Como montar sua carteira de dividendos a partir do zero

/, Artigo em destaque, Investimentos/Como montar sua carteira de dividendos a partir do zero

Veja como é simples montar sua própria carteira de dividendos com as melhores ações do mundo

Muita gente tem entrado em contato, seja na área de comentários, seja por e-mail, perguntando sobre as melhores fontes de informação para orientar a montagem de um portfolio de investimentos e ações internacionais.

A questão é que existe um universo imenso de fontes de informações que podem se tornar até excessivas e não serem exatamente aquilo que você está procurando. Esse excesso de informações pode inclusive atrapalhar ao invés de ajudar.

Diante disso, tenho entrado em contato com alguns sites e blogs internacionais com o objetivo de trazer informações relevantes e objetivas, que contribuam para você investir melhor fora do Brasil.

Como o investimento em renda, particularmente dividendos, tem muitos adeptos no Brasil, consegui em primeira mão uma parceria com o site SureDividend, um dos melhores quando se trata de selecionar as melhores ações pagadoras de dividendos.

Além de publicar artigos quase que diários sobre o assunto, incluindo avaliações completas de cada empresa do seleto grupo de Dividend Aristocrats, ele possui um serviço de Newsletter mensal, com uma seleção de ações baseadas em diversos critérios fundamentalistas.

Bom, traduzi um artigo com autorização do autor do site, Ben Reynolds, que mostra como você também pode montar e se beneficiar de uma carteira de ações com foco em dividendos. Você não só aprenderá estratégias de montagem de carteira, mas também quando vendê-las, algo não muito debatido no Brasil.


Como montar uma carteira de dividendos a partir do zero

Gostaria que alguém tivesse sentado comigo e falado sobre como investir quando eu comecei.

Por sorte, não tinha muito dinheiro quando comecei a investir. O “custo do aprendizado” não foi tão caro assim.

Se você é um iniciante, esse artigo é aquela conversa que eu queria ter  tido sobre como investir bem.

Investimento pode parece algo extremamente complicado.

Existe uma quantidade absurda de conhecimento e informações específicas quando se trata desse assunto. Eu mesmo selecionei 101 métricas financeiras que são importantes para investir em ações.

Não se assuste. Você não precisa conhecer todas as 101 para investir bem no mercado de ações.

De fato, como se dar bem como investidor pode ser resumido na seguinte frase:

Invista em grandes negócios com fortes vantagens competitivas e administração que valoriza o acionista negociando a preços justos ou baixos.

Comprar negócios de alta qualidade tem sido historicamente uma estratégia vencedora, mas por favor não leve apenas a minha palavra por isso…

Afirmações sem fatos são apenas opiniões.

Aqui vão os fatos relevantes:

  1. O índice de Dividend Aristocrats é composto por negócios com mais de 25 anos de aumento no pagamento de dividendos. Diria que essas empresas se qualificam como “alta qualidade”
  2. O índice de Dividend Aristocrats tem tido uma rentabilidade acima do S&P 500 em 3,4 pontos percentuais por ano em média durante a última década

Dividend Aristocrats Performance
Fonte:  S&P Dividend Aristocrats Fact Sheet

Uma vez que você invista em grandes negócios, vá fazer outra coisa. O benefício de possuir ações grandes empresas é que elas multiplicam sua riqueza com o passar do tempo.

Você não precisa monitorar o movimento de preços. Na verdade, isso pode prejudicar a performance dos seus investimentos se acabar comprando e vendendo ações com muita frequência. Tudo que você precisa é deixá-los produzir e multiplicar seus lucros ao longo dos anos.

A afirmação acima cobre tudo o que você precisa saber sobre investir com sucesso em empresas de crescimento de dividendos. Na verdade, os detalhes não estão aí.

O resto do artigo agora irá discutir sobre como construir um portfolio de crescimento de dividendos com U$ 5.000,00 ou menos.

Building Your Dividend Growth Portfolio
Você deve construir sua carteira com ações ou ETFs?

Existem muitas idas e vindas na indústria de investimentos sobre o que é melhor: ETFs ou ações individuais.

A verdade é que ambas opções tem prós e contras. Eu pessoalmente prefiro investir em ações individuais sistematicamente. As 8 regras do investimento em dividendos identifica sistematicamente e ranqueia ações de crescimento de dividendos em razão de métricas que historicamente têm aumentado os retornos e reduzido os riscos.

Digo isto para que você entenda meu viés de princípio. Tento ter uma visão sem viés dos prós e contras dos ETFs e dividendos. Mas analiso tudo com a visão de um investidor de ações individuais.

Dito isso, dê uma olhada nos prós e contras de ETFs e ações individuais resumidas no meu artigo sobre o Melhor ETF de dividendos.

Pró: Investir em ETFs proporciona ampla diversificação. Isso ajuda investidores com portfolios pequenos e menor patrimônio sem aumentar os custos com corretagem relacionadas às múltiplas ordens necessárias para montar uma carteira de ações individuais.

Pró: Investir em ETF economiza tempo. Uma vez comprado, você pode ‘sentar e esquecer’ do ETF. Nenhum acompanhamento ou pesquisa adicionais são necessários.

Pró: ETFs de dividendos tendem a ter custo de administração anual menores que dos fundos de ações. Vários ETFs americanos tem custo anual abaixo de 0,1%.

Contra: ETFs de dividendos são mais caros que possuir ações individuais. Ações individuais terão custo de administração de 0%. Para grandes portfolios e para quem usa corretoras de baixo custo, a corretagem pode ficar mais barata do que as taxas dos ETFs.

Contra: Você não pode selecionar quais ações comprar com um ETF de dividendos.

Contra: ETF de dividendos não dão a você controle sobre o portfolio. Você não pode comprar ou vender as posições. Você não consegue ajustar sua estratégia exatamente de acordo com as suas necessidades.

Não há nada de errado em investir em ETFs de dividendos. Para investidores com pouco tempo ou pouco interesse em investimento, ETFs são uma excelente alternativa aos fundos de ações e ações individuais.

Eu prefiro investir em empresas e não em mercado. O resto do artigo assumirá isso para você também.

Onde encontrar grandes empresas

Para investir em ações de grandes empresas, você deverá encontrá-las primeiro.

O já mencionado índice de Dividend Aristocrats é um excelente lugar para começar sua busca. Este índice contém:

  • 50 negócios
  • Todos com mais de 25 anos consecutivos de aumento de dividendos
  • Todos fazem parte do S&P 500
  • Todos preenchem critérios de tamanho e liquidez

Outro grande lugar para procurar é na lista de Dividend Kings. Esta lista é similar à anterior, exceto que é ainda mais exclusiva. Os Dividend Kings são 17 empresas com mais de 50 anos consecutivos de aumento no pagamento de dividendos.

Além dessas duas listas, você pode também procurar a lista de Dividend Champions. Esta lista contém mais de 100 empresas com mais de 25 anos consecutivos  de aumento na distribuição de dividendos. A diferença dela para a Dividend Aristocrats é que ela não exige que a empresa faça parte do índice S&P 500.

A newsletter da SureDividend lista mais de 180 ações com 25 anos ou mais no pagamento de dividendos sem reduções. É um pouco mais inclusiva, já que permite à empresa manter o dividendo (sem aumentar, mas também sem reduzir) e ainda permanecer na lista.

Como saber se uma grande empresa está sendo negociada a preço justo ou abaixo dele?

Warren Buffett Price Is What You Pay

Encontrar grandes empresas com administração que privilegie os acionistas é o primeiro passo.

O segundo é determinar se esses grandes negócios estão sendo negociados a preços justos ou abaixo deles.

Uma regra simples é procurar por ações que estejam negociando abaixo da relação Preço/Lucro (P/L) média do S&P 500. Se uma empresa tem qualidade acima da média, você tenderia a achar que ela também estivesse sendo negociada a uma relação Preço/Lucro acima da média do S&P 500. Atualmente o índice P/L do S&P 500 é de 26. A partir daí é possível ir mais a fundo no valuation.

O próximo passo é você comparar a relação P/L da ação com:

  • Seu P/L médio histórico dos últimos 10 anos.
  • O P/L dos concorrentes

É importante lembrar que se deve usar os lucros ajustados quando compara-se múltiplos P/L. Lucros no padrão GAAP podem ser reduzidos por efeitos não recorrentes, como custos de aquisições ou depreciação que apenas são mudanças contábeis e não refletem as operações da empresa. É mais importante entender o poder de lucro no longo prazo de uma empresa.

Quantas ações eu devo ter em carteira?

Templeton Diversification

Existe uma troca quando se diversifica. Quanto mais empresas você compra, mais seguro estará se alguma delas sofrer problemas. Por outro lado, você fica com uma menor porção das empresas que terão melhor performance.

Existe uma forma de tirar proveito da diversificação sem exagerar em mais de 100 posições? Sim, existe.

90% dos benefícios da diversificação vem de uma carteira com 12 a 18 ações. Manter um portfolio com cerca de 20 ações (para estar do lado da segurança) lhe dará mais de 90% da segurança de quem tem mais de 100 ações.

A vantagem de ter cerca de 20 ações é que você investe nas melhores idéias. Você pode possuir ações das empresas que você está mais confortável e que acha que terão o melhor retorno em potencial.

Manter portfolios enormes com 100 ou 200 ações é impossível de acompanhar

[Nota: lembre-se de que ele fala dos EUA, onde ter 100 ações é mais plausível que no Brasil]. É impossível conhecer bem mais de 100 empresas. Acompanhar os resultados trimestrais ou mesmo anuais de tantas companhias requer muito tempo e conhecimento. Com 20 fica bem mais fácil.

Manter 20 ações é o ponto ideal onde você investe apenas nas melhores idéias e mesmo assim consegue extrair os benefícios da diversificação.

Entretanto, ter quaisquer 20 ações são torna sua carteira diversificada.

Por exemplo, se você possuir 20 ações de empresas ligadas ao setor do petróleo, você não estará bem diversificado. Similarmente, ter 20 empresas de biotecnologia também não fazem uma carteira diversificada.

Se você quiser investir e diversificar em ações de crescimento de dividendos, deve escolher grandes empresas de diferentes setores da economia.

Agora você irá aprender estratégias de construção de portfolio.

Estrátégia para montar uma carteira de crescimento de dividendos 

Existem dois tipos de “novos” investidores em dividendos:

  • Aqueles que começam do zero
  • Aqueles que querem mudar seu portfolio atual para um de dividendos

Essa próxima parte do artigo será focada no primeiro tipo.

Construir uma carteira de crescimento de dividendos de qualidade é um processo.

Process

É um processo que leva tempo, como a maioria das coisas que importam.

Ao invés de pensar que você nunca chegará lá, pois não tem U$100.000,00 ou U$1.000.000,00 para construir sua carteira, concentre-se em poupar e investir a mesma quantia todo mês.

Você pode comprar a ação melhor ranqueada todo mês baseado em seus próprios critérios. Com o tempo, você construirá uma carteira bem diversificada com  empresas pagadoras de dividendos da melhor qualidade.

Quanto mais duradouro e quanto mais dinheiro você investir, maior e mais diversificada será sua carteira de ações.

Não importa quão seletivo você for ao comprar ações para sua carteira de crescimento de dividendos, você eventualmente terá que cortar o peso morto.

“Sou investidor de longo prazo. Quando compro uma ação, eu prefiro deixá-la multiplicando minha riqueza indefinidamente.”

No mundo real, entretanto, problemas acontecem. Empresas que foram fantásticas uma vez perdem sua vantagem competitiva. Isto pode acontecer por falhas administrativas, mudanças tecnológicas ou por competência dos concorrentes.

Quando uma empresa perde sua capacidade de compor riqueza através do aumento da distribuição de dividendos, é hora de vender a ação.

Meu critério primordial de venda é quando uma empresa corta ou elimina seu dividendo. É um sinal muito claro de que:

  1. O dividendo não é importante (não se importam mais com os acionistas)
  2. A empresa não pode sustentar essa distribuição (o negócio está em declínio)

Em todo caso, não é o tipo de investimento que deva gerar muita riqueza no longo prazo. Claro, há exceções. Às vezes algumas empresas se recuperam após cortes de dividendos. Mas o registro histórico mostra que ações que cortam dividendos se tornam maus investimentos em média.

Dividend Cutters
Fonte:  An Economic Perspective On Dividends, slide 7

Existe ainda uma outra boa razão para vender uma empresa de crescimento de dividendos.

Se ela se tornar absurdamente sobreavaliada. Eu venderia uma ação quando o índice Preço/Lucro dela subir acima de 40. Neste nível, a “exuberância irracional” claramente mostrou as caras. É melhor lucrar desse excesso de confiança do que participar dele. Lucros podem ser reinvestidos em outras empresas de crescimento de dividendos com valuation mais atraente.

Disciplina é a chave

O que separa aqueles que se aposentarão confortavelmente ricos do resto é a quantidade de disciplina que eles dedicam em seus planos.

Se a sua estratégia for coerente e você segui-la fielmente, você provavelmente terá sucesso no mercado com o passar do tempo.

O mercado de ações não sobe em linha reta.

Você pode experimentar perdas até acima de 50% do que investiu investindo apenas em ações. Se você tiver a perseverança de se manter nas quedas do mercado, você poderá se beneficiar do efeito multiplicador de possuir ações de empresas fantásticas por longos períodos de tempo.

Por outro lado, se você vendê-las quando o mercado entrar em pânico, como na crise de 2008, você provavelmente terá resultados piores.

Infelizmente, a maioria dos investidores individuais tendem a comprar e vender com muita frequência.

O estudo O Comportamente dos Investidores Individuais de Brad Barber and Terrance Odean revelou a verdade inconveniente sobre estes investidores.

Barber e Odean analisaram dados de 78 mil investidores. Descobriram que quando um investidor individual vende uma ação e compra uma nova, a ação que ele vendeu valoriza acima da nova ação que ele comprou (em média).

Isto significa que tendemos a comprar e vender nas horas erradas.

Qual a solução pra isso?

Praticar o investimento sem fazer nada. Não venda ações sem uma boa razão. Quedas de preço não são uma boa razão.

Quando o preço da ação cai, você pode comprar mais e fazer um negócio melhor (assumindo que o negócio da empresa não mudou significativamente). Isto torna as quedas de preço, momentos ideais para adicionar posições, não vendê-las.

Palavras finais: Por que investir importa?

Por que tudo isso é importante?

Porque a média de idade de aposentadoria nos Estados Unidos (Nota: e no mundo) está subindo. As idades em que as pessoas esperam se aposentar e a idade em que elas realmente se aposentam está em tendência de alta.

 

Retirement Age

Fonte:  Gallup Polls

Este não deveria ser o caso.

As pessoas deveriam estar se aposentando mais cedo. O PIB nacional (Nota: dos EUA) tem aumentado na última década, mas ainda as pessoas não são capazes de se aposentar quando quiserem.

Investir em empresas de crescimento de dividendos ajudará você a construir uma carteira que paga renda através de dividendos que aumentam durante sua aposentadoria. Isto pode levar a uma aposentadoria no tempo planejado ou mesmo a uma aposentadoria precoce.


Agora que você já viu todo o raciocínio que envolve a montagem de uma carteira de dividendos, vou lhe apresentar o serviço de newsletter que ele oferece em seu site.

É um serviço em que ele envia aos assinantes relatórios mensais.  Em cada relatório existe um ranking onde se encontram 181 ações. Todas são escolhidas com o critério único de 25 anos ininterruptos no pagamento de dividendos, sem nenhuma redução ou corte. A maioria das ações são de empresas norte-americanas, mas há um grande número de ações internacionais também. Atende bem tanto os investidores que tenham conta em corretoras americanas locais, quanto aqueles que têm acesso a múltiplas bolsas de valores pelo mundo.

As 10 melhores empresas ranqueadas são analisadas de forma mais detalhada. O ranking se baseia nos critérios que ele definiu no artigo As 8 Regras Do Investimento Em Dividendos, que são qualidade, preço, segurança, crescimento, paz, sobrepreço, sobrevivência do mais forte e diversificação.

Vamos supor então que você invista uma determinada quantia por mês. Para quem não tem nenhuma ação é fácil. Você pode simplesmente comprar a primeira do ranking e repetir isso todo mês. Caso queira uma diversificação maior, pode comprar no mês seguinte a segunda do ranking, se a primeira se repetir e você não desejar comprar a mesma duas vezes. Pode também optar pela próxima do ranking que seja de um setor diferente. Você pode ir adicionando posições mensalmente até ter o número de ações que deseja. Ele acha adequado 20 ações, mas você pode ter mais ou menos dependendo da sua vontade.

Investir em dividendos

Repetindo esse processo sucessivamente você conseguirá montar uma carteira de dividendos bem diversificada e selecionada, baseada em critérios cientificamente comprovados. Além disso, caso alguma empresa corte ou reduza os dividendos, você será avisado e pode assim vender a posição. Assim, pode usar o valor da venda para comprar as outras do topo do ranking. Se você seguir a estratégia definida, não há muito no que pensar, basta executar. Tirar o emocional das decisões é uma maneira segura de evitar maus negócios.

Não tenho dúvida de que um serviço desse traz muito valor para quem deseja uma carteira de ações pagadora de dividendos. É só pensar. De quanto tempo de trabalho você precisa para juntar o valor anual da assinatura (atualmente em U$79,00)? Agora veja. Quanto tempo seria necessário para você encontrar essas 181 ações no universo de milhares de ações e ainda ranqueá-las em critérios fundamentalistas e de dividendos? É muito mais eficiente focar no seu trabalho e aumentar sua renda e capacidade de aporte do que passar um tempão lendo relatórios e números de balanço. Mesmo um serviço de screening profissional sai bem mais caro do que isso.

Pra facilitar, montei com ele uma página em português, onde você pode escolher o plano mais adequado e contratar a assinatura. O site recebe uma comissão por cada assinatura, como forma de ajudar a cobrir os custos de manutenção. O relatório em si é escrito em inglês, mas dependendo da resposta e do número de assinantes brasileiros, existe a idéia de traduzir o relatório completo para o português no futuro.

assine-agora

Qualquer dúvida, basta usar a área de comentários abaixo ou a página de contato.

By | 2017-08-10T14:42:25+00:00 11 de dezembro de 2016|Ações, Artigo em destaque, Investimentos|41 Comments

41 Comments

  1. Andre 11/12/2016 at 18:50 - Reply

    Excelente noticia Raphael!
    Estou apenas esperando o modelada offshore para ter a sonhava carteira de dividendos no exterior.
    Vou assinar com certeza.

  2. Andre 11/12/2016 at 18:57 - Reply

    Existe serviço parecido que analisa Bonds?

    Obrigado.

    • Investidor Internacional
      Investidor Internacional 11/12/2016 at 21:23 - Reply

      Olá André,

      Para Bonds, em geral os bancos e corretoras distribuem um material com uma seleção própria para você avaliar.

      Abçs!

  3. Antonio Henrique 11/12/2016 at 20:03 - Reply

    seria importante um comentário bem explicado de como comprar ações de empresas americanas, o que é necessário, etc

  4. Rodolfo 12/12/2016 at 08:04 - Reply

    II,

    Muito bom o post … quem sabe um dia migro pra bolsa gringa … por enqt .. aqui na republiqueta das bananas mesmo .. rs .. mas vá postando pois estou aprendendo e me preparando para o futuro …

    Abs,

  5. marcos carvalho 12/12/2016 at 09:37 - Reply

    Excelente artigo. Vou assinar pois pretendo progressivamente fazer aportes em empresas de primeiro mundo pagadoras de dividendos ou em crescimento. O único talvez que enxergo é o S&P no pico do pico porem há muito tempo ele está nessa situação e continua subindo. Por falar nisso parece que logo teremos novidades sobre sua parceria com corretora internacional, não?!
    Abs

    • Investidor Internacional
      Investidor Internacional 12/12/2016 at 14:28 - Reply

      Olá Marcos,

      A vantagem desse método é que escolhe as empresas baseadas em valuation. Ajuda a evitar empresas muito sobreavaliadas em mercados próximos do topo.

      Abçs!

  6. Yalle 12/12/2016 at 10:35 - Reply

    Ola 9,84% a.a em dolares, média de rentabilidade de 10 anos? Se for é muito bom. Esses fundos – índice pagam Imposto ou estão em paraísos?

  7. Maíra 12/12/2016 at 14:44 - Reply

    Muito bom o artigo. Moro na Espanha, por enquanto só tenho investimentos no Brasil. Nesse ranking também há empresas europeias? Sou bem leiga no tema, como posso começar a me informar para investir aqui?

    • Investidor Internacional
      Investidor Internacional 12/12/2016 at 15:41 - Reply

      Olá Maíra,

      Sim, há empresas européias, mas isso não faz diferença. Existem corretoras que lhe fornece acesso a diversos mercados pelo mundo. Você não fica restrita a a um país e muito menos ao país em que mora.

      Leia a série sobre a abertura de conta no exterior.

      Abçs!

      • Maíra 15/12/2016 at 10:24 - Reply

        Obrigada, vou ler o artigo.

  8. Evandro 13/12/2016 at 09:51 - Reply

    Como sempre, artigos bem escritos e com bastante fundamento. Continue fazendo esse belo trabalho.
    Tenho uma dúvida com relação ao pagamento de dividendos, já li outros posts seus mas queria ter certeza de ter entendido corretamente.
    Se meus ganhos no mês não ultrapassam 35K eu não preciso declarar imposto? Nem nos USA nem no Brasil?
    O mesmo serviria para prejuízos realizados correto?
    Obrigado!

    • Investidor Internacional
      Investidor Internacional 14/12/2016 at 08:02 - Reply

      Olá Evandro,

      Não são os ganhos. É o volume total de vendas. Se no fechamento da operação, vendeu menos de 35 mil reais, é isento tanto lá quanto cá.

      Prejuízos não podem ser compensados.

      Abçs!

  9. B.avilla 16/12/2016 at 18:42 - Reply

    Raphael,
    queria comentar aqui minha experiencia. Abri conta em um banco no exterior, um daqueles da sua serie sobre abertura de contas, e ainda não consegui enviar os recursos, depois de quase 1 mês.
    Os grandes bancos privados (Itau, Daycoval, Cotação, etc) cobram spreads exorbitantes no câmbio via swift, que chegam a 7%.
    E o BB e a Caixa, que possuem taxas não confiscatórias me impedem de fazer a transferência, alegando que o banco não possui relacionamento com o banco que abri conta (sendo q o swift dispensa esse tipo de detalhe, pois é um código internacional).
    Estou cada vez mais convicto de que preciso mandar uma parte de meus recursos para fora, pq se querem tanto me impedir de fazer, é por que deve valer a pena. É mais fácil fazer a transferencia de forma ilegal do que legalmente (vide ddolares em cueca e os milhões que politicos tem la fora), e isso é muito frustrante.
    Você poderia por favor colocar aqui como vc envia os recursos para fora, ou escrever uma postagem sobre isso?
    Abs

    • Investidor Internacional
      Investidor Internacional 17/12/2016 at 06:36 - Reply

      Oi B.avilla,

      Já procurou as corretoras de câmbio?

      Acho que não teria problema em fazer com alguma, já que são especializadas nisso.

      Veja na lista do Banco Central as instituições autorizadas.

      Abçs!

    • Bernard 13/01/2017 at 13:55 - Reply

      Bancos menores nao cobram spreads tão elevados. Transferi meu recurso pelo Banco renner

  10. Guilherme 17/12/2016 at 14:12 - Reply

    II,

    Excelente artigo e parceria com o site SureDividend!

    Percebi que a parceria se limita ao “Sure Dividend Newsletter”, correto? E quanto ao “5%+ Yield Sure Retirement Newsletter”?

    Não consegui entender bem o propósito do “5%+ Yield Sure Retirement Newsletter”, poderia esclarecer melhor? Há possibilidade de assinar o “5%+ Yield Sure Retirement Newsletter” também em Reais?

    Abs.

    • Investidor Internacional
      Investidor Internacional 18/12/2016 at 09:44 - Reply

      Olá Guilherme,

      Boa idéia.

      Essa “5%+ Yield Sure Retirement Newsletter” pega ações com yield acima de 5% e 5 anos de crescimento de dividendos.

      Obviamente também segue alguns critérios de qualidade.

      Seria mais voltado para quem precisa usar a renda dos dividendos atualmente. Alguém já aposentado por exemplo.

      Abçs!

  11. João Luiz Pereira Tavares 26/12/2016 at 09:07 - Reply

    BRASIL 2016:

    Na música brasileira temos a baixa-cultura corroborada pelo PT nesses 13 anos. O atual lixo cultural do Brasil petista.

    Em 2016:

    DILMA é um produto a ser consumido e comprado (mesmo que sem dinheiro). Um produto tal qual um “Danoninho©”, produto esse industrial, com sedutoras fotografias de suculentos morangos externos (naturalmente que não física e materialmente internos!). Pegando na real o consumidor pela imagem mítica e não pela realidade interna.

    «Coração-Valente©» (até Lula sabe! Não sejamos bobos): tal qual a frase mítica do Danoninho© que “vale por um bifinho”, também a pupila de Lula utiliza-se de um simulacro mítico que não reflete o “interior do pote”; a saber: a incapacidade dela de governabilidade, péssima articulação política (Maquiavel), horroroso projeto econômico de fiasco a pino, e ineficácia republicana, fraude. ¿O que adianta, então, afinal, o mito publicitário engana-trouxa de «Coração-Valente©»? Adianta nada!

    E, complexando um pouco [não precisava…; mas vai aí], que discursa assim: «(…) não acho que quem ganhar ou quem perder, nem quem ganhar nem perder, vai ganhar ou perder. Vai todo mundo perder.». Esse é o ver-da-dei-ro Coração-Valente© dos anos 60… Ponto final.

    Eis aí a utilização de clichês publicitários míticos para pegar o eleitor pelas VÍSCERAS: acertados, mas, verdadeiramente, engana-trouxa… A minoria escapa da artimanha, da burla e da ilusão petista.

    Verdadeiramente, a VIGARICE & picaretagem é a POPULARIDADE DE MITOS como a MITOLOGIA do «Coração Valente©,»… Um produto a ser vendido e comprado pelo eleitor, devido apenas ao vazio do mito.

    E, também, por outro lado, o problema é a SUAVE & disfarçada truculência do PeTê… Repare:
    É evidente que o Petismo se utiliza de técnicas das mais brilhantes de publicidade; brilhantes, mas embusteiras.

    ¡Jamais 1 Danoninho© vale por um bifinho!

    P.S.:
    ¿Como identificar um petista? Simples! Pela escrita. É singelo e sem enfeites. Veja:

    Amam o FHC (de maneira enrustida), a toda hora estão a falar no velho…

    E, mais singelo, amam o PSDB à distância — não chegam perto, a longos 13 anos, falam sem parar no partidinho com rigor acadêmico, análise e tudo… São loucos inconscientes para ter como 2ª mulher ou amante o PSDB… Amor enrustido.

    [Obs.:
    Na música brasileira temos a baixa-cultura corroborada pelo PT nesses 13 anos. O atual lixo cultural do Brasil petista. A breguice, cafonice, baranguice e o kitsch do Petismo].

    = FIM =

    • Investidor Internacional
      Investidor Internacional 26/12/2016 at 09:25 - Reply

      Olá João Luiz,

      Obrigado pelo comentário.

      Em breve falarei de um “produto” ainda mais maquiavélico que a maioria nem percebe.

      Abçs!

  12. Cleiton Oliveira 28/12/2016 at 21:36 - Reply

    Excelente artigo e uma ótima forma de diversificação.

  13. Paula 29/12/2016 at 10:27 - Reply

    Excelente novidade e parceria, Parabéns, Raphael! Quero assinar com certeza assim que conseguir abrir conta no exterior.

    À propósito, gostaria de saber se há algum ranking das melhores corretoras europeias ou você recomendaria as americanas?

    Outra dúvida, em se residindo na europa, para qual país devo pagar impostos? Parece que há acordo internacionais que evitam bitributação?

    Abçs

    • Investidor Internacional
      Investidor Internacional 30/12/2016 at 07:58 - Reply

      Oi Paula,

      Não conheço nenhum ranking. Não são todas as corretoras que aceitam investidores não residentes ou brasileiros.

      Morando na Europa você terá mais opções sim.

      Os acordos para evitar bitributação são bilaterais, então é preciso ver caso a caso, pois as regras são diferentes dependendo do país.

      Abçs!

  14. Jose 31/12/2016 at 12:32 - Reply

    Olá, II,

    Gostaria de ter sua visão sobre os REITs como parte da carteira de dividendos, já que distribuem proventos mensais ou trimestrais.

    Abçs!

    • Investidor Internacional
      Investidor Internacional 01/01/2017 at 15:51 - Reply

      Olá José,

      Carteira de dividendos é composta apenas por ações.

      Carteira para renda tem tudo, ações, bonds, REITs, BDCs, como mostrei no último artigo sobre renda.

      Tenha um ótimo 2017!

      Abçs!

  15. Frugal 18/01/2017 at 12:18 - Reply

    Grande II, gostei do ETF NOBL pra falar dessa parte de dividendos. Ele escolhe muito bem os ativos.
    PRa quem não quer ter tanto trabalho acho uma boa!
    Abraço!

    • Investidor Internacional
      Investidor Internacional 20/01/2017 at 07:33 - Reply

      Olá Frugal,

      Sim, o ETF NOBL é um dos principais nos EUA e pega empresas com histórico bem longo de dividendos.

      Abçs!

  16. Jorge 23/01/2017 at 10:03 - Reply

    Olá Investidor Internacional,

    Você conhece a True Wealth Publishing? Sabe dizer se as informações deles são boas?

    Muito obrigado pelas informações. O que realmente desenvolve o país são pessoas compartilhando conhecimento prático e querendo ajudar de forma livre, consensual.

    A bloguesfera de investimentos ajuda muito mais a vida das pessoas do que muito professor de universidade pública.

    Abçs!

    • Investidor Internacional
      Investidor Internacional 23/01/2017 at 10:21 - Reply

      Olá Jorge,

      Não conheço essa True Wealth não.

      Entrei no site agora e vi chamadas do tipo “A bold investment strategy in the world’s most attractive stock market that could double in months”

      Encontro muitas informações interessantes em sites como esse, só que não curto muito esse marketing pesado de rendimentos extraordinários ao comprar algum produto deles.

      Abçs!

  17. Tha 26/01/2017 at 16:41 - Reply

    Oi, II!

    Que maravilha poder voltar depois de um tempo sem ler o blog e encontrar um artigo desse! Só tenho elogios!

    Eu estava precisando exatamente disso pra minha carteira. Pode contar comigo nessa participação e assinatura, assim que eu conseguir finalizar toda a parte burocrática.

    Abraços!

  18. Sérgio Gotardo 01/03/2017 at 16:07 - Reply

    Muito bom essas informações, principalmente para aqueles que não tem muito tempo ou não querem muito trabalho. Obrigado Raphael por compartilhar conosco.

    Um Abraço

  19. Joni 28/05/2017 at 23:34 - Reply

    Olá!

    Há um capital mínimo p. investir em BDR´s de ações americanas na B3 ( antiga Bovespa ). Vi em um site que tem de ter um capítal mínimo de R$ 1 milhão?
    Se for, melhor é investir lá fora?

    Grato,
    J.H.

    • Investidor Internacional
      Investidor Internacional 29/05/2017 at 09:19 - Reply

      Olá Joni,

      Pelo que eu li no folheto da Bovespa, sim. Eles exigem 1M para começar a comprar BDRs.

      Pode ser encontrado neste link.

      Abçs!

Leave A Comment

INVISTA NO EXTERIOR COM SEGURANÇA
Receba atualizações do site e material exclusivo diretamente no seu e-mail. Você irá aprender sobre diversos assuntos:
  • Abertura de conta no exterior
  • Investimentos internacionais
  • Abertura de empresa no exterior
  • Planejamento tributário
  • Planejamento sucessório
  • Proteção patrimonial
  • Negócios internacionais
  Seu e-mail jamais será compartilhado para outros fins.
ASSINE NOSSO CURSO
Você irá receber um e-mail a cada 2 dias com artigos selecionados ensinando como investir no exterior e explicando os perigos de manter todo seu patrimônio no Brasil.
Por favor, verifique seu e-mail agora
NEWSLETTER
Assine a newsletter e receba atualizações do site e material exclusivo diretamente no seu e-mail.
  Seu e-mail jamais será compartilhado para outros fins.