Ações da Roku: como comprar?

ações da roku

Na era da personalização, a Roku oferece uma TV que você nunca viu e ganha muito dinheiro com isso

Percebeu como o processo de industrialização que o mundo viveu nos últimos 200 anos foi muito focado na massificação dos produtos? O aumento da produtividade em larga escala fez com que bilhões de pessoas no planeta tivessem acesso a uma infinidade de produtos dos mais variados.

Só que agora estamos no século XXI e a tecnologia atingiu níveis até então impensáveis. Ao invés da massificação, temos a individualização dos produtos.

A inteligência artificial é capaz de reconhecer os seus desejos e apresentar a você produtos que são do seu interesse. Enquanto todas as pessoas que assistem a TV convencional recebem os mesmos anúncios (mesmo sendo pessoas de gostos e gastos totalmente diferentes), no mundo digital cada pessoa recebe um anúncio personalizado.

É assim com o Google Ads e com o Facebook Ads. É assim que a Roku (NASDAQ:ROKU) também ganha dinheiro.

Fundada em 2002, as ações da Roku foram listadas na NASDAQ em 28 de setembro de 2017, cada uma ao valor de 14 dólares.

Agora eu irei lhe contar como a empresa chegou até aqui.

O que a Roku faz afinal de contas?

A Roku permite que você conecte a sua TV aos mais populares serviços de streaming, permite que agências publiquem conteúdo para construir e monetizar uma ampla audiência e oferece aos anunciantes capacidades únicas de engajar os consumidores.

Para fazer a TV se tornar uma central de streaming da Roku, ou você instala o aparelho deles na TV, que no caso pode ser com fio ou sem fio, ou você compra uma TV com o sistema operacional da Roku já instalado. Independente da opção, você também precisará conectar a TV na internet.

Você deve estar pensando: “Ok, grande coisa! Uma Smart TV.”

Calma, que não é só isso. Primeiro que o sistema da Roku não só é fácil de instalar (se for o caso), como intuitivo de usar. Ao contrário dos sistemas operacionais das Smart TVs que estamos acostumados, o sistema da Roku funciona redondo e possui funcionalidades avançadas.

Primeiro diferencial é que a Roku oferece mais de 4.000 canais entre gratuitos e pagos. Você pode assistir sob demanda ou assistir transmissões ao vivo.

Neste sistema você tem os canais abertos, bem como os serviços de streaming e TV a cabo que você preferir. Você pode ter Netflix, Disney+, Amazon Instant Vídeo, Apple TV, além de serviços de música como Spotify e Pandora, tudo dentro da Roku.

A Channel Store é a seção dentro do sistema que permite ao cliente adicionar seus canais ou serviços preferidos:

roku

É tão simples quanto adicionar um aplicativo no celular.

E você pode pesquisar programas, filmes e canais usando a Alexa ou o Google Assistant. Basta falar com a TV.

O mais interessante é que você faz a busca por todas as plataformas e não tem aquela decepção de descobrir que na Netflix não tem aquele filme que você queria ver.

A Função “My Feed” permite que você escolha as suas séries e programas preferidos e o sistema irá lhe mostrar quando surgir alguma atualização ou novo episódio.

Você pode assistir todos os canais gratuitos e YouTube, por exemplo, sem pagar nada, apenas com a compra da TV ou aparelho da Roku. Você só precisará desembolsar alguma coisa se quiser ter acesso aos canais pagos.

O serviço de streaming é o foco principal da Roku, mas essa função é secundária nas outras televisões do tipo Smart, por isso o sistema da Roku é tão superior.

Como a Roku ganha dinheiro?

Já falei que a Roku vende os aparelhos e oferece os serviços de streaming para enorme quantidade de usuários. Só que a venda desses aparelhos corresponde a cerca de 1/3 da receita e praticamente não dá lucro. Os outros 2/3 vêm de anúncios vinculados nos canais que a Roku distribui. É daí que vem também todo o lucro.

A Microsoft dominou o sistema operacional dos computadores e cresceu em cima disso. O Google e a Apple dominaram o sistema operacional para smartphones e cresceram em cima disso. A Roku quer dominar o sistema operacional das TVs e lucrar em cima disso.

Na era da internet e da inteligência artificial ser o dono da plataforma faz toda a diferença. Informação vale dinheiro. O Google sabe tudo o que você pesquisa. O Facebook sabe de tudo o que você gosta. A Roku quer saber o que você gosta de assistir para vender publicidade ultra-direcionada.

A Roku investe uma fortuna em inteligência artificial para oferecer o conteúdo mais adequado e a propaganda mais adequada para quem assiste. Entretanto, ela não consegue vender propaganda dentro da Netflix ou da Disney+, por serem serviços mais disputados, mas por ter mais de 4.000 canais, ela é capaz de exigir 30% do espaço publicitário dos canais menores que querer exposição na plataforma.

A Roku já conta com 40 milhões de contas ativas nos Estados Unidos e ainda há muito espaço para crescimento no país e no resto do mundo, onde a Roku possui ainda baixa penetração.

No universo dos televisores, a maioria das pessoas ainda usa aparelhos convencionais, mas já existe um enorme movimento de cancelamento da TV a cabo e adesão ao streaming.

A Roku em relação às demais Smart TVs equivaleria hoje ao que o iPhone representou em relação aos celulares com teclado dos anos 2000.  Muito provavelmente os fabricantes de TV irão aderir ao sistema da Roku pela funcionalidade superior.

Algo importante a se notar é que a migração das pessoas para o streaming continua a pleno vapor, mas os anunciantes ainda não migraram na mesma velocidade, ou seja, o dinheiro com propaganda ainda está indo para os canais de TV tradicionais.

É essa enxurrada de dinheiro para os anúncios no streaming que encherá cada vez mais os cofres da Roku. São 70 bilhões gastos por ano com publicidade na TV e a Roku ainda representa uma diminuta fração.

Evolução das ações da Roku

A Roku ainda não apresenta lucro. O objetivo é instalar o sistema (hardware ou software) no maior número de TVs possível. Todo o “lucro” no momento é reinvestido em pesquisa e desenvolvimento para continuar sendo a líder do segmento.

A receita está crescendo forte e a ação tem acompanhado.

As ações da Roku saíram de 14 dólares em 2017 para o valor que você vê agora.

Conclusão

A Roku almeja ser o principal agregador dos serviços de streaming e o sistema operacional dominante nas TVs de todo o mundo. Conforme ela ganha escala, seu sistema de inteligência artificial consegue cada vez mais identificar as características dos espectadores e oferecer anúncios mais direcionados para eles.

Caso a publicidade que hoje é gasta na TV migre para o streaming, a Roku e seus acionistas estarão entre os maiores beneficiados.

Aviso: Declaro que não sou analista de valores mobiliários. As informações discutidas no artigo possuem propósito educacional e refletem única e exclusivamente meus estudos, pesquisas e opiniões. Não devem ser consideradas como recomendação de investimento.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no google
Google+
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no pinterest
Pinterest

Este post tem 4 comentários

  1. Avatar
    Investidor

    Mesmo não sendo tão popular no Brasil, comprei uma TV Roku recentemente, por causa do preço espetacularmente barato e as boas avaliações. Não me arrependo nem um pouco, ótimo custo benefício e facilidade de uso fantástica. Não sei o quanto ela é popular nos EUA, mas só de pensar no potencial enorme que a empresa tem no Brasil e outros mercados emergentes, já me chama a atenção pra estudar mais a fundo para possivelmente investir.

    1. Raphael Monteiro

      Olá Investidor,

      Ela é muito popular nos EUA sim, mas ainda não apareceu no resto do mundo.

      No Brasil, o primeiro aparelho está chegando este mês e já existe um TV com o sistema embutido.

      Questão de tempo para pegar.

      Abçs!

  2. Avatar
    ynvest

    Aí sim, boa postagens como antigamente.

Deixe uma resposta

Posts com maior repercussão