Mercado de Commodities: o que você precisa saber

Commodities são elementos fundamentais para a vida de praticamente todos os habitantes do planeta. Desde a gasolina que faz o seu carro funcionar, até o metal dos talheres que você usa e os alimentos que estão no seu prato, são produtos usados por nós frequentemente e há milhares de anos.

As commodities são encontradas em todos os continentes, são negociadas amplamente e podem tranquilamente compor parte de sua carteira de investimentos.

O investimento nesses produtos consiste basicamente em acompanhar as variações de preço das mesmas nas áreas de energia, grãos, carnes, metais ou soft commodities.

As commodities de energia são petróleo, gás natural, gasolina, querosene, carvão…

As commodities de grãos são milho, soja, trigo, aveia, arroz, canola…

As commodities de carne são gado de corte, gado leiteiro, suínos…

As commodities de metais são ouro, prata, platina, cobre, zinco, níquel, alumínio…

As soft commodities são café, açúcar, cacau, suco de laranja, algodão…

Como você pode investir

Há diversas maneiras de você investir em commodities:

1-Mercados futuros: onde é possível comprar e vender contratos com diferentes datas de vencimento. Requer um conhecimento avançado sobre cada produto e regras de contratos, além de permitir alavancagem.

Commodities - Petróleo2-ETFs: onde o próprio administrador do ETF faz as operações e tende a seguir aproximadamente o preço de determinada commodity. Há ETFs especializados em uma única commodity, bem como também aqueles mais diversificados, seja dentro de um mesmo setor como o agrícola, por exemplo, ou que investem em vários setores de commodities.

3-Indiretamente: através do investimento em empresas produtoras de commodities ou relacionadas a ela. Pode ser uma petrolífera ou empresas que prestam serviços para elas, por exemplo, empresas  que administram e constroem oleodutos ou empresas de logística e transporte.

Commodities em detalhes

Agora você irá saber um pouco mais sobre cada uma das commodities mais negociadas nos mercados internacionais. Você saberá como e onde são produzidos, saberá os fatores que interferem nos preços e descobrirá algumas curiosidades sobre esses produtos que consome todo dia. Verá ainda que é uma das poucas áreas em que o Brasil é destaque mundial, principalmente no que se refere aos produtos agropecuários.

Petróleo

O oléo bruto (Crude Oil) é o petróleo adquirido diretamente do solo, que se formou há milhões de anos provavelmente pela decomposição de plantas e animais que habitavam o planeta. O petróleo já é usado pela humanidade desde os povos antigos, como os persas e sumérios. No século XIX nos Estados Unidos, o petróleo foi descoberto com certo desdém, quando se escavava à procura de água. Entretanto, foi a partir da invenção do lampião a querosene em 1854 que a demanda em larga escala por petróleo se iniciou. É um produto abundante no planeta. Já foram extraídos cerca de 650 bilhões de barris e há mais de 1 trilhão de barris em reservas comprovadas. É atualmente o produto isolado mais negociado do mundo. Sua utilização é bastante ampla e contempla inúmeros derivados, como combustíveis,  plásticos, borrachas sintéticas, detergentes, solventes, fios e fibras sintéticos, fertilizantes, etc.

Gás Natural

O gás natural é um combustível fóssil sem cor, sem cheiro e sem forma definida. É uma mistura de gases de hidrocarbonetos formada principalmente por metano, mas também pode incluir etano, propano, butano e pentano. Pode ser usado como combustível, com queima limpa e que produz um alto grau de energia. Foi descoberto como fonte de energia cerca de 500 anos antes de Cristo na China. Em 1758, os britânicos foram os primeiros a comercializar o gás natural produzido do carvão para acender luzes nas ruas e casas. Atualmente é uma das fontes mais baratas de energia.

Commodities GasolinaGasolina

A gasolina é uma complexa mistura de centenas de hidrocarbonetos líquidos e usada principalmente como combustível de motores a combustão interna. Sua produção vem do petróleo bruto, com o processo nas refinarias transformando um barril de petróleo em mais de meio barril de gasolina. Esse processo de produção de gasolina é composto de três fases: separação, conversão e tratamento. A octana é a medida que mostra o quanto a gasolina resiste às condições de pressão dentro do motor, evitando combustão não homogênea. Quanto maior a octanagem, mais homogênea é a combustão. Isso é particularmente importante em motores de performance e alta compressão.

Ouro

É um material denso, de cor amarelo metálico e brilhante. É uma substância inativa, não sendo afetada pelo ar, calor, umidade ou solventes. É um metal cobiçado durante milênios pelas suas propriedades únicas de raridade, beleza e quase indestrutibilidade. É extraído do solo desde a época do Egito antigo, cerca de 2.000 anos antes de Cristo. É encontrado na natureza em “veias” de quartzo e como depósitos aluviais secundários como um metal livre. É extraído de minas em todos os continentes, com exceção da Antártida, onde a mineração é proibida. Por ser um material praticamente indestrutível, todo o ouro já extraído pelo homem ainda existe de uma forma ou de outra. É uma commodity industrial por ser ótimo condutor de calor e eletricidade, sendo usado na indústria de eletrônicos. Também é utilizado como material dentário e principalmente joalheria. Em 1792, os EUA foram o primeiro país a usar o ouro com finalidade monetária. Na época, o dólar possuía o ouro e a prata como lastro. Isso durou até 1970, quando Nixon deu uma “banana” para o resto do mundo em rede nacional e tirou o lastro do dólar. Até então todas as moedas eram fixadas ao dólar, num sistema chamado Bretton Woods.

Prata

É um elemento metálico lustroso que conduz calor e eletricidade melhor que qualquer outro metal, com exceção do ouro. Sua extração é feita desde 2.500 antes de Cristo. Em 700 a.C. os gregos cunharam a primeira moeda de prata. Não é muito quimicamente ativo, podendo sofrer corrosão por enxofre e sulfetos. Por ser muito maleável na forma pura, costuma ser adicionado um pouco de cobre para se tornar mais rígido. Em termos industriais, a prata é usada para fotografia, sistemas elétricos, vidro e agente antibacteriano na indústria de saúde.

Cobre

Commodities CobreO cobre é o metal mais antigo usado pelos humanos. Sua utilização começou há mais de 10 mil anos. Já foi encontrado inclusive um encanamento de cobre na pirâmide de Quéops e ele se encontrava em bom estado mesmo após 5 mil anos. É um dos metais mais usados na indústria por ser excelente condutor elétrico, possuir propriedades anti-corrosivas e ser facilmente transformado em fios e cabos. O uso com finalidade elétrica do cobre corresponde a 75% do uso do metal. Também é utilizado para compor ligas, incluindo o bronze. Suas propriedades anti-bacterianas contribuem para ser usado em sistemas de ar-condicionado, superfícies de processamento de alimentos e em maçanetas de portas.

Platina

A platina é um elemento metálico relativamente raro, que é mais valioso que o ouro. É um metal acinzentado, com alto ponto de fusão. É maleável e possui alta resistência elétrica. É um material inerte, resiste ao ataque do ar, água, ácidos e outros reagentes comuns. Sua produção atual é pequena, cerca de 5 milhões de onças (1onça=31,1gramas) por ano, sendo que 80% vem da África do Sul. Sua incrível resitência torna-o bastante valioso para a indústria joalheira, que consome 51% de toda a produção. Cerca de 21% da produção vai para a fabricação de catalizadores de veículos, onde contribui para reduzir a emissão de gases poluentes. Também é encontrado no revestimento de discos rígidos de computador, cabos de fibra ótica, detectores de infra-vermelho, fertilizantes, explosivos, aditivos de combustível, materiais dentários, entre outros.

Paládio

É um elemento semelhante à platina. É extraído junto com esta, mas é de alguma forma mais comum, pois é também um subproduto da mineração do níquel. O paládio é usado principalmente nos catalizadores automotivos, sendo este 63% do uso do metal. Também é usado em equipamentos eletrônicos, materiais dentários e jóias.

Ferro

O minério de ferro é um material metálico composto por conteúdo ferroso (Fe), sendo o quarto elemento mais abundante no planeta. A especificação padrão comporta uma proporção de 62% de ferro. É matéria-prima fundamental na produção de ferro e aço, bases do setor industrial em todo mundo. Cerca de 98% da produção mundial de minério de ferro é usada na fabricação do aço. Os maiores produtores mundiais são China, Austrália e Brasil.

Commodities MilhoMilho

O milho é um vegetal nativo do continente americano. Pode ser cultivado em diferentes áreas do mundo, não importando a altitude. Pode ser cultivado em clima tropical e em lugares de muita ou pouca chuva. É usado principalmente para alimentação animal, bem como humana. Também possui derivados que compõem produtos diversos como aditivos de gasolina, combustíveis renováveis, adesivos, óleo culinário, margarina e adoçantes. É a cultura que ocupa a maior parte da área plantada dos EUA. O Brasil é o terceiro maior produtor mundial.

Trigo

O trigo é cultivado em regiões temperadas e é usado como alimento desde a pré-história. Existem dois tipos principais, o trigo de inverno e de primavera. Quando plantado na primavera para colheita no verão ou outono, o trigo é vermelho. Quando plantando no outono ou inverno para colheita na primavera é trigo branco. Este último corresponde a 3/4 da produção nos EUA. É usado principalmente na alimentação humana, correspondendo a cerca de 20% das calorias ingeridas pela população mundial. Seu produto principal é a farinha, mas ainda é usado na cervejaria, destilaria, fabricação de óleos, glúten, alimentação animal, etc.

Soja

A soja é uma leguminosa cuja semente contém 20% de óleo e 40% de proteína. Seu cultivo data de quase 3 mil anos antes de Cristo, na China. É a segunda maior cultura nos EUA e a primeira no Brasil, onde ocupa quase a metade da área de agricultura. Aqui, o processo de “tropicalização” da cultura permitiu o desenvolvimento da espécie em nosso país. Nosso produto é colhido na entressafra americana, onde os preços costumam ser maiores. O grande valor da soja está em seu alto componente proteico. Os derivados da soja incluem as sementes (torradas e feitas de snacks), óleo de soja para cozinha, farinha de soja, concentrados de proteína, proteína isolada da soja, leite de soja, fórmulas infantis, iogurtes, queijos, tofu, molho de soja (shoyu) e produtos alternativos à carne.

Arroz

O arroz é um grão cultivado em todos os continentes e é o principal alimento de metade da população mundial. Seu cultivo se iniciou há mais de 10 mil anos antes de Cristo na Ásia, de onde vem hoje cerca de 90% da produção mundial. Cresce em diversas altitudes, climas variados e em regiões úmidas e secas. No Brasil, primeiro país americano a produzi-lo, o cultivo se iniciou já na época do descobrimento. Além do uso tradicional como alimento, há diversos derivados do arroz como gérmen de arroz, farelo de arroz, xarope de arroz, proteína de arroz, etc.

Gado

Commodities GadoA produção de carne a partir do gado se inicia pelo processo de inseminação artificial ou pela reprodução natural dos animais. Os bezerros que nascem pós 9 meses, são criados junto das mães até os 6 a 8 meses, quando acontece o desmame. A partir daí, entra a fase de recria que vai até o período de acasalamento das fêmeas e engorda dos machos, que acontece entre os 2 e 4 anos de idade.A última fase, de engorda, dura cerca de 1 ano e acontece em pastagens ou confinamento. O peso ideal de abate é a partir de 17 arrobas de carcaça, mas varia de acordo com o tipo de engorda empregado. Estados Unidos e Brasil são os maiores produtores mundiais.

Suíno

Leitões nascem cerca de 2 vezes por ano, num ciclo contínuo que mantém o fluxo de produção. A gestação de um animal dura 3 meses e meio e nascem cerca de 9 filhotes por vez. Com 1 mês de vida, os leitões começam a receber suplementação alimentar, com a fase de engorda durando até os 6 meses de vida, época do abate. A China é o maior produtor e consumidor de carne de porco do mundo, com cerca de metade da produção. Além disso, são usados no meio médico, seja como fonte de insulina animal, seja para o uso de válvulas cardíacas, entre outros.

Leite

As primeiras evidências do consumo de leite de outros animais pelos humanos são datadas de 3.000 anos antes de Cristo. Ele pode ser originário de vacas, cabras, camelos, búfalos e lhamas. O maior produtor mundial é a Índia, com o Brasil ficando em 5º lugar. O leite tirado diretamente da vaca é chamado de leite cru. Após a retirada ele passa por um processo de centrifugação, homogeneização e pasteurização. Além do leite líquido tradicional, ele pode ser processado em leite em pó e leite condensado.

Algodão

O algodão é uma fibra vegetal natural que vem sendo usada há mais de 5.000 anos pelos seres humanos. Suas pequenas árvores levam um longo tempo de crescimento para produzi-lo, além de necessitar de muito sol e água durante o crescimento e de tempo seco durante a colheita. É usado numa ampla gama de produtos, desde vestuário até acabamentos para casa e produtos médicos. O valor do produto depende do comprimento, cor e aspecto das fibras. A China e a Índia são os maiores produtores mundiais.

Commodities LaranjaSuco de Laranja

Os laranjais são cultivados há mais de 4.000 anos na Ásia. Entretanto, atualmente os maiores produtores mundiais são Brasil e Estados Unidos, particularmente no estado da Flórida. O Brasil sozinho responde por 80% das exportações mundiais do produto. Após a década de 50 e em virtude de ser uma fruta bastante perecível, houve uma mudança no comércio da laranja, sendo a partir de então realizado sob a forma de suco concentrado e congelado de laranja. Pela enorme dependência de apenas duas regiões produtoras, seu preço está muito relacionado com as condições climáticas desses locais. Em 2005, o furacão Katrina destruiu laranjais nos EUA, provocando uma alta acima de 100% no preço do produto.

Café

O café é uma das commodities de maior valor no mundo. Há relatos de consumo desde o século IX, com o precursor das cafeterias atuais tendo sido aberto em Constantinopla no século XV. Os cafezais são cultivados em áreas tropicais, com chuva abundante e temperaturas médias e altas. Há dois tipos principais de café, o arábica e o robusta, o primeiro correspondendo a 70% da produção mundial. Os maiores produtores mundiais são Brasil e Colômbia. A produção mundial se dá o ano todo, entretanto o consumo tende a cair nos períodos de temperatura mais quente.

Açúcar

O pó branco, doce e cristalino é um componente orgânico chamado sucrose, que é composto de glicose e frutose. Vem de duas fontes principais, a cana-de-açúcar e a beterraba. A primeira é cultivada em países tropicais de clima quente, como o Brasil e Índia, enquanto a segunda cresce melhor em climas frios e temperados, como na Europa. Nos últimos anos, a produção mundial de açúcar tem caído e o consumo tem mantido um crescimento lento. Para o biênio 2015/2016 é esperado que o consumo supere a produção.

Cacau

O cacau é nativo da América do Sul e já era consumido na época  pré-colombiana. O cacau após o processamento é transformado em pó. Seu valor nutritivo, com 20% de proteína, 40% de gordura e 40% de carboidrato, bem como o típico aroma e sabor de chocolate o torna bastante valioso. Também é usado na fabricação de loções, produtos de beleza, bebidas, etc. Alguns países africanos, como Costa do Marfim, Gana, Nigéria e Camarões estão entre os maiores produtores mundiais, assim como o Brasil, Malásia e República Dominicana.

Commodities MadeiraMadeira

A madeira tem sido utilizada na construção por milhares de anos. Entretanto, foi a partir da revolução industrial que o processo de corte e preparo da madeira permitiu que o uso fosse largamente ampliado. O uso na construção serve além da estrutura (no caso dos EUA), para o piso, forro e teto. É dividido em hardwood e softwood. A primeira são árvores com folhas, incluindo o carvalho e a cerejeira e a segunda são árvores com espinhos, incluindo o pinheiro e o eucalipto. São padronizadas por tábuas cortadas em tamanhos específicos e graduadas de acordo com o número de defeitos de cada peça. É um mercado que não possui muita correlação com os outros investimentos, reduzindo o risco global de um portfolio.

Conclusão

As commodities são outro tipo de investimento muito popular no exterior, mas que poucos investem  no Brasil. E veja que o Brasil é destaque e está entre os maiores produtores do mundo em diversas delas. É um mercado cheio de oportunidades e assim como os demais investimentos possui momentos de alta e baixa. Entretanto, saber operar nesse mercado pode ser lucrativo tanto na alta, como na baixa, pois o acesso pelo mercado futuro de commodities, permite operar na compra ou na venda de contratos.

Portanto, se você conhecer e entender desse mercado, terá mais uma opção de investimento para compor sua carteira.

Bibliografia:

Intercontinental Exchange

CME Group

Barchart

Embrapa

United States Department of Agriculture