O governo do Brasil é seu maior inimigo

Governo corrupto

O governo brasileiro irá sim prejudicar você e seus investimentos. Saiba como e veja o que fazer para se proteger dele

Existem coisas extremamente óbvias nesta vida, mas por algum motivo a maioria das pessoas tem dificuldade de perceber. Seja por costume ou falta de interesse em avaliar mais profundamente os acontecimentos do dia a dia, grande parte do povo apenas repete dia após dia a mesma rotina, persiste com o mesmo pensamento, as mesmas opiniões e não desenvolve nenhum espírito crítico em relação aos fatos que a cercam. Como bem falou Oscar Wilde “A maioria das pessoas apenas existe.”

Independente da sua idade, você já deve ter parado em algum momento da sua vida para fazer as seguintes indagações: Por que o governo não faz um sistema de saúde de qualidade? Por que não torna o judiciário mais eficiente? Por que o governo não faz um sistema educacional público de alto padrão? Por que o governo não faz obras que melhorem a infra-estrutura das cidades?

A maioria dos brasileiros ainda acredita que o governo deveria fazer alguma coisa para melhorar certos serviços e talvez você pense ou já deva ter pensado assim: “Essa gestão pública atual não está boa. Na próxima eleição nós elegeremos alguém mais competente, que irá fazer tudo funcionar melhor.”

Passa-se décadas, troca-se governadores, presidentes, prefeitos, deputados, senadores e o resultado é sempre o mesmo: Um altíssimo custo para os pagadores de impostos e serviços de péssima qualidade.

Agora avalie o seguinte raciocínio: “O governo não dá a mínima para o povo e nem para os serviços públicos. A classe política está preocupada apenas com si mesma e não possui interesse e nem conhecimento para tornar, quer seja o sistema de saúde, quer seja a educação e infra-estrutura em serviços de qualidade.”

hospital publicoNão que eu concorde com a intromissão do governo no mercado de educação, saúde ou qualquer outro ramo da economia, mas viu como tudo começa a fazer sentido agora? Faltam leitos e há enormes filas nos hospitais? O governo é incapaz de gerenciar hospitais de maneira eficiente. As estradas e ruas estão esburacadas e sem manutenção? O governo não faz a menor questão de resolver. As escolas públicas estão em péssimo estado de conservação? Não é prioridade para as verbas disponíveis. Analisando desta forma, tudo se encaixa.

Um pequeno parêntese aqui. Veja que o governo não se mete na produção de alimentos. Não há estatal que crie gado ou tenha frigorífico. Não há estatal que plante mandioca ou feijão. Na verdade, a contribuição do governo é financiar um grupo paramilitar que invade e destrói propriedades rurais! Mesmo assim, temos uma das agriculturas mais desenvolvidas do mundo, os alimentos no Brasil estão entre os mais baratos e a exportação de produtos agrícolas é o que equilibra a balança comercial do Brasil.

“O propósito da política não é solucionar problemas, mas achar problemas para justificar a expansão do poder do governo e um aumento nos impostos.” Thomas Sowell

Também já pensou em avaliar o currículo dos políticos? Que experiência profissional eles têm? Em que são formados? Disputaram vagas de emprego, foram promovidos e tiveram uma boa carreira? Já administraram algum tipo de empresa? O que sabem sobre administração? Já tiveram que lidar com chefes e clientes? Muitos deles começam a carreira política bem cedo, alguns durante a faculdade, como o atual governador de São Paulo, ou logo após e passam 20 ou 30 anos se elegendo em cargos públicos, onde o nível de exigência é bem menor que no setor privado e em geral há mínima cobrança por resultados? Resumindo, muitos se reelegem tanto que vivem praticamente numa realidade paralela à da maioria das pessoas.

Na verdade, as qualidades de um bom político para se reeleger são outras. Ele precisa ser bom em marketing, ter “boas intenções” e saber mentir com convicção. Se torrar o dinheiro dos pagadores de impostos nessas boas intenções então, o emprego está garantido por mais tempo. Perceba que para um político, investir “10” por aluno na escola contra “7” do governo anterior é um grande negócio, mesmo que o desempenho dos alunos continue ruim. A gestão pública é constantemente medida pela verba que se gasta e não pelos resultados. Quanto maior o investimento, maior o resultado eleitoral. Os gastos com educação, por exemplo, estão sempre aumentando e o resultado tem sido regularmente constrangedor. Uma receita ruim não melhora pagando-se mais caro pelos ingredientes.

cartão corporativo

E olha que o governo é bom em pagar caro com o nosso dinheiro. Vejo muita gente criticando monarquias, pois “não teria cabimento manter uma família real” e se esquece de que a possibilidade de você escolher o presidente tem saído muito mais caro e com menos resultados. A vida e gastos nababescos que levam nossos ilustríssimos políticos é motivo de espanto em todo o mundo e a simples existência dos cartões corporativos com gastos sigilosos e ilimitados já seria motivo de revolta no país.

O outro fator que ajuda o ocupante de cargos executivos a se manter no poder é a troca de favores. Você dá uns cargos para os meus indicados que eu apoio o seu governo e voto a favor do seus projetos. Ninguém está preocupado se esses projetos são úteis ou não, se vão contribuir para a economia ou se vão facilitar a produção e o emprego. Os políticos querem conseguir vantagens e cargos, mas não somente cargos. Querem cargos que ofereçam regalias e controlem o maior orçamento possível. Não precisa de mais de um neurônio para saber porque fulano de tal quer colocar um parente ou conhecido dele para administrar milhões em algum ministério ou órgão público.

Isso também serve para lembrar da enorme quantidade de ministérios federais que existem no Brasil, bem como do número de cargos comissionados. O objetivo simplesmente é empregar o maior número de correligionários possível. Há 39 ministérios no Brasil contra 15 nos EUA, um país com uma população 50% maior que a brasileira. Esses 39 ministérios são ocupados por mais de 113 mil apadrinhados e consomem R$ 424 bilhões da riqueza do povo brasileiro anualmente.

Evolução das receitas e despesas do governo federal

Só existe um fator pelo qual o governo brasileiro se preocupa com o povo. Na hora do pagamento de impostos. Cada vez mais sistemas sofisticados de informática são usados para cruzar dados e evitar a sonegação. Quem volta de viagem é revistado e os produtos importados são taxados em valores elevados. Existem impostos em toda a cadeia industrial, da produção ao consumo. Atualmente, a carga tributária brasileira é de 36% do PIB, ou seja, mais de um terço da riqueza do país é consumido em impostos. De outra maneira, a cada três horas que você trabalha, o governo fica com uma e mais um pouco. Pra efeito de comparação, em 1992, a carga tributária no Brasil era de 26% do PIB e a carga tributária média atual entre os países da América do Sul e Caribe é de 21%.

Como se já não bastasse o aumento colossal da tributação em cima dos brasileiros nas últimas décadas, as manchetes neste ano de 2015 só mostram que a situação ainda irá piorar muito. Todo dia o ministro Joaquim Levy pensa em formas de tomar o dinheiro dos brasileiros. A partir de janeiro, trouxeram de volta um imposto sobre combustíveis (Cide), além do aumento do PIS/Cofins sobre a gasolina e sobre as importações, aumento do IOF sobre empréstimos e financiamentos , aumento do IPI sobre cosméticos, aumento dos impostos sobre as bebidas, aumento das tarifas de energia elétrica, aumento da CSLL sobre o lucro dos bancos (que obviamente vai ser repassado aos clientes), entre outros.

Aí você analisa o que foi dito antes da eleição:

Ainda existe alguma dúvida de que ser mentiroso ajuda o político a se eleger?

O colapso brasileiro de 2015 nada mais é que o resultado da combinação entre todo o desperdício intrínseco à administração pública brasileira, o populismo sem limites e os maiores casos de corrupção da história da humanidade. E o que acontece quando o dinheiro é consumido pelo Estado numa velocidade maior do que ele consegue arrecadar? Ele manda a conta pra você.

“Um empresário não pode forçá-lo a comprar seu produto; se ele cometer um erro, ele sofre as consequências; se ele falhar, ele toma prejuízo. Um burocrata do governo força você a obedecer suas decisões, mesmo se você não concordar… Se ele comete um erro, você sofre as consequências; se ele falhar, ele passa o prejuízo pra você sob a forma de maiores impostos.” Ayn Rand

E todo esse aparelho governamental em diversas esferas, com a sua letargia, incompetência e o poder de interferir na vida do cidadão, é um grande atraso para o andamento dos negócios, da economia e da produção de riqueza pelos brasileiros. E ao mesmo tempo, esse sistema está de braços abertos para aceitar uma propina amiga dos grandes conglomerados empresariais e vender algumas facilidades  para eles. É o chamado capitalismo para os amigos.

E se você ainda tinha alguma esperança de que o Brasil possuía instituições democráticas e sólidas, a cereja do bolo veio sob a forma a aprovação com sobras do nome de Luiz Edson Fachin como ministro do STF. Olha só que ele pensa sobre a propriedade privada: “Se, ao invés de a propriedade rural ter uma função social, ela se tornar função social, concluir-se-á que não há direito de propriedade sem o cumprimento dos requisitos da função social. Essa configuração poderia permitir a um Estado democrático arrecadar todos os imóveis rurais que sejam enquadráveis nessa categoria, sem indenização. Se não há direito, logo, não há o que indenizar.” Ele é contra a propriedade privada, simplesmente um dos pilares que tornou os Estados Unidos a maior potência econômica do mundo.

“A propriedade é verdadeiramente um direito do ser humano tão real quanto a liberdade.” John Adams (segundo presidente dos EUA)

Onde eu quero chegar dizendo muita coisa que quem acompanha o noticiário está cansando de saber? O que isso tem a ver com investimentos?

A resposta é a seguinte. A todo momento, os brasileiros são expostos a fatos e acontecimentos, que mostram claramente que o governo do Brasil existe para não funcionar, para lhe prejudicar e tomar o que você produz. O pedágio pago ao governo brasileiro para trabalhar, produzir, investir e enriquecer é extremamente alto. Muito da riqueza que você poderia ter acumulado pra si próprio e pra sua família, simplesmente some das suas mãos.

“Não, o Brasil não é um bom lugar para se investir. O governo brasileiro está cometendo erros. Deveria ser um lugar maravilhoso para investir, mas seu governo segue cometendo erros, colocando tarifas especiais contra alguns de seus melhores parceiros, controle cambial e por aí vai. O Brasil segue fazendo coisas que restringem a economia. Por isso, não estou investindo e não quero investir no Brasil, enquanto tiverem um governo anti-capitalismo ou anti-eficiência. Enquanto tiverem um governo que não entenda a economia eu não quero investir aí.” Jim Rogers (2013)

O caso da Petrobras, como eu já mencionei, pegou muita gente de surpresa. Vendida como orgulho nacional e o pré-sal sendo a garantia de um futuro brilhante para o país, é a grande vergonha nas manchetes nacionais e internacionais. Aí o acionista olha esta manchete recente Ex-diretores da Petrobras abriram contas de R$ 108 milhões em Mônaco e vê o que Paulo Francis já dizia há cerca de 20 anos e não tem outra escolha a não ser aceitar o papel de palhaço.

Sabe aquela empresa que você investe na Bolsa? Vai reduzir os dividendos, porque o governo aumentou o imposto e ela irá lucrar menos. O seu investimento na empresa de logística vai render menos agora que ela vai pagar mais caro pelo combustível e o lucro será afetado. E assim por diante. Os exemplos são diversos:

Aumento de tributo tira R$ 56,8 bilhões da Bolsa em apenas 5 dias

Após MP, elétricas perdem R$ 34 bilhões do valor de mercado

Alta do dólar prejudica ações de ao menos 22 empresas na Bovespa

Assim é o Estado: Se tem alguém fazendo sucesso e lucrando, ele precisa tomar uma parte. E uma parte grande. E não, isso não vai ser revertido em benefícios sociais ou seja lá o que dizem. O sistema público de saúde do Brasil não melhorou com a criação da CPMF e não piorou devido ao fim deste imposto.

Não pense que será fácil mudar. Está tudo sob controle. Executivo, Legislativo e Judiciário são um corpo só. Vai haver uma briga ou rusga aqui e ali, mas é tudo em família. Está todo mundo na mesma mesa da festa. Festa de que alguns usufruem e nós pagamos a conta. E mesmo assim o que muitos brasileiros fazem para se proteger? Nada!!! Há algumas soluções. Alguns partem para a economia informal, o que diminui a tributação, outros abrem uma conta no exterior e adquirem imóveis nos Estados Unidos. Esta última é uma conduta que vem na onda do que argentinos e venezuelanos começaram a fazer há um bom tempo.

E a internacionalização é a maneira mais eficiente de proteger seu patrimônio e sua riqueza da mão grande do Estado brasileiro. Se associada a empresas do tipo LLC, IBC, trusts ou fundações em países que seguem o Estado de Direito e respeitam a privacidade, as chances de evitar um confisco ou uma tributação adicional são ainda maiores.

“Tire o dinheiro do seu país antes que seu país o tire de você.” WG Hill

Em breve falaremos mais sobre estruturas offshore no exterior e como usá-las de maneira legal para proteger seu patrimônio. E lembre-se sempre de que enquanto o seu dinheiro estiver dentro de um banco brasileiro, ele ficará a apenas uma assinatura de distância de um governo faminto e sem escrúpulos.

 

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Este post tem 36 comentários

  1. Avatar

    Cara,

    Onde assino embaixo? Excepcional. Texto irretocável, que qualidade de escrita. Gostaria de falar com vc, como faço? Abraço.

  2. Avatar

    excelente texto!!!

  3. Avatar

    Excelente artigo.. parabéns…

  4. Avatar

    Perfeito em todas as colocações…!!
    Todos nós assinantes continuamos ansiosos por novos posts tão bem escritos e pontuais como o de hoje!!
    Continue o belíssimo trabalho.
    Parabéns!!

  5. Avatar

    Olá Investidor Int.

    Ótimo texto.

    O Brasil acabou, é hora de fazer as malas e cair fora daqui.
    Primeiro passo é salvar o dinheiro, mandando-o para fora.
    Certamente seu site será muito útil para isso.

    Abraço

    1. Investidor Internacional

      Olá,

      Aqui que está. Eu não acho que o Brasil vá acabar, porque na verdade o Brasil é assim.

      Claro que a ameaça bolivariana é real e adiciona uma gravidade a mais na situação.

      Abçs!

  6. Avatar

    Grande reflexão. Grande exposição. Um texto que é um brinde à inteligência e à capacidade de raciocínio. Parabéns.

  7. Avatar

    Cara, não tenho muito o que falar, seu texto é vergonhosamente óbvio, pena que poucos percebem isso.
    Acredito que vc é libertário, não? Eu sou e não vejo sentido em não ser.
    O governo é muito mais que uma pedra no sapato, ele destroi a vida das pessoas ao mesmo tempo que passa a imagem de bonzinho, de ajudar tudo e todos e esse é o grande perigo.

    Brasil já era, nêgo tem que ser muito burro ou ingênuo pra acreditar numa melhoria. O negócio é ganhar dinheiro aqui enquanto dá e se mandar.

    Grande abraço!

    Corey

      1. Avatar

        Ah! vai uma dica: essa caixa pra colocar o email e receber newsletter é chata pra caramba, a gente simplesmente não tem opção de não faze-lo. Outra coisa, esse lance de ter que colocar nome/email pra comentar tb é chato, acaba afastando possíveis comentaristas. Abraço!

        1. Avatar

          Olá,

          Obrigado pelo feedback.

          Vou ajustar o popup para não ser repetitivo. Caso não queira colocar o e-mail, basta clicar fora da caixa que ele some.

          A identificação nos comentários é mais para saber quem está comentando.

          Abçs!

  8. Avatar

    Parabéns pelo texto! Excelente e bem esclarecedor! Estou ansioso para a parte de empresas offshore e proteção do patrimônio. Fica de sugestão para o ser o próximo post. rs

    Abraços

    IV

  9. Avatar

    Excelente texto! Infelizmente o brasileiro repete como um papagaio: ” Se os serviços públicos fossem bons seria justificável o imposto exorbitante…” Que absurdo! Pagar imposto nunca é bom, é sempre um estupro na sua privacidade financeira. Estou ansioso para o próximo artigo sobre estruturas offshore no exterior. Muito aprendizado a cada novo artigo. Continue com o bom trabalho! Nós agradecemos muito!

    Em tempo: o SUS não funciona. Sistema paternalista comunista totalmente inviável para um país continental. A conta é muito alta e o resultado é inoperante e emperrado. E é comum a compra de votos ou mesmo propina por uma Ressonância Magnética por parte da secretaria de sáude local. Fora Dilma!

  10. Avatar

    Olá Investidor Internacional, tenho 18 anos e a algum tempo venho estudando sobre assuntos da Bolsa. Nunca investi dinheiro real ainda, eu iria iniciar na bovespa mas tinha um pé atrás por causa desse governo do nosso país. Você acha que é recomendado eu iniciar os investimentos diretamente fora do país? Ou seria melhor pegar uma ”experiencia” no nosso país? Aliás, blog ótimo, obrigado por destinar seu tempo para trazer tantas informações importantes. Abs.

    1. Investidor Internacional

      Olá,

      É realmente muito pessoal decidir quanto investir no Brasil e quanto investir fora.

      A vantagem de se investir fora é que você pode inclusive comprar ações de empresas brasileiras. Muitas são negociadas nos EUA como ADRs.

      Para quem está começando, antes de mais nada, eu acumularia patrimônio em ativos de renda fixa. Há diversas opções, como CDBs, LCIs, LCAs, LCs, Tesouro Direto, etc.

      Depois quando você estiver estudado mais e com um bom patrimônio, será capaz de montar uma alocação de ativos que se encaixe nos ses objetivos. A vantagem de se investir no exterior é que com 3 a 5 ETFs você consegue uma diversificação a nível mundial.

      Abçs!

  11. Avatar

    Excelente Artigo, Parabéns!

  12. Avatar

    Parabéns II,
    mesmo tendo escrito há 1 ano, continua mais atualizado do que nunca.
    Governo cada vez mais sem credibilidade, impostos cada vez mais altos, burocracia e corrupção por todo lado.
    Triste…

  13. Avatar

    Ótimo artigo!. Leitura esclarecedora do Brasil de ontem de hoje e do futuro. Ou seja não vai mudar.

  14. Avatar

    Estive pensando sinceramente em sair do brasil, e ir morar nos EUA, la pelo menos você trabalha e o dinheiro e seu, e isso e o que não acontece no brasil, aqui você trabalha e o seu salario não e seu, o seu salario e do governo, o governo recebe seu salario no seu lugar

  15. Avatar

    o problema do brasileiro e ser covarde, tão covarde que até aceita que um politico o chame de frouxo e ainda come a sua própria esposa na frente de seus próprio filhos, e no final o brasileiro ainda olha para o politico e diz ou “desculpa” ou “???”, e no final a própria justiça ainda o protege e se o brasileiro fala alguma coisa se quer ele e sumariamente demitido de seu cargo publico, mesmo sabendo que possui 67 anos e nunca… nunca mais vai conseguir um outro emprego porque sua idade não permite e ainda perdeu até o sua aposentadoria, ou seja o brasileiro fica desempregado e ainda e forçado a pagar aqueles mesmos impostos altíssimos. No brasil os políticos são tratados como reis e rainhas, se você ataca um você e preso e condenado quase que a prisão perpetua, agora se um politico te matar ele continua solto e ainda tira um maior sarro da sua desgraça. no brasil você já ouviu algum politico ser vitima de alguma facção criminosa?, ou ser sequestrado?, nunca vi isso em jornais, talvez sejam amigos não e?, não se diz que “uma mão lava a outra”.

  16. Avatar

    Parabéns agradecido por ter gente boa nesse nosso Brasil .Seu post está excelente e é muito esclarecedor vou fazer o possivel para divulgar parabéns!!

Deixe uma resposta

Posts com maior repercussão

Fechar Menu