Ranking dos melhores investimentos de 2017

Melhores investimentos de 2017

Uma conclusão surpreendente sobre os melhores investimentos de 2017

O ano de 2017 foi bastante curioso no mercado de investimentos. No Brasil foi um ano em que a recuperação observada em 2016 continuou. No exterior, a maioria dos mercados continuou bem forte, com a maioria dos países apresentando dois dígitos de valorização em seus mercados acionários.

Não me cabe aqui comparar Ibovespa com o CDI ou poupança. Isso você encontra em diversos outros sites. Vou me ater aos números entre os diversos setores do mercado de ações americano, entre os mercados desenvolvido e emergente e entre diversos países do mundo.

Pra começar, entretanto, não posso deixar de destacar aquele que foi disparado o melhor investimento de 2017: as criptomoedas.

Hors Concurs

Não é possível nem colocar no gráfico uma comparação entre a evolução das criptomoedas em 2017 e os demais investimentos. Seria desleal. Então deixei aqui como categoria à parte.

Mesmo tendo o Bitcoin como moeda de maior valor de mercado, existem diversas outras criptomoedas menores e até mais evoluídas em termos de programação e tecnologia. Muitas das quais apresentaram um resultado ainda mais surpreendente neste ano que passou.

Veja nesta tabela as 10 criptomoedas que mais valorizaram em 2017:

ColocaçãoMoedaValorização
1.Ripple36.000%
2.NEM29.000%
3.Ardor16.000%
4.Stellar14.000%
5.Ethereum9.000%
6.Dash9.000%
7.Golem8.400%
8.Binance coin8.000%
9.Litecoin5.000%
10.OmiseGo3.300%
Bitcoin1.300%

Como expliquei no artigo O investimento mais rentável de todos os tempos, os grandes ganhos em investimentos são quando algo restrito a um pequeno mercado atinge um grande público. E o Bitcoin, mesmo com essa grande alta de ainda não atingiu este grande público. Você não vê um grande movimento de compra e venda de produtos usando alguma moeda digital. Apenas alguns produtos específicos são negociados com elas. Os grandes varejistas, como Amazon, Wal-Mart e Alibaba ainda não aderiram definitivamente a esse tipo de moeda.

Entretanto, alguns sinais favoráveis já aparecem nesse sentido. A Amazon, por exemplo, registrou alguns domínios relacionados a criptomoedas no fim do ano passado, o que pode indicar algo relacionado a elas no futuro.

Enfim, muitos dizem que é bolha e que outro ano como 2017 jamais irá ocorrer, mas tem gente que acredita que há muito o que evoluir ainda e que este é apenas o começo de um mercado que tem tudo para ganhar o mundo.

Categorias tradicionais

O site Novel Investor compilou diversas tabelas com as divisões mais comuns feitas no mercado. Elas são baseadas na já famosa tabela periódica de investimentos da Callan.

Lembrando que todos os resultados estão medidos usando-se o Dólar dos Estados Unidos como referência.

Por classe de ativos

Quando se avaliam as classes tradicionais de ativos dentro de uma perspectiva americana, temos a segmentação abaixo, com a respectiva valorização em 2017:

  1. Ações Internacionais de Países Emergentes: 37,8%
  2. Ações Internacionais de Países Desenvolvidos: 25,6%
  3. Ações Americanas Large Caps: 21,8%
  4. Ações Americanas Small Caps: 14,7%
  5. Alocação de ativos (60% ações/40% renda fixa): 14,6%
  6. REITs: 8,7%
  7. Renda Fixa com Grau Especulativo: 7,5%
  8. Renda Fixa com Grau de Investimento: 3,5%
  9. Dinheiro (Taxa T-Bill de 3 meses): 1,0%

Ao clicar na imagem abaixo, você verá não só os resultados de 2017, mas também os resultados dos últimos 15 anos:

Melhores Investimentos - Classe de Ativos
Melhores investimentos de 2017 por classe de ativo. Clique para ampliar

Interessante observar a performance anualizada dos mercados emergentes nos últimos 15 anos e ver que supera as demais classes. Entretanto, é a classe que apresenta a maior volatilidade.

Outro destaque é para os REITs, que são investimentos no mercado imobiliário. Ficou em primeiro lugar como melhor investimento em 7 dos últimos 15 anos.

Por setor

Quando avaliamos as ações por setor, temos o resultado abaixo:

  1. Tecnologia da informação: 38,8%
  2. Materiais: 23,8%
  3. Consumo cíclico: 23,0%
  4. Financeiro:
  5. Saúde: 22,1%
  6. S&P 500: 21,8%
  7. Industrial: 21,0%
  8. Consumo não cíclico: 13,5%
  9. Utilidade pública: 12,1%
  10. Imobiliário: 10,9%
  11. Energia: -1,0%
  12. Telecomunicações: -1,3%

Clicando na imagem abaixo, você terá o resultado de cada setor nos últimos 15 anos:

Melhores Investimentos - Setor
Melhores investimentos de 2017 por setor. Clique para ampliar.

Não é surpresa ver que o setor de tecnologia tem batido o índice S&P 500 em cerca de 50% na média anual.

Países desenvolvidos

Quando avaliamos os resultados divididos por país, usando o índice MSCI de cada um, temos o seguinte resultado:

  1. Áustria: 59%
  2. Hong Kong: 36,2%
  3. Cingapura: 35,6%
  4. Dinamarca: 35,6%
  5. Holanda: 32,7%
  6. França: 29,9%
  7. Noruega: 29,6%
  8. Itália: 29,6%
  9. Alemanha: 28,5%
  10. Espanha: 27,7%

O resultado completo dos países desenvolvidos você consegue clicando na imagem abaixo:

Melhores Investimentos - Países desenvolvidos
Melhores investimentos entre os países desenvolvidos. Clique para ampliar

Aqui o meu destaque de longo prazo vai para os pais nórdicos. Dinamarca com o melhor retorno anualizado (15,6%) em primeiro lugar. Suécia em segundo com 12,9% e a Noruega um pouco mais atrás com 11,5%. A Finlândia está bem mais atrás com 6,3%. Coincidência ou não, a Finlândia é o único deles que adotou o Euro.

Falarei da Áustria mais abaixo.

Países Emergentes

Quando eu verifiquei os melhores investimentos brasileiros de 2017, vi que as ações ficaram em primeiro lugar. O índice Bovespa medido em Real terminou o ano com um ganho de 26,8%. Já o MSCI Brazil, medido em dólar, valorizou 24,5%. São índices com desempenho bem semelhantes, visto que o dólar valorizou 2% frente ao Real no período. Entretanto, isto não coloca o Brasil no Top 10 de mercados emergentes de 2017.

Aqui estão os melhores desempenhos:

  1. Polônia: 55,3%
  2. China: 54,3%
  3. Coreia de Sul: 47,8%
  4. Chile: 43,6%
  5. Hungria: 40,0%
  6. Turquia: 39,1%
  7. República Tcheca: 38,9%
  8. Índia: 38,8%
  9. Peru: 38,4%
  10. Índice MSCI Emerging Markets: 37,8%

Aqui está a tabela completa dos últimos 15 anos:

Melhores Investimentos - Países emergentes
Melhores investimentos entre os países emergentes. Clique para ampliar

A surpreendente Polônia viu seu mercado acionário subir fantásticos 55% em 2017. A China, que não é surpresa pra ninguém, mas que estava com o mercado de ações apenas estável nos 2 anos anteriores, retomou com forte valorização. Chegou ao fim de 2017 com alta de 54%.

Importante não se prender demais com o resultado de um ano. Se você olhar 2003, verá o Brasil em terceiro lugar. Entretanto, no ano anterior, tivemos uma forte desvalorização pelo temor da eleição de Lula. Mesma coisa em 2016, ficamos em primeiro, mas ficamos entre os piores em 2015.

Já a Hungria teve 3 excelentes últimos anos. Melhor mercado de 2015 e quarto melhor em 2016 e 2017. Já a Grécia foi o pior mercado emergente em 5 destes 15 anos

Nestes últimos 15 anos, os destaques vão para Indonésia, Peru e Colômbia. A Indonésia foi o melhor mercado de ações dos últimos 15 anos, com alta média anual de 19,7%. Peru e Colômbia estão logo em seguida com 19,5% cada.Você imaginava que nossos vizinhos estivessem tão bem assim? Pois é.

O Brasil não está ruim, com média de 15,8%, mas tivemos péssimos anos em 2011, 2012, 2013, 2014 e 2015. Quatro anos seguidos na rabeira do mundo. Governo de quem mesmo?

Conclusão

A primeira conclusão a que eu chego é de que a diversificação entre países e classes de ativos é fundamental para termos uma caminhada menos turbulenta rumo à construção de patrimônio.

Tivemos 5 anos recentes jogados no lixo em se tratando de mercado acionário. Foi preciso um impeachment presidencial para ressuscitarmos das trevas econômicas.

Agora, observe os primeiros lugares em termos de países. Dentre os países emergentes, temos a Polônia e dentre os desenvolvidos temos a Áustria. O que estes dois países têm em comum?

Não sei até que ponto essa correlação é precisa, mas são dois países que recentemente elegeram governos conservadores de direita e que batem de frente com a União Europeia em diversas matérias.

A Hungria, outro destaque, já é governada pela direita desde 2010 e a centro-direita teve novamente uma vitória em 2014.

O mercado americano, que mesmo não sendo o primeiro em desempenho, também teve e está tendo um impulso econômico forte com as medidas do presidente Trump. Os cortes de imposto deixarão mais dólares para serem investidos e distribuídos pelas empresas do país a partir deste ano. Estima-se que a Berkshire Hathaway de Warren Buffett, pro exemplo, economize 27 bilhões em impostos.

Depois de tudo isso, só me resta lhe perguntar: Você vai deixar seus investimentos à mercê de mais uma eleição ou irá levá-los para países onde as medidas necessárias para o desenvolvimento já foram e estão sendo implementadas?

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Este post tem 31 comentários

  1. Avatar

    Olá Raphael,
    O banco Credit Suisse reuniu 23 de seus analistas e descobriu que 97% dos bitcoins em circulação são detidos por 4% dos “endereços” – pessoas, carteiras virtuais e exchanges. Isso indica que um pequeno grupo pode ter uma enorme influência no mercado.
    Publicado no Valor econômico em 12/01/2018.

  2. Avatar

    Basta investir em renda fixa no Brasil e não em ações…. É a que mais rende no mundo. Moro nos EUA e mando 100% do meu dinheiro pro Brasil. Pra ver como pensamos diferente

  3. Avatar

    Maravilha de artigo. I.I. meus parabéns. com estes artigos vc nos abre a janela para o mundo. Em um ano. termino de pagar um ap. e vou forte neste caminho. Novamente, parabens.

  4. Avatar

    Muito interessante, nem nisso o mercado brasileiro se destaca. Pensava que pelo menos entre nossos pares teríamos um bom resultado…

    Isso me lembra o que o Felipe Miranda disse sobre “o Brasil ser um país de beta elevado”.

    Teremos mais disso neste ano, será bem turbulento…

    Abraço!

    1. Investidor Internacional

      Olá Francis,

      Pro mercado acionário valorizar, o Brasil precisa crescer.

      Tivemos muitos anos estagnados. As contas públicas continuam péssimas.

      É necessário uma mudança drástica para cairmos no caminho correto.

      Resta saber qual a probabilidade de isto acontecer.

      Abçs!

  5. Avatar

    Olá II,

    Parabéns pelo excelente post. Você tem razão. Ficar a mercê desses esquerdistas é complicado. Eu não estou investindo ainda no mercado internacional, mas em um futuro próximo começar alocar uma grana.

    Abraços.

    1. Investidor Internacional

      Olá Cowboy,

      Estar 100% alocado em Brasil é estar 100% na mão dessa classe política que temos aí. Afinal são eles que determinam o valor do nosso dinheiro.

      Abçs!

  6. Avatar

    PQP, que post foda!!! Vou imprimir e deixar na minha mesa!! Parabens

  7. Avatar

    Muito bom o post I.I.!

    Sem dúvida a alta das criptos é algo sem precedente e espetacular. Mais espetacular ainda será começarem a funcionar em todos os países para o propósito que foram criadas. Por enquanto vejo mais especulação do que qualquer outra coisa. Vamos acompanhar.

    Abraço!

  8. Avatar

    Gostaria que você sugerisse alguma corretora de de cripto moedas nos EUA e na Europa. Estou tentando fazer o cadastro em uma corretora de cripto moeda brasiliera, mas eles alegam sobrecarga (????) e estão demorando até três semanas para iniciar as operações.

    1. Investidor Internacional

      Olá Hélio,

      Sim, as corretoras brasileiras estão um caos. É impraticável.

      Tenta a Coinbase, Kraken, Bitstamp e Bitpanda.

      Abçs!

  9. Avatar

    Olá, II

    Excelente material, como sempre!

    Um probleminha de digitação na conclusão: “conversadores” em vez de “conservadores”. Nada, claro, que prejudique a compreensão do texto ;).

    Um abraço!

  10. Avatar

    II,

    O único problema das criptos é que ainda não tem histórico, sendo assim, muita calma nessa hora com a quantidade de grana a colocar lá.

    Hoje BTC caiu mais de 25% chegando as 10k.

    Abraço!

    1. Investidor Internacional

      Olá BPM,

      Sim, cripto é bem volátil.

      E veja que em geral a gente fala bitcoin, mas tem outras moedas talvez até com um melhor potencial.

      Não é um mercado fácil.

      Abçs!

  11. Avatar

    Os países emergentes, embora tenham o ‘maior lucro’, costumam ser também os mais arriscados e voláteis.

    Investidor Internacional, sei que não é o objetivo do site, mas você algum dia poderia fazer algum post ensinando a ler gráfico Candlestick? Abraços

  12. Avatar

    Fazia tempo que não entrava no seu site. Uma pena…
    “Perdi” algumas horas hoje nele! Parabéns pelo site e pelos textos!
    Post excelente esse!
    Abri uma conta em corretora americana no início de 2017. É incrível o leque de possibilidades de investimentos em empresas lá. Fico perdido com tantas boas opções.
    No final do ano, fiquei empolgado com alguns ETFs (EEM, EWJ e ROBO). Lendo esse seu artigo, fiquei com mais vontade de investir em ETFs dos “emerging markets” diretamente e não somente pelo EEM. Já coloquei MCHI, INDA e EWY (emerging?) na lista.
    Você tem algum desses ETFs?

    Abs

    1. Investidor Internacional

      Olá Money Monster,

      Sim, as possibilidades são enormes.

      Mercado emergente é mais volátil, mas possuem maiores prespectivas de crescimento. China e Índia estão os países que mais crescem no mundo.

      Abçs!

  13. Avatar

    Você tem alguns desses ETFs de mercados emergentes?

    1. Investidor Internacional

      Olá Money Monster,

      Eu não comento sobre os meus investimentos.

      Mas cada ETF tem uma função dentro de um portfolio. Você precisa avaliar a carteira como um todo.

      Abçs!

  14. Avatar

    Olá, qual ou quais opções tenho para aplicar dinheiro parado na corretora no exterior para render diariamente e com liquidez diária? Equivalente a tesouro selic ou cdb? Obrigado

    1. Investidor Internacional

      Olá André,

      Algumas corretoras oferecem uma aplicação com rendimento para esses valores, mas a rentabilidade é bem pequena.

      Abçs!

Deixe uma resposta

Posts com maior repercussão

Fechar Menu