Ações da Moderna: como investir

ações da moderna

A ação que mais se beneficiou da vacinação contra o Covid-19

A Moderna é uma empresa americana de biotecnologia fundada em 2010 e cuja pesquisa tem como foco o RNAm, ou RNA mensageiro.

O RNAm é uma estrutura contida nas células responsável pela síntese de proteínas. É formado a partir da cadeia de DNA por meio do processo de transcrição. O RNAm juntamente com o RNA transportador, o ribossomo e os aminoácidos são responsáveis pela construção de diversas proteínas em nosso corpo.

As proteínas possuem diversas funções, como o transporte de oxigênio (hemoglobina), proteção contra patógenos (anticorpos), catalização de reações químicas (enzimas), receptores de membrana, contração muscular, hormônios, etc.

Do site da Moderna:

Cada célula do corpo usa RNAm para fornecer instruções em tempo real para fazer as proteínas necessárias para conduzir todos os aspectos da biologia, incluindo a saúde e as doenças humanas.

Dado seu papel essencial, acreditamos que o RNAm poderia ser usado para criar uma nova categoria de medicamentos com potencial significativo para melhorar a vida dos pacientes.

Somos pioneiros em uma nova classe de medicamentos feitos de RNA mensageiro, ou RNAm. As implicações potenciais do uso do RNAm como uma droga são significativas e de longo alcance e podem melhorar significativamente a forma como os medicamentos são descobertos, desenvolvidos e fabricados.

Desde nossa fundação em 2010, trabalhamos para construir a plataforma de tecnologia de RNAm líder da indústria, a infraestrutura para acelerar a descoberta de medicamentos e o desenvolvimento inicial, um pipeline de rápida expansão e uma equipe de classe mundial. Nosso pipeline inclui candidatos de desenvolvimento para vacinas baseadas em RNAm e terapias abrangendo várias áreas terapêuticas, e temos vários ensaios clínicos em andamento com outros candidatos em desenvolvimento progredindo em direção à clínica. Além disso, temos vários programas de descoberta avançando em direção ao desenvolvimento.

Como a vacina de RNAm funciona?

A vacina contém o RNAm responsável pela produção de uma proteína do vírus. No caso do Covid-19, é a proteína “spike”, uma proteína externa à membrana viral responsável pela adesão e invasão da célula humana em uma infecção. O RNAm é colocado em nanopartículas de lipídios, que é a vacina propriamente dita. Ao serem aplicadas no corpo, esse sistema de liberação se espalha, encontra as células humanas e “ordena” a produção dessa proteína “spike”, que é então exposta em nossas células.

Desta forma, o sistema imunológico detecta essas proteínas e começa a produzir anticorpos contra elas. São esses anticorpos, já produzidos que protegerão contra o coronavírus em uma futura infecção.

A animação abaixo mostra isso em mais detalhes:

A Moderna acredita que o modelo de RNAm possui alta eficácia por ter uma alta fidelidade biológica, pela habilidade de produzir antígenos complexos e pela capacidade de fazer combinações.

Por se tratar de uma plataforma de RNAm, capaz de trabalhar com diversos tipos de doenças, o tempo entre o sequenciamento genético e a aprovação clínica é feita de tempo recorde, quando comparada com os métodos tradicionais.

Não há necessidade de plantas industriais dedicadas, pois não se lida com o vírus ou outros patógenos perigosos, mas sim com o RNAm.

Ações da Moderna na Bolsa

A Moderna (NASDAQ:MRNA) teve seu IPO no dia 6 de dezembro de 2018 e já pode ser considerada a ação de biotecnologia mais lucrativa da história. A ação foi lançada a 23 dólares por ação e na época foi o maior IPO já realizado de uma empresa de biotecnologia:

ações da moderna

Também nessa época, a empresa ainda dava seus primeiros passos na realização de testes clínicos com humanos. Isso significa que a companhia não tinha nenhum produto pronto e apresentava prejuízo acima do bilhão de dólares ao ano.

Chegamos agora a 1 ano e meio de pandemia pelo Covid-19 e com a aceleração na liberação das vacinas para uso emergencial, a empresa se tornou um colosso de 155 bilhões de dólares em valor de mercado (cada ação vale cerca de 400 dólares) e cujas vendas devem atingir 20 bilhões de dólares em 2021. A título de comparação, o medicamento que mais gera receita no mundo, chamado Humira e produzido pela Abbvie, vende um pouco menos do que isso anualmente.

A companhia apresentou no 2º trimestre de 2021 4,4 bilhões de dólares em receita, com lucro líquido de 2,8 bilhões de dólares. Também atingiu 12,2 bilhões de dólares em caixa e iniciou o primeiro programa de recompra de ações.

Não precisa dizer que praticamente toda essa receita vem da venda da Spikevax®, a vacina contra Covid-19.

Spikevax®

A vacina da Moderna terminou um estudo de fase 3 onde foi constatada uma eficácia de 93%. Esta eficácia permanece por 6 meses após a segunda dose.

Em 18 de dezembro de 2020, a Food and Drug Administration emitiu uma autorização de uso de emergência (EUA) para a segunda vacina para a prevenção da doença coronavírus 2019 (COVID-19) causada pela síndrome respiratória aguda grave coronavírus 2 (SARS-CoV-2).

Em 25 de junho de 2021, o FDA revisou as folhas de dados do paciente e do provedor em relação aos riscos aumentados sugeridos de miocardite (inflamação do músculo cardíaco) e pericardite (inflamação do tecido ao redor do coração) após a vacinação.

Em 12 de agosto de 2021, o FDA alterou a Vacina EUA Moderna COVID-19 para permitir que uma dose adicional fosse administrada a certos indivíduos imunocomprometidos.

A autorização de uso de emergência permite que a vacina Moderna COVID-19 seja distribuída nos EUA para uso em pessoas com 18 anos de idade ou mais.

Na Europa e no Japão, o uso da vacina da Moderna foi estendido para pessoas a partir de 12 anos.

Para 2021, como falado, estima-se cerca de 20 bilhões de dólares em vendas da vacina contra Covid-19. Para 2022, já há pré-venda de 12 bilhões de dólares com a opção de mais 8 bilhões em doses adicionais. Para 2023, há múltiplos acordos sendo fechados para os países se prepararem para a fase endêmica da doença.

A produção deve ficar entre 800 milhões e 1 bilhão de doses em 2021 e entre 2 e 3 bilhões de doses em 2022. Para isso, a companhia expandiu parcerias para linhas de produção na União Europeia e Suíça.

Outros produtos

O pipeline de desenvolvimento da Moderna é bastante robusto.

As modalidades principais são compostas das vacinas profiláticas e terapias de superfície celular:

Moderna Pipeline

As vacinas para Citomegalovírus, Vírus Sincicial Respiratório e Influenza H7N9 já se encontram em preparação para a fase 3 de estudos.

As modalidades exploratórias são compostas de vacinas contra o câncer, imuno-oncologia intratumoral, terapia regenerativa localizada e terapia intracelular sistêmica:

Moderna Pipeline

De todos esses, o único produto de uso comercial ainda é a Spikevax®.

Conclusão

“Sorte é o que acontece quando a preparação encontra a oportunidade.” Foi exatamente isso que houve com a Moderna. A companhia estava há 10 anos trabalhando com a tecnologia do RNAm e de repente surge a necessidade de enfrentar uma pandemia de grandes proporções.

A velocidade para a criação e produção em larga escala dessa vacina impressiona. Mesmo sem estudos clínicos completos, sua vacina contra o Covid-19 tem-se mostrado eficiente. Claro que não é possível ter certeza dos efeitos colaterais de longo prazo. É algo que será visto na prática e não nos estudos mais controlados. É o preço que iremos pagar para controlar a pandemia.

De qualquer forma, a tecnologia se mostra bastante promissora e o pipeline de desenvolvimento da empresa mostra que em breve outras vacinas devem chegar ao mercado.

Biotecnologia não é um segmento fácil de se investir, mas quando a empresa acerta em um produto como a vacina contra o Covid-19, a recompensa costuma ser extraordinária.

Aviso: Declaro que não sou analista de valores mobiliários. As informações discutidas no artigo possuem propósito educacional e refletem única e exclusivamente meus estudos, pesquisas e opiniões. Não devem ser consideradas como recomendação de investimento.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no google
Google+
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no pinterest
Pinterest

Este post tem 10 comentários

  1. Graciano

    Boa noite Raphael, independente de investir ou não, nas ações da Moderna o artigo é muito bom.

  2. Paulo Bastia

    Excelente matéria, Rafael!
    Mas será que teremos espaço para a continuidade da alta acentuada, considerando que outras empresas também usam a mesma tecnologia?

      1. Us

        E alguem investiu nessas ações pq eu só estou sabendo agora que abriu em 23$ e atualmente esta 400$.alguem poderia ter nos dito isso bem antes neh.

  3. luis

    isto è muito bom pois è um cheque mate

  4. carlos roberto

    Por ser voltado a Biotecnologia, lhe pergunto, como esta a situação da Dynavax Technologies, que voce fez um comentario a algum tempo que iria acompanha a situação dela.
    Obrigado

    1. Olá Carlos,

      Dado que estou acompanhando muitas outras ações, não sobrou muito tempo para Dynavax.

      Ações de biotecnologia são bem complexas de seguir, pois cada uma tem a sua dinâmica de desenvolvimento de produtos.

      Abçs!

Deixe um comentário

Posts com maior repercussão