A decisão financeira mais importante da sua vida

Quanto mais cedo você tomar essa decisão, melhor

Caso você queira usufruir a sua vida pelo que ela tem de melhor, existem certos princípios atemporais que você deveria seguir.

Em geral, esses princípios costumam ser simples e eficientes e já foram testados por anos, décadas, séculos e até milênios.

Se pudéssemos resumir tudo o que se sabe a respeito de finanças pessoas, seria a frase abaixo:

Gaste menos do que você ganha.

É tão banal que não precisa de explicação e, mesmo assim, as pessoas insistem em não seguir. Até mostro como você pode sair das dívidas para uma vida mais rica no meu e-book A Pirâmide das Finanças Pessoais.

Baseado neste princípio, está a decisão financeira mais importante da vida, que é:

Decidir o quanto do dinheiro que você ganha será usado para manter os seus gastos correntes e quanto será usado para construir um patrimônio de longo prazo, que será a fonte de renda e riqueza pelo resto da sua vida ou até pelas próximas gerações.

Esta é a decisão mais importante da vida, e logo abaixo eu explico o porquê.

Por que criar um patrimônio para o futuro?

Se você não conhece o termo “Corrida dos ratos”, eu irei lhe explicar. É basicamente aquela ideia de viver de contracheque em contracheque, ou seja, receber o salário, gastar tudo até receber o próximo e repetir isso eternamente.

Isso é extremamente arriscado, pois você pode ficar com uma renda menor ou até mesmo perdê-la em razão de desemprego, crise econômica ou mesmo por problemas de saúde. E se você gastou tudo e ficou sem renda, como irá pagar as contas do dia a dia?

Pois é exatamente esta a função do patrimônio que você acumular ao longo da vida. Ele pode receber diversas denominações. Ele pode ser a sua cesta de ovos, como os americanos costumam chamar, o seu “clone” ou mesmo sua máquina de fazer dinheiro. Ele não só irá se valorizar, como também gerar renda.

E este patrimônio deve ser composto pelo quê? Por investimentos, pois justamente são os instrumentos que podem valorizar ou gerar renda. Dentre os quais podemos citar:

  • Ações
  • Títulos de renda fixa
  • Fundos imobiliários ou REITs
  • Private Equity
  • Fundos de investimento
  • Imóveis
  • Terrenos

A ideia é que esse seu clone trabalhe incansavelmente 24 horas por dia, 7 dias por semana, incluindo feriados, para que ele cresça, valorize e gere renda para você.

Claro que o clone também passará por crises, mas por ele ser multitarefa e estar diversificado em diversos setores, a chance de um impacto que leve tudo a zero é bem pequena. Por exemplo, mesmo que os FIIs de shopping e ações de bancos tenham suspendido os dividendos em 2020, os fundos e ações de outros setores continuaram pagando. É uma renda que pode ter diminuído, mas não cessou.

Já quem vive dependendo de salário todos os meses só tem duas opções extremas, ou está empregado ou não está. Não tem meio termo.

E agora o mais importante. Quem passa toda a vida trocando o tempo por dinheiro, acaba vivendo para trabalhar e não trabalhando para viver. Um dos cinco maiores arrependimentos das pessoas no leito de morte é justamente ter trabalhado demais. Só que você só consegue trabalhar menos se conseguir um clone ou uma máquina de fazer dinheiro que continue trabalhando enquanto você aproveita a vida.

Tome essa decisão agora

Essa decisão precisa ser tomada imediatamente, caso você ainda não tenha tomado. O tempo corre contra você, independente da idade que tenha. Claro, quanto mais cedo você tomar essa decisão, melhor.

O motivo é simples e está na curva de juros compostos:

decisão financeira mais importante
Curva de juros compostos

Como você pode notar, a curva de juros compostos começa quase na horizontal e depois ela dispara para cima. Quando você investe, o rendimento de cada ano seguinte é um pouco maior que o do ano anterior. Só que quanto mais anos passam, esses incrementos ficam cada vez maiores e o valor aumenta de maneira mais intensa.

É por isso que quando começamos a investir recebemos dividendos apenas de centavos e conforme vamos comprando mais ações, eles começam a se tornar 1 Real, 10 Reais, 100 Reais e por aí vai. Não só o número de ações que você tem aumenta, mas também as empresas começam a distribuir mais Reais (ou melhor dólares) por ação.

Existe uma simulação clássica que foi a seguinte. Imagine dois irmãos gêmeos. Um que começa a investir dos 20 anos e termina aos 40 (a partir daí não mais aplicou e só deixou render o que já havia acumulado) e outro que começa a investir aos 40 e termina aos 65. Supondo que o rendimento seja o mesmo para os dois, qual deles você acha que chegou aos 65 anos com mais dinheiro? Lembre-se de que um começou cedo, mas investiu por 20 anos e o outro começou tarde e investiu por 25 anos.

A resposta é que aquele que começou cedo e investiu menos terminou com mais, muito mais.

Portanto, para alcançar o crescimento exponencial de patrimônio, você precisa começar  o mais cedo possível.

Conclusão

A decisão financeira mais importante da sua vida é separar o quanto da renda você vai investir para o seu futuro. Quanto maior for esse número, mais cedo você acumulará patrimônio e gerará renda passiva, que um dia poderá, inclusive, pagar pelas suas despesas, sem que você precise trocar o seu tempo por trabalho. Ficará livre para fazer o que realmente gosta, sem se preocupar com retorno financeiro.

E você, já tomou essa decisão? Responda nos comentários se já tomou e com que idade.

Aviso: Declaro que não sou analista de valores mobiliários. As informações discutidas no artigo possuem propósito educacional e refletem única e exclusivamente meus estudos, pesquisas e opiniões. Não devem ser consideradas como recomendação de investimento.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no google
Google+
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no pinterest
Pinterest

Este post tem 15 comentários

  1. Avatar
    Graciano

    Já comecei faz algum tempo, recentemente graças ao Presidente do BC, que arrebentou ainda mais com o real, você Raphael com o site Investidor Internacional e aquele vídeo com aquela mãozinha escrevendo rapidinho foi demais, parabéns, e a Corretora Avenue, comecei a investir em ações nos USA, está completando no mês que vem 6 meses. É um mundo de investimentos. invisto em REITs, ETF e ações, um pouco em cada, ir com calma.

      1. Avatar
        Graciano

        Obrigado Raphael, bom dia e boa semana.

    1. Avatar
      francisco

      Estou muito perdido no atual cenário. Pretendo colocar no dividendking´s, acho mais linear e seguro.

  2. Avatar
    Marcio Boes

    Já iniciei a algum tempo, aos poucos estou aumentando as aplicações e recentemente através do post iniciei na Avenue, é pouco ainda pois primeiro é preciso entender como funciona, mas já recebi 2 vezes os dividendos no REIT aplicado. Seus conteúdos são muito proveitosos.

    1. Raphael Monteiro

      Olá Márcio,

      Obrigado por comentar.

      Uma vez começado é só dar continuidade pelo resto da vida.

      Abçs!

  3. Avatar
    André

    Excelente reflexão, Raphael!

    Tomar a decisão baseado nesse trade-off basicamente é o que definirá o papel de protagonista de sua própria vida.

    Mesmo tendendo a perdulariedade, pessoas podem alcançá-las SE, ao menos, migrassem um pouco mais ao equilíbrio. Chegariam lá mais tarde, mas chegariam.

    Raciocínio inverso aos demasiadamente frugais: chegarão lá antes, mas será que estão aproveitando minimamente a vida?

    Enfim, o equilíbrio é sempre a melhor pedida.

    Abraço!

    1. Raphael Monteiro

      Olá André,

      Exatamente. Cada um deve encontrar o seu próprio balanço de acordo com os objetivos.

      Abçs!

  4. Avatar

    Raphael,

    Muito bom o seu post. Você falou sobre algo tão básico, mas muitas vezes tão esquecido!

    Muitas vezes o consumo é mais por vontade e não por necessidade. Por isso compras por impulso geralmente causam arrependimento. O melhor é não comprar na hora, ir para casa, pensar alguns dias sobre o assunto. Dessa forma, a chance de que a compra não se concretize é grande.

    “Quem passa toda a vida trocando o tempo por dinheiro, acaba vivendo para trabalhar e não trabalhando para viver.”
    Apesar da corrida de ratos iludir a maioria das pessoas por muito tempo de vida, hoje, com tanta informação de qualidade e também facilidade para investir, é muito mais fácil sair do círculo vicioso no qual o trabalho é considerado o único meio para ganhar dinheiro.

    Boa semana!

    1. Raphael Monteiro

      Olá Rosana,

      Obrigado por comentar.

      Consumir é bom. Consumir com responsabilidade e já tendo separado a sua parcela para o futuro é melhor ainda.

      Abçs!

    2. Avatar
      francisco

      Pilhas na matrix.

  5. Avatar
    A

    II, vc acredita que num cenário de Biden eleito, haverá um sell-off da Bolsa antes do fim do ano? Pois com aumento de impostos eu imagino que muita gente vai querer realizar alguns ganhos de capital antes disso.

    Minha especulação está errada?

    1. Raphael Monteiro

      Olá A,

      Eu não faço a mínima ideia do que vai acontecer com a bolsa na próxima semana ou no próximo mês.

      Permaneço focado no longo prazo e preparado para a volatilidade e correções que aparecerão no meio do caminho.

      E é basicamente isso que tenho passado para os assinantes do Passaporte Internacional.

      Abçs!

  6. Avatar
    Eder

    O Brasil é um país tão democrático, mas tão, tão democrático que só os políticos tem o direito de roubar e ainda amparados pela lei. É só nesse país que chamam ladrões de autoridade. Por esse e mais um milhão de motivos é sempre bom mandar seu dinheiro para fora do alcance desses senhores.

Deixe uma resposta

Posts com maior repercussão