pokemon go

O novo fenômeno do momento vem do Japão, mas tem muita gente ganhando com isso

Provavelmente você já ouviu falar de Pokémon Go, o jogo que é a sensação do momento mundo afora. Se não conhece, seu filho com certeza conhece.  Pokémon Go, lançado no dia 7 de julho último, é o jogo para smartphone de maior sucesso da história.

O jogo já se estabeleceu no primeiro lugar em downloads e em receita tanto na iTunes, quanto no Google Play. Já possui uma média perto de 21 milhões de usuários diários nos Estados Unidos, superando o recordista anterior, a franquia Candy Crush, que bateu 20 milhões em 2013. Hoje, os americanos já gastam mais tempo no jogo do Pikachu do que no Whatsapp e no Facebook. O número de usuários também já chegou perto do Twitter e o número de instalações já é maior que o do Tinder. Falta pouco para o jogo ultrapassar o Snapchat e o próprio Google Maps entre os aplicativos do sistema Android.

Agora você deve estar se perguntando:

O que o Pokémon tem a ver com um site de investimentos?

Eu respondo: Tudo, principalmente se você respondeu “nada” à pergunta do título!

Leia este artigo até o final para entender o por quê.

Um pouquinho de história

Pokémon é uma franquia de mídia gerenciada por um consórcio que inclui a japonesa Nintendo entre seus controladores. Foi criado em 1995 e estreou em jogos eletrônicos em 1998 no GameBoy.  Com os desenhos e produtos associados, estima-se que tenha gerado até 2016 algo em torno de U$ 46 bilhões em todo mundo. Uma bela marca.

Niantic Labs No que se refere ao jogo atual, Pokémon Go, a primeira coisa que você precisa saber é que na verdade ele não foi criado pela Nintendo. O jogo foi desenvolvido pela americana Niantic Labs. Esta pequena empresa de capital fechado, começou como uma startup interna do Google e foi separada como empresa independente em 2015. Além de ser uma controladora da marca Pokémon, a Nintendo também fez um investimento na empresa e ficou sócia do Google.

Quem está ganhando com tudo isso?

Quando um sucesso fora-de-série como esse acontece, o mercado internacional fica agitado, tentando encontrar as empresas melhor posicionadas para lucrar com ele.

Apesar dele poder ser baixado de graça, há compras a serem feitas no interior do jogo que incrementam a experiência dos usuários. Para ter recursos adicionais, eles devem comprar PokeCoins. 100 PokeCoins custam U$0,99  e o maior conjunto com 14.500 moedas custa U$99,99.

O grande beneficiário disso tudo é a Nintendo (TOK:7974).  A ação da empresa que fechou o dia do lançamento ao preço de 14.380 ienes, terminou o último dia 22 a  28.220   ienes, uma alta de 96,2%. Pra você ter uma idéia, o valor de mercado da criadora do Super Mário acabou de superar o da Sony. Uma outra fonte de receita para a empresa estará na venda de um acessório para o jogo, chamado Pokémon Go Plus e que ainda não está sendo vendido.

NintendoO Google (NAS:GOOG) obviamente é a segunda empresa que vêm à mente. Além de ser dona de boa parte da desenvolvedora Niantic, o Google recebe um percentual das compras realizadas no jogo através dos aparelhos Android. Não bastasse isso, também fatura com uso de sua estrutura em nuvem.

Outra empresa que deve embolsar bastante é a Apple (NAS:APPL). A empresa ganha em média 30% das vendas realizadas através dos aparelhos com iOS, sejam iPhones, iPads ou Ipods. Estima-se que o gasto dos usuários de Pokémon já é 10 vezes maior que o dos jogadores da série Candy Crush. Saiba que Candy Crush teve receitas de U$ 1,1 bilhão em 2013 e de U$ 1,2 bilhão em 2014 e faça as contas. A análise mais otimista prevê receitas de U$ 3 bilhões para a Apple nos próximos 2 anos. O único porém é que U$ 3 bilhões não fazem muita cócega numa empresa que tem mais de U$230 bilhões de receitas anuais e mais de U$ 53 bilhões de lucro por ano.

Uma pequena empresa de acessórios pouco conhecida também já vê suas ações dispararem diante do sucesso do jogo. A Zagg (NAS:ZAGG) já teve alta acima de 40% no mês. Ela adquiriu no começo do ano uma fabricante de capa-bateria para smartphones chamada mophie. Pokémon Go, além de consumir muita bateria, é jogado ao ar livre, bem longe das tomadas. As próprias revistas especializadas têm orientado a necessidade de baterias backup e cases de extensão de bateria para o jogador não ser interrompido por falta de energia.

Outras empresas que irão se beneficiar são as operadoras de telefonia celular. Nos Estados Unidos, o CEO da T-Mobile (NAS:TMUS) disse o número de downloads dobrou durante o fim de semana pós-lançamento e o consumo de dados quadruplicou. Nesse setor, Verizon (NYSE:VZ), AT&T (NYSE:T) e Sprint (NYSE:S) são outros beneficiados no mercado norte-americano. Muitos usuários terão que pagar planos mais caros para dar conta do volume de dados que o jogo necessita.

t-mobileAs operadoras de telefonia talvez sejam o único paralelo que podemos traçar com as ações brasileiras, já que a Vivo (BOV:VIVT3) e a Tim (BOV:TIMP3) são negociadas na BM&F Bovespa. A questão é que o jogo ainda não chegou ao Brasil e o brasileiro não tem tanto poder aquisitivo assim para bancar planos de dados maiores e mais caros.

A venda de carregadores para celular e cases próprios de extensão de bateria também podem ter um pequeno impacto nas receita dos vendedores de eletrônicos no varejo. Os maiores players nesse segmento do mercado americano são BestBuy (NYSE:BBY), Wal-Mart (NYSE:WMT) e Amazon (NAS:AMZN). Entretanto, esse impacto não deve ser tão relevante.

O grande problema

Nem tudo são flores. O sucesso meteórico no mundo dos jogos para smartphones em geral é seguido de um esquecimento avassalador. A própria King Digital, criadora de Candy Crush, aproveitou o sucesso do jogo e lançou suas ações na NASDAQ. Em poucos meses, viu o valor da ação despencar para cerca de metade do preço. No final, a empresa foi vendida para a Activision Blizzard (NAS:ATVI) por valor abaixo do IPO.

A Rovio, criadora do Angry Birds se jogou de corpo alma ao redor dessa única série. Com a perda do apelo do jogo pelos usuários, a empresa foi perdendo receitas e passou um 2015 difícil. Em 2016 tenta se recuperar com o lançamento do filme e de outros produtos. A OMGPop criadora do Draw Something também foi rápido do céu ao inferno. Acabou adquirira pela Zynga e fechada em 2013.

Em geral, esses jogos viram mania durante algum tempo, podendo variar de meses a alguns anos. É quando os usuários se cansam e mudam para outra mania. Surfar diretamente nesses sucessos é bastante difícil, pois eles são imprevisíveis. Diferentemente de filmes, por exemplo, não existe uma receita pronta de jogos que se tornarão um sucesso mundial.

A grande novidade

Se é imprevisível prever um sucesso no mundo dos games para smartphones, pode-se afirmar também que a empresa que realmente criar algo novo tem muito mais chances de fazer o sucesso se tornar perene.

Pra quem não sabe, Pokémon Go é o primeiro jogo de relevância da categoria “Realidade Aumentada”. Usando o sistema de GPS e o Google Maps, o jogo cria e distribui pokémons virtualmente em diversos locais próximos a você. O seu trabalho é encontrar e capturá-los usando a câmera do smartphone. O único jogo semelhante foi um chamado Ingress, da própria Niantic, que teve um relativo sucesso, mas nada comparado ao atual.

O sucesso estrondoso do jogo mostra duas coisas. A primeira é que os usuários estão fascinados pela técnica de Realidade Aumentada e ela pode vir a ser uma nova tendência entre os desenvolvedores de jogos. A segunda é que a marca Pokémon é muito forte e conta com uma ampla base de fãs no mundo inteiro. Dentro da Nintendo, só vende menos que o Super Mário. Aliás ambas as séries são disparadamente as que mais venderam para a empresa japonesa.

Conclusão

Apesar de Pokémon Go estar criando bilhões de dólares em valor de mercado para a Nintendo, a empresa ainda não é unanimidade para os analistas. Primeiro que a empresa ainda sofre com a competição no mercado de consoles. Segundo que o jogo nem foi criado por ela, como você já viu. Ao contrário dos jogos para console onde a Nintendo recebe a maior parte do bolo, nessa história ela fica com uma parte menor. Aliás, a Nintendo nem tem uma estratégia bem determinada para vender suas marcas mais conhecidas como Mário ou Zelda nos aparelhos portáteis. Talvez a solução fosse licenciar as marcas para terceiros mais capacitados desenvolverem os jogos.

pokemon goJá a Zagg deve apresentar prejuízo no próximo trimestre. Ainda é cedo para afirmar qual o real aumento das vendas dos acessórios de bateria que a empresa fabrica. Por enquanto ainda permanece uma aposta de risco.

As apostas mais seguras nesse mercado estão nas empresas de telefonia e nos gigantes de sistema operacional móvel, Google e Apple. Independente da mania do momento, as compras continuarão sendo feitas na iTunes ou no Google Play e a rede de dados das empresas de telefonia continuarão sendo usadas.

A Microsoft já mostrou que ser dona do sistema operacional nos PCs é ter o controle do mercado. O mesmo se mostra agora nos sistemas portáteis, onde o iOS e o Android são dominantes e tudo é feito pagando pedágio para a Apple e o Google. Independente do jogo que se esteja jogando, o dono da bola sempre se beneficia.

Pra finalizar, já reparou quantos produtos de grande sucesso mundial são criados nos Estados Unidos? Mais importante, já percebeu o quanto esses sucessos comerciais, sejam jogos, filmes, redes sociais, buscadores de internet, smartphones também beneficiam milhões de investidores? Quantas vezes você viu empresas brasileiras alcançarem sucesso nesses patamares? Poucas. E ainda quantas delas são de capital aberto com a possibilidade de você também lucrar com elas? Que eu me lembre, nenhuma.

Enfim, não deixe seus investimentos restritos à essa parte burocrática e limitada do planeta. Abrir uma conta bancária no exterior é fácil. O mundo está cheio de oportunidades.

 

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Este post tem 10 comentários

  1. Avatar

    Fantástico! E em breve aposto que teremos mercado de venda de Pokemons como o gold Farming do World of Warcraft! Bem legal o artigo!

    1. Investidor Internacional

      Olá Bruno,

      Não sou muito antenado nesses detalhes, mas em geral todo produto gera um grande mercado à sua volta.

      Abçs!

  2. Avatar

    Impressionante a reação da Nintendo no mercado à este lançamento. Empresa que estava praticamente ficando da sombra da Sony e da Microsoft.
    Grande abraça!

    1. Investidor Internacional

      Olá Uó,

      Eles têm grandes personagens que só precisam encaixar no produto certo.

      A meu ver, a soma de um modelo de jogo novo e interessante com um personagem extremamente popular resultou nesse sucesso todo.

      Qualquer dia será possível jogar virtualmente Mario Kart nas avenidas da cidade. O problema serão os acidentes.

      Abçs!

  3. Avatar

    Ótimo artigo! Vc mostrou como outras empresas se beneficiam indiretamente do sucesso de outras… Acho que tem que “surfar’ o momento enquanto for possível, até chegar uma nova “modinha”.

    1. Investidor Internacional

      Olá M1M,

      Pra quem é mais arrojado é possível especular em cima disso, sabendo que não é tão simples.

      Entretanto, algumas empresas se beneficiam sempre, caso da Apple e do Google.

      Abçs!

    1. Investidor Internacional

      Olá Rodolfo,

      Uma nova era que já tem algum tempo. É que no Brasil, principalmente na Bolsa, é bem mais limitado.

      Já estou com bastante informação acumulada sobre o provável nova onda tecnológica.

      Qualquer dia publico.

      Abçs!

  4. Avatar

    olá, blz

    Gostaria que vc escrevesse um artigo sobre o japão.

    Queria que vc explicasse um pouco sobre a divida publica deles,
    Quais as chances deles ficarem igual a grécia,
    O japao é a 3° maior esconomia do mundo, caso ele quebre isso poderia causar uma crise mundial muito forte?

    Valeu!!

    Parabens pelo site!!

    1. Investidor Internacional

      Olá Lucas,

      Em breve, colocarei mais conteúdo na página dos países. A do Japão é essa.

      Toda dívida pública é um grande problema. Afinal de contas, ela nem deveria existir.

      Tem um artigo interessante pra você que fala sobre o Japão.

      Abçs!

Deixe uma resposta

Posts com maior repercussão

Fechar Menu