é para clientes com mais de CHF 20 milhões sob administração. Eu não prometi que seria barato receber as boas-vindas do príncipe.

A única coisa que é barata é o cartão de débito Maestro, que custa CHF 20 por ano. Já o de crédito pode ser o MasterCard, Visa, Diners Club e American Express. A anuidade parte de CHF 500!

Enfim, o LGT é um banco exclusivo e voltado para os clientes de alto patrimônio dentro do universo dos Private Banks europeus. E seus custos refletem bastante isso.

VP Bank

VP BankO VP Bank é um banco de Liechtenstein, com sede na capital Vaduz, mas que possui unidades em outros países, como Suíça, Luxemburgo, Ilhas Virgens Britânicas, Cingapura, Hong Kong e Rússia. Possui 60 anos de história e foi a primeira empresa do país a ser listada em bolsa de valores, no caso na Bolsa Suíça. O banco possui cerca de 800 funcionários e mais de CHF 43 bilhões em ativos sob administração.

Algumas das características do banco são:

  • Arquitetura aberta com ampla gama de produtos de investimentos de terceiros
  • Gestão de ativos voltada para o cliente
  • Serviço superior qualitativamente
  • Estudo aprofundado das necessidades do cliente
  • Confiança e transparência
  • Proteção à privacidade do cliente

O banco fornece diversos serviços, que vão desde aconselhamento de investimentos, planejamento financeiro, gestão de portfolio, family office, e-banking, pacotes bancários, fundos money-market, etc.

Em termos de pacotes bancários, há 3 opções: Basic, Comfort e Premium. A conta premium é a única disponível para não-residentes de Liechtenstein e Suíça. Você tem duas contas privativas em Franco Suíço e mais quatro em moedas internacionais. Pode acessar as contas tanto pela internet quanto pelo smartphone. O serviço ainda conta com um cartão de crédito padrão Gold, com todos os benefícios de seguros em viagens. O custo dessa conta é de CHF 35 por mês.

Fundos de investimento VP Bank

Seleção de fundos do VP Bank. Clique para ampliar.

Também possui diversos mandatos que definem como será seu relacionamento com o banco:

Mandato de fundos: Sua estratégia será implementada exclusivamente em investimentos coletivos do tipo fundos.

Mandato clássico: Oferece uma expertise de investimentos levando em conta a estratégia escolhida dentro de cinco possibilidades: renda fixa, conservadora, balanceada, crescimento e ações.

Mandato especial: Implementa estratégias de investimentos de maneira mais detalhada,  podendo estipular regiões, classes de ativos e setores específicos.

Mandato avançado de portfolio: Os investimentos são implementados utilizando-se a abordagem Core-Satelitte, onde a parte central (Core) é formada por ativos ligados a índices de mercado e os investimentos satélite (Satelitte) são escolhidos especificamente de acordo com as oportunidades identificadas pelos especialistas do banco.

Em termos de pessoa física, o banco define três perfis de cliente:

  1. High Net Worth Individuals: aqueles com volume em conta acima de CHF 1 milhão.
  2. Clientes afluentes locais e internacionais: os internacionais são aqueles com pelo menos CHF 250 mil para depósito.
  3. Clientes de varejo locais e internacionais: no caso dos clientes internacionais, é para clientes com até CHF 250 mil.

O banco não define um valor mínimo para se tornar cliente, mas é recomendado avaliar todos os custos  da conta e ver qual o mínimo necessário para os rendimentos cobrirem com folga esses gastos. Definitivamente, não vale a pena abrir uma conta com valores muito baixos.

Conclusão

Liechtenstein possui um dos mais sólidos sistemas bancários do mundo, que garante a segurança e a privacidade dos seus clientes. Um país com extrema estabilidade político-econômica de fazer inveja aos países grandes. Caso você se encaixe no padrão de cliente que esses bancos procuram, é um país que pode se tornar um porto seguro para seus investimentos.

Você pode aprender mais sobre porque deve abrir uma conta bancária no exterior lendo o primeiro artigo da série.


P.S. Importante sempre lembrar que os custos e as condições relacionadas aos serviços bancários mostradas nesse artigo podem mudar a qualquer momento sem aviso prévio.

E já que chegou até aqui, assista ao vídeo abaixo e me diga se não parece que esse país saiu de um conto de fadas.