Mercado Forex: o que saber antes de investir

Forex é o mercado que mais movimenta volume financeiro por dia no mundo. São mais de U$ 4 trilhões negociados todos os dias. É maior que todos os outros mercados juntos. Entretanto, por não ser regulamentado no Brasil e as corretoras nacionais não poderem oferecer acesso a ele, é pouco conhecido e divulgado em nosso país.

Nesse artigo, você aprenderá o que é o mercado Forex, saberá quem opera nesse mercado, como funciona a negociação, o que interfere nas cotações, além de ver um exemplo de trade.

O que é Forex?

A sigla Forex deriva da abreviação das palavras inglesas “Foreign” e “Exchange”, que significam respectivamente Estrangeiro e Troca, ou seja, é uma Troca Internacional de Moedas.

Essas transações ocorrem sempre por meio de pares de moedas de países diferentes. Uma é trocada pela outra da mesma forma que um turista troca sua moeda pela moeda de um país que esteja visitando. As operações podem ser para fins de especulação, intervenção governamental, importação e exportação, dentre outros. A operação especulativa corresponde a mais de 95% do volume financeiro negociado.

Forex Notas e MoedasMas afinal de contas, quem negocia Forex?

Muitos investidores utilizam esse mercado como por exemplo grandes bancos comerciais e de investimento, bancos centrais, instituições financeiras, governos, especuladores de moedas, comerciantes, corretores de varejo, demais investidores institucionais, corporações internacionais, etc.

Para o investidor comum pode ser também uma forma de diversificação, assim como as outras classes de ativos, como ações e renda fixa. Também seria uma forma de fazer hedge em relação ao investimento em commodities, já que muitas moedas, como o Dólares Canadense e Australiano estão ligadas ao preço delas.

Participantes do mercado

As negociações em Forex necessitam da participação direta de três agentes principais:

Investidor: responsável pelo depósito da margem que irá garantir as suas operações no Mercado.

Corretora: é a responsável por fornecer a plataforma de operações e também alavancar as posições.

Banco: a corretora em geral trabalha com um banco de sua confiança e possui sua própria conta nesse banco. Nela estão as subcontas dos clientes. Os bancos também atuam como liquidantes das operações.

Como funciona o Forex?

Agora que você já sabe do que se trata o Mercado Forex, é hora de descobrir como funciona a nomenclatura das moedas negociadas. Primeiramente precisamos ter em mente que as principais moedas do mundo são: Dólar Americano, Euro, Libra Esterlina, Franco Suíço, Iene, Dólar Canadense, Dólar Australiano. São as moedas mais negociadas e chamadas de Majors. A nomenclatura é então definida da seguinte forma: as duas primeiras letras referem-se ao nome do país, por exemplo:

US – United States
GB – Great Britain
CH – Switzerland
AU – Australia

A terceira letra faz referência ao nome da moeda, como exemplo:

USD – Dólar dos EUA
GBP – Pound (Libra Esterlina)
JPY – Yen (Iene)
AUD – Dólar Australiano

Os principais pares de moedas são determinados, por convenção, da seguinte forma:

EUR/USD
USD/JPY
GBP/USD
USD/CHF

A primeira moeda é chamada de “moeda base” e a segunda é chamada de “moeda de cotação”. Quando vemos EUR/USD = 1,11565 significa que é necessário 1,11565 da “moeda de cotação” para comprar 1 unidade da “moeda base”. Neste caso, é necessário 1,11565 Dólares dos EUA para comprar 1 Euro.

Forex Euro DolarQuando o Dólar Americano não está presente no par de moedas, como por exemplo EUR/CHF e EUR/GBP, chamamos de Cross Currency. Essa disposição aumenta as possibilidades de investimento, mas se deve saber que a liquidez destes pares são menores e o spread entre compra e venda é maior.

Diferentemente da Bolsa de Valores, Forex não é centralizado e sim um mercado interbancário (over-the-counter). Todos os bancos do mundo que fazem parte do mercado estão interligados em uma rede que funciona 24 horas por dia. O mercado Forex abre oficialmente às 5:00 em Sidney (Austrália) e fecha na sexta-feira às 17:00 de acordo com o fuso horário de Nova Iorque (Estados Unidos). Isso lhe permite negociar a qualquer hora do dia ou da noite durante todo esse período. Vale lembrar que os horários de maior liquidez são quando os mercados de Londres e Nova Iorque estão abertos.

É um mercado chamado de bidirecional, ou seja, quando você compra uma moeda, está naturalmente vendendo outra. Isto lhe permite obter lucro em qualquer direção que o mercado andar. As análises de cada investidor podem apontar valorização ou desvalorização de uma moeda contra outra e ele pode montar qualquer operação (comprado ou vendido) a partir dessas conclusões, não importa quais sejam.

Comparativamente ao mercado de ações, há duas vantagens bastante visíveis no mercado Forex. A primeira é que operar vendido em Forex é bem mais simples. Basta dar a ordem de venda. A segunda é que não é necessário escolher entre centenas ou milhares de opções. O investidor de Forex foca em uma ou duas moedas. Essa especialização permite que o investidor tenha mais foco e opere com maior eficiência e conhecimento do mercado.

A plataforma de negociação do Forex também é totalmente eletrônica, o que lhe permite operar  com agilidade e de forma segura diretamente no mercado. As operações podem ser feitas de qualquer lugar do mundo, bastando apenas ter um computador com acesso à internet.

Por possuir elevado número de participantes e de transações, existe uma elevada liquidez (lembre-se de que são mais de U$ 4 trilhões negociados por dia), baixo spread (diferença entre as ordens de compra e venda de cada par de moeda) e baixo slippage (diferença entre o preço esperado para a operação e o preço em que efetivamente a operação ocorre) neste mercado.Forex Gráfico Euro Estes fatores permitem a você negociar a preços mais justos e com menor probabilidade de manipulação.

Também é um mercado que permite alta alavancagem, devendo o investidor estar atendo a isso para evitar exposição a riscos desnecessários. Da mesma forma que os ganhos podem ser espetaculares, as perdas podem ser grandes, se não for adotado um controle de risco adequado.

O que movimenta o mercado Forex?

Como tudo num livre mercado, é a lei da oferta e da procura que determina os preços dos pares de moedas no Forex. A alta procura por certa moeda elevará os preços dela, ao contrário de uma alta oferta que determinará uma redução de seu preço.

As notícias econômicas, que incluem a política econômica e monetária de cada país definida pelos bancos centrais, as condições econômicas descritas por meio de relatórios e também o anúncio dos vários indicadores econômicos. Existem ainda fatores políticos que influenciam o mercado cambial, como instabilidade política, queda de governos, resultado de eleições, etc. Todos esses fatores influenciam as cotações cambiais e as repercussões são imediatas, visto que o mercado funciona 24 horas por dia.

Importante salientar que se você estiver, por exemplo, trabalhando com EUR/USD, na realidade está observando as condições econômicas e financeiras dos Estados Unidos e da União Européia. As atualizações dessas condições são fornecidas por indicadores como: taxa de juros, evolução do PIB, Balança Comercial, taxa de desemprego, entre outros.

Os indicadores econômicos possuem data e horário programados de divulgação e durante o ano todo é possível saber em que dia e a que horas quais indicadores serão divulgados, como mostrado na figura abaixo:

Indicadores EconômicosSabemos que 90% das operações especulativas do Forex são baseadas na divulgação destes indicadores e na expectativa em torno deles. O mercado avalia se os números divulgados são maiores ou menores que o projetado e o quanto essa diferença impactará na economia de determinado país e em sua moeda indiretamente.

Em relação ao efeito das políticas econômicas no mercado cambial, temos como exemplo o fato do Banco Nacional Suíço (BNS) no ínicio de 2015 ter anunciado repentinamente que não mais manteria o Franco Suíço em uma taxa de câmbio fixa com Euro. O Franco Suíço disparou. Na época, 1 Euro valia 1,20 Francos Suíços. De um dia para o outro, o seu valor caiu para 0,85 Francos e a Bolsa Suíça desabou.

Essa política do BNS de fixar a taxa de conversão da moeda ao Euro vinha sendo adotada deste 2011 e fez o país acumular até 2014 mais de U$ 480 bilhões de reservas em moeda estrangeira, equivalente a 70% do PIB do país. Isto se explica pelo fato do BNS precisar criar Francos para comprar os Euros que entravam cada vez na Suíça. As medidas expansionistas do Banco Central Europeu impulsionavam ainda mais esta entrada. Tornou-se insustentável manter esse patamar de criação de Francos e a moeda suíça passou a se desvalorizar junto com a moeda européia na época.

A desvinculação do Franco Suíço com o Euro mostrou que o grande erro foi tentar criar um mecanismo artificial de controle cambial. Quem estava do lado oposto da movimentação, ou seja, comprado em Euro e vendido em Franco Suíço, amargou terríveis perdas. Corretoras que operavam alavancadas faliram no mesmo dia.

Na imagem seguinte, você verá o gráfico do impacto dessa medida no mercado de Forex. A corrida para o Franco Suíço e saída da moeda comum européia, fizeram o Euro desabar de maneira abrupta, pegando muita gente de surpresa.

Gráfico Euro Franco Suíço

Gráfico Euro/Franco Suíço quando da atuação do BNS no dia 15 de janeiro de 2015

Daí a importância de se entender o que ocorre nas medidas econômicas adotadas e na economia como um todo para evitar maiores surpresas em seus investimentos.

Iniciando no mercado Forex

Primeiramente, você precisa abrir uma conta em uma corretora internacional que tenha acesso ao mercado Forex. O segundo passo é aprender como funcionam as operações em Forex, que você verá a seguir. O terceiro passo é conhecer e utilizar as ferramentas de análise gráfica para desenvolvimento de estratégias de negociação. É possível e recomendável treinar essas estratégias em uma plataforma simulada em home-broker, antes de entrar com seu próprio dinheiro no mercado real.

Manter-se atualizado e informado sobre as atualidades políticas e econômicas mundiais também é importante, pois acontecimentos nesta esfera como já demonstrado influenciam o mercado de Forex.

Os custos de uma operação são muito baixos. Na maioria das corretoras não existe taxa de corretagem e os ganhos delas decorrem da pequena diferença entre preço da compra e o preço da venda, o spread como já falado.

A execução das ordens de operação ocorrem instantaneamente em dias normais de negociação e em menos de um segundo é possível entrar ou sair do mercado. Exceto nos dias em que o mercado está extremamente volátil. Em momentos assim, a corretora pode não garantir a execução da ordem no preço mostrado e pode ocorrer o chamado slippage, também já explicado anteriormente.

Operações em Forex

Existem três maneiras principais de operar Forex, são elas: Spot, Forward e Futuro.

O mercado Spot é o mais conhecido e com maior número de negociações entre os investidores individuais e especuladores. É nesse mercado que as moedas são negociadas de acordo com o preço de momento, reflexo do equilíbrio entre as forças de oferta e demanda.

Os mercados Forward e Futuro são bastante utilizados por empresas que necessitam realizar hedges cambiais em relação a uma data vindoura.  Portanto, não negociam valores atuais, mas sim um valor específico por unidade de moeda e relativo a uma data específica no futuro.

Vamos a um exemplo para você entender melhor como funciona uma negociação em Forex no mercado Spot.

Suponha o preço de momento assim para o par de moedas EUR/USD apresentado no home-broker:

Melhor oferta de compra (Bid): 1,11565

Melhor oferta de venda (Ask): 1,11575

Caso você queira operar na compra de Euro contra o Dólar, deverá pagar 1,11575. Caso queira operar na venda deverá vender por 1,11565. Isso obviamente quando se usa ordem a mercado (market order).

Forex Trade Ticket

Exemplo de tela de trade no mercado Forex

A diferença entre esses preços é o já conhecido spread. É dessa diferença na intermediação das negociações que corretora tira sua receita. No exemplo dado o spread é de 0,0001, ou 1 pip. Pip é a unidade padrão para o movimento de uma cotação,em geral corresponde à quarta casa decimal. Existem algumas exceções para essa regra da quarta casa decimal. A mais notável delas é a que se refere a cotação USD/JPY, onde o Pip é a segunda casa decimal. Necessário lembrar que cada par de moeda e cada corretora possui um spread diferente.

Então, vamos supor que você queira abrir uma posição de €100.000 frente ao dólar. Este é o valor habitual de uma posição no mercado Forex. Não será necessário ter o valor total em dólares para comprar essa quantidade de Euros. As operações em Forex são realizadas na conta margem, que é o valor determinado pela sua corretora, levando em conta seu saldo em conta corrente e o valor dos ativos que possui. Outros fatores como volatilidade e qual par de moedas se está operando também definem o valor de sua margem.

Margem  é um depósito ou garantia necessária para abrir uma ordem.

Também deve-se levar em conta a questão da alavancagem, que é a possibilidade de negociar grandes volumes de capital, usando apenas uma pequena parte.  A alavancagem permite amplificar os curtos movimentos do mercado cambial (A variação abrupta do Euro contra o Franço Suíço no exemplo dado  foi uma exceção), pois em geral o movimento das moedas em relação às outras ficam abaixo de 1% por dia.  Em geral, uma alavancagem padrão é de 50:1, ou seja, para cada dólar em sua conta margem, você pode movimentar até 50.

Alavancagem é dinheiro emprestado para aumentar o potencial de retorno.

Então, para abrir uma posição de €100.000, você precisaria de apenas 2.000 na conta margem.
Suponhamos então que algum tempo após abrir a posição, você visualiza novamente as cotações do par de moedas EUR/USD:

Melhor oferta de compra (Bid): 1,12115

Melhor oferta de venda (Ask): 1,12125

Houve uma valorização do Euro em relação ao Dólar dos EUA, você então decide vender ou fechar a posição. Lembrando que a venda é feita pelo valor do melhor preço de compra (Bid).

Calculamos assim o lucro da operação:

(Diferença de preço)*(valor nominal da operação)

(1,12115-1,11575)*(100.000)

(0,0054)*(100.000)

540 =>lucro

Caso você não queira pagar o preço de mercado, poderá usar uma ordem limitada (limit order) para comprar ou vender uma moeda. Nesse caso, em geral, você procura comprar por um preço menor que o do momento ou vender a um preço maior, colocando o valor exato em que deseja realizar a operação. Essa ordem só será executada se o mercado chegar no preço que você está pedindo. É uma forma de evitar o slippage.

Forex Grafico AzulDessa forma, é possível ver o quanto a alavancagem aumenta a possibilidade de lucro. Mesmo com o uso de apenas 2.000 de conta margem foi possível obter um lucro de 540 ou 27%. O mesmo valeria caso o mercado fosse na outra direção e a operação terminasse em prejuízo.

Por isso é extremamente importante ter disciplina, controle de risco adequado e não exagerar na alavancagem. É desse aspecto psicológico fundamental para quem deseja entrar e ter sucesso no mercado forex que falaremos a seguir.

A psicologia do investidor

O Forex visa facilitar as transações de Comércio e Investimento Internacional, permitindo que empresas e investidores convertam uma moeda para outra. Além disso, fornece um meio para os adeptos da especulação, o que adiciona maior liquidez ao Mercado.

No entanto, um dos fatores que ajuda a determinar os movimentos do mercado é a psicologia do investidor. As análises e intervenções humanas não só determinam o comportamento das variações cambiais, mas também a reação a estes mesmos movimentos irão influenciar no comportamento futuro das cotações.

É importante estar atento aos fatores psicológicos que afetam a sua tomada de decisão em relação aos investimentos. O medo é o principal deles. Naturalmente, durante uma operação no mercado financeiro, o investidor entra com sensação de que pode ganhar, mas durante o andamento da operação passa a pensar que pode perder, especialmente quando o movimento do mercado vai de encontro ao que havia previsto. Essas situações podem levar à paralisia e à falta de ação, deixando o investidor “perdido” e sem saber o que fazer.

Tenha em mente que você pode tomar medidas preventivas contra esse medo, entre elas operar em quantidades e lotes menores, reduzir a porcentagem de risco e a alavancagem, utilizar o Stop Loss ou trabalhar com gráficos de maior temporalidade para ter mais tempo de analisar o comportamento do preço.

Para obter sucesso no mercado financeiro é necessário assumir riscos, mas riscos controlados. Defina estratégias, seja aquelas baseadas em Análise Técnica, Price Action ou outras. É a estratégia que mostrará os momentos adequados de entrada e saída, o Stop Loss, o Stop Gain, mas é a sua disciplina em colocar a estratégia em prática que determinará seu sucesso ou fracasso no mercado de Forex.

Conclusão

Forex é um mercado que tem atraído cada vez mais investidores. Para obter lucro nesse segmento, é necessário conhecimento do mercado, elaboração de estratégias de entrada e saída das operações, paciência, disciplina e confiança na sua análise. Somente o investidor disciplinado e prudente é capaz de sobreviver no longo prazo.

Referências Bibliográficas:

Saxo Trading Academy

FX Academy

Investopedia

The Economist

Market Traders