Alocação de ativos para 2016 (Ações)

Alocação de ativos - Ações

Alocação em ações para carteira de investimentos 2016

Agora que você já conhece a alocação de ativos que compõe a carteira modelo para 2016, a partir desse artigo irei descrever ativo por ativo para você saber mais sobre cada um escolhido.

No total são 30 ativos diferentes divididos em Ações, Renda Fixa, REITs, Alternativos, Dinheiro e Metais Preciosos.

Pra não ficar muito longo começarei sobre os ativos que compõem a parte de Ações e que correspondem a 20% do total da carteira. Em breve, entrarei em mais detalhes sobre as outras partes.

Guggenheim Defensive Equity ETF

Este ETF administrado pela Guggenheim e negociado na NYSE Arca segue o índice Sabrient Defensive Equity. O índice procura focar em ações de empresas com valuation atrativo, contabilidade conservadora e bom histórico de pagamento de dividendos.

Fornece exposição a setores defensivos da economia que historicamente performam melhor em momentos de queda do mercado acionário. Dessa forma contribui também para redução da volatilidade do portfolio. Além disso, possui uma distribuição em pesos iguais de todas as 100 ações selecionadas.

Distribui dividendos anualmente em dezembro e desde a criação em 2006 tem proporcionado retornos anuais de 6,09% em média.

PowerShares DWA NASDAQ Momentum Portfolio ETF

Gráfico AltaÉ um ETF administrado pela Invesco Powershares e negociado na NYSE Arca. Baseia-se no índice Dorsey Wright® NASDAQ Technical Leaders. Este índice seleciona de um universo com as 1.000 maiores empresas negociadas na NASDAQ as 100 primeiras de acordo com um método proprietário baseada na força relativa ou momentum. É uma característica que segue a evolução dos preços das ações no médio e longo prazo.

Este ETF possui exposição balanceada entre ações de empresas grandes e pequenas, com mais ênfase nas ações de crescimento. Distribui dividendos trimestralmente.

Market Vectors Gold Miners ETF

ETF administrado pela Van Eck e negociado na NYSE Arca procura replicar o índice NYSE Arca Gold Miners que segue a performance geral das empresas relacionadas ao setor de mineração de ouro.

São 40 ações no total correspondendo às principais mineradoras de ouro do mundo. Engloba não só empresas americanas, mas também canadenses (cerca de 50% do total), australianas, britânicas, chinesas e sulafricanas.

O investimento nesse setor busca capitalizar na recuperação dos preços do ouro no mercado internacional. Para cada percentual de variação no preço do ouro, o preço das ações do setor costumam variar de 2 a 3 vezes mais.

Distribui dividendos anualmente em dezembro.

iShares MSCI Europe Minimum Volatility ETF

Administrado pela iShares e negociado na Bolsa Suíça, este ETF segue o índice MSCI Europe (Reino Unido+Europa Continental) com foco em ações de baixa volatilidade (Minimum Volatility). Com isso, seleciona empresas mais estáveis, cujos preços das ações não costumam apresentar muitas diferenças entre os preços mínimo e máximo de determinado período.

Alocação de AtivosA maior parte da alocação está em empresas do Reino Unido (35%) e em relação aos setores da economia tem 20% alocado em consumo não cíclico, 19% no setor financeiro e 14% em saúde.

É um fundo que tem tido uma boa performance desde sua criação em 2012. Apresenta retorno anualizado de 12,7%. Também é um fundo que não distribui dividendos. Todo o dividendo recebido é reaplicado, o que potencializa os retornos no longo prazo.

iShares MSCI AC Asia ex Japan Index ETF

Este ETF é administrado pela iShares e negociado na Bolsa de Hong Kong. Segue o índice MSCI All Country Asia ex-Japan, que inclui empresas dos países asiáticos, com exceção do Japão.

A distribuição em termos de países apresenta maiores exposições 33% em China, 17% em Coréia do Sul, 15% em Taiwan e 9% na Índia.

Já no que se refere a setores da economia, temos principalmente 38% em setor financeiro, 21% em Tecnologia da Informação e 8% no setor industrial.

Este ETF é negociado em lotes de 200 unidades, distribui dividendos anualmente em dezembro e possui retorno anualizado de 10,8% desde a criação em 2009.

Value Japan ETF

É um ETF negociado em Hong Kong que segue o índice FTSE Value-Stocks Japan, composto por 35 ações de valor entre as que estão listadas nas Bolsas de Tóquio e Osaka.

O índice procura encontrar empresas subavaliadas pelo mercado, além daquelas com um bom histórico de pagamento de dividendos. Ainda, procura-se filtrar as que possuem bons indicadores fundamentalistas, como ROE (return on equity), Margem operacional e baixa alavancagem. Procura ainda uma visão contrária ao mercado, excluindo empresas com consenso entre os analistas.

O setor financeiro compõe 34% do ETF, os bens de consumo 31% e o setor industrial 22%. As maiores alocações estão em Bridgestone, Nissan, Mitsui & Co, ORIX, Fuji Heavy Industries, Toyota e Honda.

Proshares Short S&P 500 ETF

Dólar e EuroÉ um ETF negociado na NYSE Arca e administrado pela Proshares. Procura seguir o retorno inverso ao índice S&P 500 de maneira diária. É uma maneira de ficar “vendido” no índice americano que se encontra perto de seu pico histórico.

Não se deve permanecer por períodos longos com ETFs inversos, pois com o tempo, os custos distorcem a relação com o índice principal.

Foi colocado mais para conhecimento dos leitores. Uma maneira mais fidedigna de operar vendido no mercado seria com o uso de contratos futuros, que serão discutidos no futuro.

Este fundo é colocado com distribuição trimestral de dividendos, mas não tem distribuído desde 2009.

Em breve, serão abordados as demais alocações com os detalhes sobre cada ETF escolhido.

 

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

Posts com maior repercussão

Fechar Menu