Mercado de ações: o que é e como ganhar dinheiro com ele

mercado de ações

Mercado de ações: como ganhar dinheiro com ele + lista com os principais mercados de ações do mundo

Já imaginou em se tornar sócio de gigantes como a Nestlé, Starbucks ou o McDonald’s? Aposto que está pensando que isso “é coisa de bilionário”, certo? Pois está enganado! Afinal, você, mesmo com pouco dinheiro, pode se tornar um dos donos dessas companhias, basta investir no mercado de ações.

Quer saber como como isso é possível e o que precisa saber para ganhar dinheiro com o mercado de ações? É só me acompanhar!

Mercado de ações: o que é e como funciona?

O mercado de ações é o ambiente onde são negociadas pequenas fatias do patrimônio de uma companhia. Isso acontece por meio de Bolsas de Valores, que funciona como uma espécie de mercado, onde acontecem compras e vendas de ações e títulos que correspondem a pequenas frações do capital de uma empresa.

Logo, se você comprar uma ação, isso significa que está se tornando um tipo de sócio do empreendimento em questão. Fácil entender, não é mesmo? Nesse contexto, vale destacar que há riscos. Afinal, você pode tanto perder como ganhar dinheiro.

“Compre ações de companhias que são sólidas e que possuam uma margem de segurança. Logo, segure-as.”

A citação acima foi feita por Ron Gross, da Motley Fool, e exprime bem o tipo de comportamento e a mentalidade que você precisa ter para conseguir ganhar dinheiro no mercado de ações.

Nessa dinâmica, os preços das ações variam e são influenciados por algumas questões, como:

  • lei da oferta e da demanda;
  • cenário político-econômico do país;
  • situação da empresa

Em relação à lei de oferta e demanda, o processo é simples. Isto é, quando os investidores estão comprando mais um ativo e se mostram dispostos a pagar mais por eles, o preço desse ativo sobe. O inverso também acontece. Ou seja, se a oferta for superior à demanda, o preço dessa ação tende a cair.

Outro fator que altera o preço das ações se refere a situações externas. Ou seja, se o cenário político ou econômico de um país se mostrar desfavorável, a bolsa é diretamente afetada.

Por exemplo, se a inflação aumentar ou os juros subirem, o preço dos ativos tende a decair, já que isso remete a uma situação de retração da economia, que afugenta os compradores de ações.

Além disso, se a empresa for alvo de algum escândalo, como foi o caso da Delação da JBS, o cenário se repete. Isso porque o mercado deixa de confiar na companhia. Logo, o preço das ações também cai.

Como acontecem as transações no mercado de ações?

Todas as transações da Bolsa de Valores acontecem eletronicamente. Para isso, você precisa abrir uma conta em uma corretora. Assim, as ações são escolhidas por meio de uma ferramenta chamada Home Broker, que nada mais é do que um software ou website que possibilita que você negocie ações pela Internet.

Logo, quando esses ativos se valorizarem e você julgar que não há mais expectativa de melhora, você estará apto para vendê-los e é dessa forma que você ganha dinheiro com o mercado de ações.

Vale destacar que para começar a investir em ações, é fundamental ter bastante conhecimento sobre esse mercado. Logo, contar com ajuda de alguém que tenha experiência faz toda a diferença.

Vantagens e desvantagens de investir no mercado de ações 

Entre as grandes vantagens de investir no mercado de ações, as principais são:

  • a possibilidade de atingir excelentes rentabilidades, o que é praticamente impossível se você continuar aplicando o seu dinheiro na poupança ou em renda fixa de baixo risco;
  • a liquidez desses ativos, já que para retirar o seu dinheiro de alguns investimentos de renda fixa, você precisa esperar meses ou anos até o vencimento do título acontecer.

Entre as desvantagens de investir em ações, as principais são:

  • correr riscos. No entanto, vale destacar que todo investimento apresenta um tipo de risco;
  • ficar constantemente inseguro: se o cenário político mudar, por exemplo, o preço das ações pode apresentar oscilações. Logo, se não tiver uma mentalidade mais pragmática, poderá sofrer ao investir nesse mercado.

Mercado de ações: conheça os maiores do mundo

Saiba agora quais são os maiores mercados de ações do mundo.

B3

A B3 é a Bolsa de Valores brasileira e não está entre as 10 maiores bolsas do mundo, já que ocupa o 18º posto entre as mundiais, mas é a maior da América Latina.

Com um volume mensal de negócios de 62 bilhões de dólares, a sua capitalização de mercado fica em torno de 938 bilhões de dólares.

Localizada em São Paulo, a B3 tem como principal índice o Ibovespa e apresenta, entre suas maiores empresas negociadas, a Vale, a Petrobrás e o Itaú Unibanco.

BSE

A BSE é a maior bolsa da Índia. Com um volume de negócios mensais de 210 bilhões de dólares, a sua capitalização de mercado fica em torno de 2 trilhões de dólares.

A BSE é a bolsa mais antiga da Ásia e tem como principal índice o BSE SENSEX. Entre suas ações mais negociadas, estão as das empresas Hindustan Unilever, Reliance Industries, Infosys e ITC.

Euronext

A Euronext é a maior Bolsa de Valores da Europa e tem como sede Amsterdam. No entanto, a compra e venda de ações acontecem também em Dublin, Bruxelas, Paris, Lisboa e Londres.

Com um volume de negócios mensais de 174 bilhões de dólares, a sua capitalização de mercado fica em quase 4 trilhões de dólares. Entre suas empresas mais negociadas, estão: L’Oréal, Sanofi e LVMH. Já os seus principais índices são:

  • AEX em Amsterdã;
  • BEL 20 em Bruxelas;
  • CAC 40 em Paris;
  • PSI 20 em Lisboa.

London Stock Exchange

A London Stock Exchange é a segunda maior bolsa europeia e se localiza em Londres. Negociando cerca 219 bilhões de dólares por mês, a sua capitalização de mercado fica em quase 4 trilhões de dólares.

A London Stock Exchange é uma das bolsas mais antigas do mundo e tem como principal índice o FTSE 100. Entre suas maiores empresas negociadas, posso citar: HSBC, Unilever e Royal Dutch Shell.

Hong Kong Stock Exchange

A Hong Kong Stock Exchange, como o nome indica, fica em Hong Kong e é a terceira maior bolsa da Ásia. Com um volume de negócios mensais da ordem de 182 bilhões de dólares, a sua capitalização de mercado fica em quase 4 trilhões de dólares.

Essa bolsa tem como principal índice o Hang Seng Index. Entre suas maiores empresas negociadas, vale mencionar: Tencent, China Mobile e Sun Hung Kai Properties.

Nasdaq 

A Nasdaq é a segunda maior Bolsa de Valores do mundo. Sua sede fica em Nova York e ela apresenta um volume mensal negociado de mais de 1 trilhão de dólares. Já a sua capitalização de mercado está na esfera dos 10 trilhões de dólares.

Entre os seus principais índices, estão: NASDAQ Composite, S&P 500 e Dow Jones Industrial. Já as suas ações mais negociadas pertencem às gigantes Apple, Amazon, Microsoft e Facebook.

New York Stock Exchange

A New York Stock Exchange é a maior Bolsa de Valores do mundo. Também localizada em Nova York, essa bolsa é popularmente conhecida como NYSE e conta com uma capitalização de mercado maior que 30 trilhões de dólares.

Apresentando uma movimentação mensal de cerca de 1,5 trilhão de dólares, as ações mais negociadas nessa bolsa são as das empresas Alibaba, JPMorgan, Visa e Johnson & Johnson. Já os seus principais indicadores são os mesmos da Nasdaq: S&P 500, Dow Jones Industrial e NYSE Composite.

Shanghai Stock Exchange

A Shanghai Stock Exchange é a maior Bolsa de Valores da China em termos de capitalização de mercado, apresentando um valor de cerca de 4 trilhões de dólares. O seu volume negociado mensalmente está na faixa dos 500 bilhões de dólares.

Entre suas empresas mais negociadas, estão: Agricultural Bank of China,  ICBC e Bank of China. O seu principal índice é o SSE Composite.

Shenzhen Stock Exchange

A Shenzhen Stock Exchange é a terceira maior bolsa chinesa. Apresentando uma capitalização de mercado que supera os 2 trilhões de dólares, o seu volume de negócios por mês gira em torno de 760 bilhões de dólares.

Entre as principais empresas negociadas, posso citar: Gree Electric, Wuliangye Yibin e Midea Group. Essa bolsa conta com principal índice o SZSE 100.

Tokyo Stock Exchange

Localizada em Tokyo, a Tokyo Stock Exchange é a maior Bolsa de Valores fora do circuito americano.

Apresentando um volume mensal negociado de mais 481 bilhões de dólares e a sua capitalização de mercado já supera os 5 trilhões de dólares.

O seu principal indicador é o Nikkei 225 e as maiores corporações negociadas nessa bolsa são: Toyota Motor, Keyence e Softbank.

Toronto Stock Exchange

A Toronto Stock Exchange tem como sede o Canadá e hoje é a nona maior Bolsa de Valores do mundo. Com um volume de negociado mensalmente de 97 bilhões de dólares, a sua capitalização de mercado fica em torno de 3 trilhões de dólares.

Os seus principais índices são: S&P/TSX Composite. Já as maiores companhias negociadas na Toronto Stock Exchange são: Royal Bank of Canada, Bank of Nova Scotia e Toronto Dominion Bank.

Conclusão

Agora, você já sabe bastante sobre mercado de ações no Brasil e no mundo, não é mesmo? Viu que o mundo das ações não se restringe apenas ao nosso país e que as bolsas internacionais são muito maiores e com possibilidades sem similar no Brasil?

Agora, que tal dar o próximo passo e entender como grandes empresas americanas geram trilhões de dólares para seus acionistas e, assim, descobrir como se tornar um deles? Para isso, basta clicar aqui e baixar, gratuitamente, o “Guia da Bolsa de Nova York”.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no google
Google+
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no pinterest
Pinterest

Este post tem 2 comentários

  1. Avatar

    II, você vê a possibilidade (ainda que remota) de abrirem uma segunda bolsa no Brasil?
    Pois a B3 tem monopolio, o que lhe dá muito poder.

Deixe uma resposta

Posts com maior repercussão

Fechar Menu