The Coca-Cola Company

Coca-cola

Será que vale a pena investir na maior fabricante de bebidas do mundo?

Quantos produtos você conhece que fazem sucesso há mais de 130 anos sem sofrer grandes mudanças? Eu conheço um, a Coca-Cola.

É uma das empresas mais icônicas do mundo. Sua marca é reconhecida em qualquer canto do planeta. O desenho curvilíneo da garrafa a separa de qualquer concorrente. A letra do logotipo é única e exclusiva. Suas campanhas têm transmitido com sucesso uma proposta de otimismo e bem-estar independente da época e do local.

A ação da Coca-Cola (NYSE:KO) é uma das mais negociadas dos Estados Unidos. Faz parte dos índices Dow Jones Industrial Average e S&P 500. Também é membro do seleto grupo de ações que têm distribuído dividendos ininterruptos e crescentes há mais de 25 anos (Aristocratas dos Dividendos) e há mais de 50 anos (Reis dos Dividendos).

Na verdade, a Coca-Cola tem aumentado o pagamento de dividendos há exatos 56 anos. Agora em 2018, por exemplo, ela aumentou os dividendos trimestrais em 5,4%, de 37 centavos por ação para 39 centavos.

Como se já não fosse o bastante, ela tem pagado dividendos ininterruptos há 124 anos.

Com toda essa história, será que hoje a Coca-Cola seria um bom investimento? É o que tentarei responder neste artigo.



A história da Coca-Cola

Coca-ColaA empresa foi fundada em 1886 na cidade de Atlanta, estado da Georgia. O farmacêutico Jonh Pemberton tentava criar uma bebida não-alcoólica e acabou desenvolvendo uma xarope adocicado. Ao misturar com água carbonatada, teve um resultado que foi muito elogiado pelos primeiros que experimentaram.

Em 1988, logo antes de falecer, Pemberton vendeu partes de seu negócio a vários empresários, sendo a maior parte para Asa Candler. Sob o comando de Candler, a Coca-Cola se expandiu para além de Atlanta. Neste início a bebida era oferecida apenas naquelas máquinas em que você coloca o copo e aperta um botão para enchê-lo. Os americanos as chamam de soda fountains. Foi apenas em 1899, que o sistema de engarrafamento em larga escala da Coca-Cola tomou forma, com outros três empresários comprando os direitos.

Dada a preocupação com a falta de padrão das garrafas e o surgimento de concorrentes, em 1916, a companhia criou aquela que viria a ser a garrafa mais famosa do mundo e que pode inclusive ser reconhecida no escuro.

Em 1931, em meio a Grande Depressão, um dos artistas da agência publicitária que fazia as campanhas para a Coca-Cola, criou um cartaz com a imagem de Papai Noel sendo uma figura rechonchuda, de bochechas vermelhas, barbas brancas, vestindo um casaco também vermelho, com golas brancas, um grande cinto e botas pretas. É a imagem que todos temos até hoje. Até aquela data, Papai Noel não possuía uma imagem característica, cada um o retratava de um jeito, alguns inclusive como sendo um elfo.

A história está no vídeo abaixo:

[fusion_youtube id=”U8J5AolQZg0″ alignment=”center” width=”560″ height=”315″ autoplay=”false” api_params=”” hide_on_mobile=”small-visibility,medium-visibility,large-visibility” class=””][/fusion_youtube]

 

Na década de 90, a campanha “Sempre Coca-Cola” introduziu os famosos ursos polares. E lá se vão 25 anos desde o comercial abaixo:

[fusion_youtube id=”foJL25IDeWU” alignment=”center” width=”560″ height=”315″ autoplay=”false” api_params=”” hide_on_mobile=”small-visibility,medium-visibility,large-visibility” class=””][/fusion_youtube]



O negócio e os números da Coca-Cola

A Coca-Cola atualmente é um verdadeiro negócio internacional. Ela vende mais de 3900 produtos em mais de 200 países. A América do Norte é responsável por 20% do volume vendido. A América Latina é responsável por 28%, Europa, Oriente Médio e África por 29% e a região da Ásia-Pacífico por 23%.

A empresa também é dona de mais de 500 marcas ao redor do mundo. No Brasil, além do trio Coca-Cola, Fanta e Sprite, a empresa é dona do Guaraná Jesus, Mate Leão, Sucos Del Valle, Ades, Kapo, Powerade, Crystal, Schweppes, Verde Campo, entre outros.

vitaminwaterDentre as marcas que estão sob a tutela da Coca, existem 21 que valem pelo menos 1 bilhão de dólares. São elas: Coca-Cola, Diet Coke, Coca-Cola Zero, Fanta, Sprite, Dasani, vitaminwater, Aquarius, Powerade, Minute Maid, Minute Maid Pulpy, Simply, Del Valle, Georgia Coffee, Gold Peak Tea, Ice Dew, Fuze Tea, smartwater, I Lohas e Ayataka.

O que começou com a venda de 9 unidades por dia na Atlanta do século XIX chega agora ao século XXI com mais de 1,9 bilhões de unidades consumidas por dia em todo o mundo.

Com esse grau de escala e distribuição aliada a uma gama de marcas bilionárias e reconhecidas mundo afora, não resta a menor dúvida sobre o diferencial competitivo da empresa. Como se não bastasse a posição número 1 nas vendas de bebida, a companhia investe pesado em marketing e nem precisa dizer que é um investimento que traz retorno. Tudo bem que eu odiei a colocação de um monte de artistas ruins nas latas atuais, mas a campanha anterior com os nomes das pessoas foi fora de série. Sem falar nas propagandas antigas que você pôde ver no começo do artigo.

Uma posição de destaque como esta traz grandes ganhos de escala e amplia as margens para valores bem acima da concorrência. A margem operacional dela hoje é de 21% enquanto a média da indústria está em 8%.

Por outro lado, desde 2012, a empresa enfrenta queda das receitas. Naquele ano, a receita foi de 48 bilhões de dólares e em 2017 foi de apenas 35 bilhões. Atribui-se a isso a mudança no padrão de consumo e a valorização do dólar. Por vender mais fora dos Estados Unidos, o dólar forte reduz o lucro da empresa. Outro fator que está impactando fortemente as receitas é a operação de refraqueamento das engarrafadoras. A Coca-Cola tem vendido a operação de engarrafamento para parceiros locais e decidiu focar nas operações de maior margem e que necessitem de menos capital. Com isso, os gastos caíram, a margem aumentou, mas parte do lucro passou a ficar com esses parceiros.

Simply LemonadeOs resultados de 2017 vieram acima das projeções tanto de analistas quanto do guidance da própria empresa. A receita orgânica (não-GAAP) cresceu 3% e a margem operacional aumentou 55 pontos-base. Já o fluxo de caixa livre caiu 19%, atingindo 5,3 bilhões. A recompra líquida de ações totalizou 2,0 bilhões.

A companhia apresentou prejuízo no 4º trimestre de 2017 graças a um evento não-recorrente de 3,6 bilhões relacionadas às medidas redução de impostos do governo Trump. Excluindo este efeito o lucro ajustado do trimestre teve alta de 5,4%.

Para 2018 a companhia espera crescimento de 4% nas receitas e de 8-9% do lucro por ação. Para isso, ela espera focar nos produtos mais “saudáveis”, fora dos tradicionais refrigerantes, como as águas, sucos, chás e derivados do leite.

Uma das estratégias já usadas é comprar marcas regionais e expandi-las globalmente. Foi o que aconteceu com os Sucos Del Valle, que multiplicou 5x de valor desde a aquisição e que tem apresentando crescimento anual de EBITDA na casa dos 17%.

Coca-Cola como investimento

Nos últimos anos, a ação da Coca-Cola tem tido uma performance abaixo do mercado. Veja no gráfico abaixo a evolução da ação contra os índices Dow Jones e S&P 500:

Coca-Cola

O momento é de reestruturação e a administração tem tomado medidas para melhorar o retorno dos investidores. O mercado de bebidas tem tido um crescimento lento e sua expansão geográfica já está completa, restando apenas expandir algumas de suas marcas.

Por outro lado, é uma empresa líder de mercado, com alta geração de caixa e que tem remunerado bem os acionistas por mais de 100 anos. Além disso, a empresa se encontra numa indústria não-cíclica e já passou por todo o tipo de crise econômica possível.

Conclusão

A Coca-Cola é um negócio duradouro, lucrativo, que tem dado bons retornos aos acionistas principalmente sob a forma de dividendos. Deve apresentar um crescimento moderado pelos próximos anos e está relativamente protegida de futuras crises. É uma ação que pode ser indicada para investidores conservadores que buscam renda passiva.

Entretanto, as constantes quedas de lucro e do fluxo de caixa livre oferecem cada vez menos margem para que a empresa continue sendo um Rei dos Dividendos.




Facebook
Google+
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Este post tem 6 comentários

  1. Eu acredito que assim como outra empresas “velhas” que passaram por momentos difíceis a Coca Cola é um porto seguro sem igual, tenho mais confiança nas ações dela do que no Tesouro Americano. ,,,,,,,,,,,,,, off topic, vc tem um artigo sobre Firmas que emprestam seu dinheiro para traders em troca de ficar com os parte do lucro das operações, nos EUA? se não, poderia me dizer quais são, se souber?

    1. Investidor Internacional

      Olá Carlos,

      Sim, a Coca-Cola pode não crescer tanto, mas é uma empresa resiliente e enfrenta bem crises.

      Não conheço este tipo de empresa.

      Abçs!

  2. Realmente a Coca-Cola é uma gigante, eu acredito que esse momento difícil deve passar além do que, como dito, a empresa vem tomando várias medidas no sentido de tentar ganhar mais eficiência e retomar um forte crescimento no médio prazo.

    Uma outra empresa que eu vi alguns comentários de que está numa situação parecida é a Nestlé, também uma gigante global que nos últimos anos tem passado por algumas dificuldades.

    1. Investidor Internacional

      Olá Luiz,

      Obrigado por comentar.

      A Nestle acho que tem uma certa vantagem em relação a Coca-Cola por ter tanto bebidas, quanto comidas.

      Mas as duas são ações bem conservadores que mesmo que não cresçam muito, também não sofrerão tanto em alguma crise.

      Abçs!

  3. Bom dia,

    Se não for pedir muito, tenho uma dúvida. Haveria alguma diferença entre investir na Coca-Cola dos EUA (KO) e investir na Coca-Cola do Japão.

    Muito obrigado.

Deixe uma resposta

Postagens mais lidas

Postagens Recentes

Fechar Menu
INVISTA NO EXTERIOR COM SEGURANÇA
Receba atualizações do site e material exclusivo diretamente no seu e-mail. Você irá aprender sobre diversos assuntos:
  • Abertura de conta no exterior
  • Investimentos internacionais
  • Abertura de empresa no exterior
  • Planejamento tributário
  • Planejamento sucessório
  • Proteção patrimonial
  • Negócios internacionais
  Seu e-mail jamais será compartilhado para outros fins.
Torne-se um investidor à prova de crises!
No Guia do Investidor Internacional você aprenderá
  • Abrir uma conta bancária no exterior
  • Proteger seu patrimônio em um país seguro
  • Aplicar nos melhores investimentos do mundo
  • Ter renda em dólar ou outra moeda forte
  • Tudo perfeitamente legal e longe da instabilidade do Brasil
  • Material enviado com sucesso. Abra seu e-mail agora! Se não estiver na caixa de entrada, pode ter caído no spam.
    BAIXE GRÁTIS
    Receba agora o Guia do Investidor Internacional gratuitamente.
      Seu e-mail jamais será compartilhado para outros fins.
    Preencha seus dados para receber inteiramente grátis o Guia do Investidor Internacional
    *Seu e-mail não será compartilhado para outros fins.
    Material enviado com sucesso. Abra seu e-mail agora! Se não estiver na caixa de entrada, pode ter caído no spam.
    Guia da Bolsa de Nova Iorque
    A Bolsa de Nova Iorque é a maior bolsa do mundo em todos os aspectos

    Possui mais de 200 anos de história e 2.400 ações listadas

    Nela são negociadas ações e opções das maiores empresas do mundo
    É hora de investir nos Estados Unidos!
    No Guia da Bolsa de Nova Iorque você aprenderá:
    • A história da NYSE
    • Todos os segmentos de negociação atuais
    • O número de negócios diários e a liquidez dos ativos
    • As 20 maiores ações negociadas
    • Uma lista com 10 corretoras para você começar a investir agora mesmo
    Material enviado com sucesso. Abra seu e-mail agora! Se não estiver na caixa de entrada, pode ter caído no spam.
    Preencha seus dados para receber inteiramente grátis o Guia da Bolsa de Nova Iorque
    *Seu e-mail não será compartilhado para outros fins.
    Material enviado com sucesso. Abra seu e-mail agora! Se não estiver na caixa de entrada, pode ter caído no spam.
    Preencha seus dados para receber inteiramente grátis o Guia da NASDAQ
    *Seu e-mail não será compartilhado para outros fins.
    Material enviado com sucesso. Abra seu e-mail agora! Se não estiver na caixa de entrada, pode ter caído no spam.
    Guia da NASDAQ
    A NASDAQ é a maior bolsa de tecnologia do mundo

    Fundada em 1971 como a primeira bolsa eletrônica do mundo

    Possui mais 3.900 ações listadas, incluindo Estados Unidos e Europa
    É hora de investir nos Estados Unidos!
    No Guia da NASDAQ você aprenderá:
    • A história da bolsa
    • Os principais índices acionários
    • As 20 maiores ações negociadas
    • Uma lista com 10 corretoras para você começar a investir agora mesmo
    Material enviado com sucesso. Abra seu e-mail agora! Se não estiver na caixa de entrada, pode ter caído no spam.
    Preencha seus dados para receber inteiramente grátis o e-book "A Pirâmide das Finanças Pessoais"
    *Seu e-mail não será compartilhado para outros fins.
    Material enviado com sucesso. Abra seu e-mail agora! Se não estiver na caixa de entrada, pode ter caído no spam.
    Preencha seus dados para receber inteiramente grátis o e-book "A Pirâmide dos Investimentos"
    *Seu e-mail não será compartilhado para outros fins.
    Material enviado com sucesso. Abra seu e-mail agora! Se não estiver na caixa de entrada, pode ter caído no spam.
    Melhor ganhar em Dólar do que perder em Real!
  • Abrir uma conta bancária no exterior
  • Proteger seu patrimônio em um país seguro
  • Aplicar nos melhores investimentos do mundo
  • Ter renda em dólar ou outra moeda forte
  • Tudo perfeitamente legal e longe da instabilidade do Brasil
  • Material enviado com sucesso. Abra seu e-mail agora! Se não estiver na caixa de entrada, pode ter caído no spam.
    No Guia do Investidor Internacional você aprenderá
    Drop a line.
    This is Layered Popups' version of Lorem Ipsum. Proin gravida nibh vel velit auctor aliquet. Aenean sollicitudin, lorem quis.
    2016 (C) All rights reserved.