Quais países retêm os melhores talentos?

//Quais países retêm os melhores talentos?

Veja mais um ranking internacional onde o Brasil passa vergonha

No começo de 2017, a INSEAD, escola francesa de negócios, em associação com o grupo Adecco e o Instituto de Liderança em Capital Humano de Cingapura, divulgou seu relatório anual que mede a habilidade dos países de competirem por talento.

O chamado Índice Global de Competição por Talentos, ou Global Talent Competitiveness Index, mede como os países crescem, atraem e retêm talentos. É um material importante que pode ser usado para os países saberem onde podem mudar se quiserem atrair as pessoas mais capacitadas do planeta.

O tema deste ano foi “Talento e Tecnologia: Moldando o futuro do trabalho”. O relatório avaliou como as mudanças tecnológicas estão mudando a competição por talento e se por um lado muitos profissionais estão sendo substituídos por máquinas, por outro novas oportunidades estão sendo criadas. Desta forma, pessoas e empresas terão que se adequar a uma nova forma de trabalho mais eficiente que incorpore essas novas tecnologias.

Quais os melhores países para reter talentos?

Pra variar, Suíça e Cingapura ocupam o topo do ranking. Reino Unido e Estados Unidos vêm logo em seguida, assim como Austrália e Luxemburgo. Os quatro países nórdicos, Suécia, Dinamarca, Finlândia e Noruega também estão bem posicionados e fecham o top 10.

  1. Suíça
  2. Cingapura
  3. Reino Unido
  4. Estados Unidos
  5. Suécia
  6. Austrália
  7. Luxemburgo
  8. Dinamarca
  9. Finlândia
  10. Noruega

Não é nenhuma surpresa. Se você acompanhou os rankings de liberdade econômica e o de facilidade para fazer negócios, sabe que eles são bastante repetitivos em termos de quem está na frente. Suíça, Austrália, Cingapura e os países nórdicos estão sempre bem colocados.

ETH Zurique

Instituto Federal de Tecnologia de Zurique

Neste em específico, a Suíça se destaca em cooperação entre patrão e empregado (1º), facilidade para contratar e demitir (1º) e efetividade do governo (2º). Sim, você leu bem. O país com maior facilidade de demitir é o que tem a melhor relação patrão-empregado. Não é óbvio entender que se é fácil mandar embora, o funcionário procurará se relacionar melhor e ser mais produtivo? Aqui no Brasil costumam defender exatamente o oposto.

Em termos educacionais, o país alpino também se destaca. Primeiro lugar em desenvolvimento de empregado, aprendizado ao longo da vida e relevância da educação para a economia. Criar e manter “cérebros” é a receita suíça. Muito melhor que achar petróleo, não é mesmo?

Quais as cidades que mais retêm talentos?

O ranking deste ano também avalia as cidades que mais retêm talentos. Novamente nenhuma surpresa em notar que todas estão nos países desenvolvidos. . O interessante está em notar que sete das cidades no top 10, possuem menos de 400 mil habitantes. Isso mostra que os melhores empregos não estão apenas nas grandes capitais, mas sim em cidades médias que possuem infra-estrutura de qualidade e ótima qualidade de vida.

  1. Copenhague
  2. Zurique
  3. Helsinque
  4. São Francisco
  5. Gotemburgo
  6. Madri
  7. Paris
  8. Los Angeles
  9. Eindhoven
  10. Dublin

O Brasil retém talento?

O Brasil, bem como os demais BRICS, não tem se saído bem. Os problemas econômicos, principalmente o nosso, têm sido um fator negativo para retenção de talentos. O ranking do Brasil caiu de 67º ano passado para 81º neste. Logo atrás de potências como Equador e Albânia. Nosso país perdeu pontos em praticamente todos os critérios, particularmente na formação de talentos.

Reter talentos

Kuala Lampur na Malásia

Nas subdivisões por geografia e faixa de renda, o Brasil faz parte do grupo América Latina, Central e Caribe, onde os destaques são Chile, Barbados e Costa Rica e do grupo de renda média-alta, onde Malásia, Costa Rica e Montenegro estão mais bem avaliados.

A Malásia inclusive mostra a força do sudeste asiático, já que se encontra no quarto superior do ranking (28º), à frente de países mais ricos como Coréia do Sul, Portugal e Espanha. Serve pra mostrar que não é só país rico e bem estruturado que retém talento.

Longe de querer ter algum embasamento estatístico, mas eu pessoalmente tenho encontrado quase toda semana pessoas que estão deixando o Brasil. Pessoas que estão indo embora mesmo. Se for contar quem manifesta esse desejo em sites e nas redes sociais, o número é ainda maior. E olha que é tudo profissional qualificado, com pós-graduação e etc. Não são pessoas que irão para fazer qualquer trabalho não.

Algumas conclusões do estudo

O estudo mostra que o novo perfil de talento deve ser um balanço entre a competência técnica e habilidade social. Mesmo que muitas oportunidades surjam para quem tenha aptidões técnica e digital, elas devem ser complementadas com capacidade de relacionamento, essencial numa economia conectada e com alto grau de co-participação.

Além disso, as práticas educacionais e de emprego devem ser adaptadas às mudanças da quarta revolução industrial. Existe um enorme descompasso (e vemos isso claramente no Brasil) entre o que é ensinado nas escolas e universidades, que formam aquele profissional padrão dos anos 70 e a necessidade de um mercado em constante evolução tecnológica, onde as máquinas estão cada vez mais fazendo os trabalhos rotineiros.

O sistema educacional deve estar preparado para produzir talento com habilidades técnicas e capacidade para colaborar com outros profissionais de diferentes áreas.

E o que você tem a ver com isso?

Bom, quando você compra uma ação, você quer os melhores profissionais nas empresas trabalhando pra você, correto? Pessoas capacitadas e competentes que gerem o máximo de valor para a empresa em que você investe.

E o que acontece no mundo corporativo é o mesmo que todo mundo tem visto há muito tempo no futebol. As pessoas preferem morar num país de primeiro mundo. E olha que não estou nem falando de dinheiro, mas sim de qualidade de vida. Poder morar num país tranquilo e longe da violência é o sonho de consumo de muitos brasileiros. Um lugar onde o risco de um maluco subir ao poder e venezuelar o país seja pequeno e os filhos possam brincar na rua sem medo.

E pra deixar isso ainda mais claro, deixo aqui o ranking onde o Brasil possui 19 cidades no top 50 do mundo.

A maior retenção de talentos profissionais nos países desenvolvidos, como a Suíça, Cingapura, Austrália, Dinamarca e Estados Unidos é um fator a mais para você se animar e começar a investir em empresas fora do Brasil.

By | 2017-09-28T19:49:18+00:00 3 de setembro de 2017|Economia|14 Comments

14 Comments

  1. Conhecimento Financeiro 03/09/2017 at 22:24 - Reply

    Dublin deve estar na lista por ser um polo de tecnologia através de isenção de impostos, não? Pela qualidade de vida não deve ser.
    Não existem incentivos pra talentos em países com a economia engessada… Regra numero um do capitalismo.
    As máquinas vão acabar com 90% dos trabalhos nos próximos anos e em países como o Brasil o resultado será aterrador.
    Sua conclusão foi legal não só pela questão do investimento financeiro, mas de vida. Se somos resultado de quem temos mais tempo em volta, não faz sentido morar no Brasil quando houver a possibilidade de ir embora.

    • Investidor Internacional
      Investidor Internacional 04/09/2017 at 08:55 - Reply

      Olá CF,

      A tendência é os melhores profissionais buscarem as melhores condições, seja na profissão, seja no país.

      A debandada de talentos no Brasil está em um nível que jamais havia visto.

      Não sei se existe alguma estatística formal para isso, mas até em Brasília já perceberam.

      abçs!

  2. Antonio Freitas 04/09/2017 at 05:38 - Reply

    Parabens pelo post I.I. Estou me preparando para seguir seu conselho.
    Abraços

  3. BPM 04/09/2017 at 06:53 - Reply

    II,

    Realmente tenho visto que a maioria das pessoas que conheço e que estão planejando sair do Brasil estão planejando por causa da insegurança que estamos enfrentando. Não é nem por conta de economia e corrupção, é por medo da violência diária.

    Alguns amigos moram fora e sentem saudades do Brasil, dizem que nem tudo é tão maravilhoso fora como imaginávamos. Que ir como turista é uma coisa é ir como morador é outra mas no fim, quando comparam a segurança ainda preferem ficar fora.

    • Investidor Internacional
      Investidor Internacional 04/09/2017 at 08:57 - Reply

      Olá BPM,

      Sim, muitos reclamam que não é igual a terra natal. E não é mesmo.

      Mas quando se fala em segurança, eles reconhecem a melhora.

      Acho que sou um poucos que ainda não foi assaltado dentre as pessoas que trabalham comigo.

      Abçs!

  4. Investidor Inglês 04/09/2017 at 09:01 - Reply

    Olá I.I!

    Está ai algo para eu pesquisar, países nórdicos. Vou procurar o que fizerem para chegar nesse ponto. (tenho noção do que fizerem, mas pesquisarei mesmo assim rs)

    Conheço um amigo que passou um mês na Noruega. Ele gostou bastante do país. Só não sabe se aguentaria o inverno hehe

    Abraços

  5. Rosana 04/09/2017 at 18:43 - Reply

    II,

    Mais uma vez o Brazil superando seus recordes da pior maneira possível.

    Eu percebo que muitas pessoas estão saindo daqui não apenas pelos salários melhores, mas também pela questão da qualidade de vida que você citou.
    Aqui infelizmente considera-se cada vez mais normal assaltos, trânsito gigantesco, violência, desemprego, etc. Infelizmente tudo isso associado à corrupção sem controle e outros problemas políticos e econômicos estão fazendo o país descer ladeira abaixo em todos os rankings positivos.

    Abraços,

  6. Marcos Celio Carvalho Defina 07/09/2017 at 09:06 - Reply

    Bom dia II. Sem duvida o país, mergulhado em crises cronicas e praticamente intermináveis em quase todos os parametros que se analise, faz com o que ele tenha de melhor, mais qualificado e empreendedor migre para outras paragens. Uma dúvida: voce não posta mais um balanço qualitativo de seus investimentos no exterior?
    Grande abraço

  7. American Trader 16/09/2017 at 23:48 - Reply

    Muito Bom! Adorei a Matéria.
    Obrigado pelas informações!
    American Trader

Leave A Comment

INVISTA NO EXTERIOR COM SEGURANÇA
Receba atualizações do site e material exclusivo diretamente no seu e-mail. Você irá aprender sobre diversos assuntos:
  • Abertura de conta no exterior
  • Investimentos internacionais
  • Abertura de empresa no exterior
  • Planejamento tributário
  • Planejamento sucessório
  • Proteção patrimonial
  • Negócios internacionais
  Seu e-mail jamais será compartilhado para outros fins.
ASSINE NOSSO CURSO
Você irá receber um e-mail a cada 2 dias com artigos selecionados ensinando como investir no exterior e explicando os perigos de manter todo seu patrimônio no Brasil.
Por favor, verifique seu e-mail agora
NEWSLETTER
Assine a newsletter e receba atualizações do site e material exclusivo diretamente no seu e-mail.
  Seu e-mail jamais será compartilhado para outros fins.