Short Squeeze

short squeeze

Conheça o evento que levou um grupo de sardinhas a faturar bilhões em cima dos tubarões de Wall Street

Como se já não bastasse tudo que aconteceu em 2020, o ano de 2021  já começou com situações de arregalar os olhos até dos mais experientes em mercado financeiro.

Caso você não tenha tido conhecimento, neste mês de janeiro, um grupo de usuários de um subfórum do Reddit estimulou a compra das ações da GameStop Inc. (NASDAQ:GME), uma varejista de jogos eletrônicos que está passando por um processo de turnaround. Esta força compradora nas ações (e opções) causou prejuízos bilionários em alguns fundos de investimento que estavam operando vendidos na ação.

Para você ter uma ideia, um dos usuários do Reddit publicou esta imagem da sua conta, mostrando que até aquele momento ele havia lucrado mais de 33 milhões de dólares!

gme short squeeze

Do outro lado da operação, fundos de investimento, como a Melvin Capital, precisaram sofrer uma injeção de liquidez de quase 3 bilhões de dólares para suportar as perdas. Mesmo assim, a Melvin Capital terminou o mês de janeiro com um prejuízo de 53%.

O movimento também foi feito em outras ações, particularmente micro e smallcaps, cujos negócios reais não vinham muito bem e por causa disso mesmo apresentavam grandes posições vendidas.

Para entender como a vingança das sardinhas aconteceu nos Estados Unidos, primeiro é preciso conhecer algumas características do mercado de capitais que estiveram presentes neste evento.

Operar vendido

Quando você acredita que o preço de uma ação irá subir e você a compra, naturalmente você passa a estar “comprado” nesta ação (em inglês: long). Quando você acredita que o preço de uma ação irá cair e você a vende sem possui-la, você passa a estar “vendido” nesta ação (em inglês: short).

A operação onde você vende uma ação sem tê-la é chamada de venda a descoberto. É a maneira de você ganhar dinheiro com a desvalorização da mesma. 

Quando começou a crise do coronavírus e as medidas de quarentena e distanciamento social começaram a ser tomadas, alguns segmentos da economia ficaram expostos, como o de restaurantes, cinemas, cruzeiros marítimos, indústria petrolífera, etc.

Imaginando que as ações destes setores cairiam, um investidor poderia ter alugado essas ações de outros investidores, pagando uma taxa de aluguel, que é expressa em percentual por ano.  Uma vez alugada, a ação cai na conta deste investidor e ele a vende, vamos supor, por 30 dólares. Com o desenrolar da pandemia, imaginemos que esta ação, depois de alguns dias, tenha passado a valer 22 dólares. Então, o investidor recompra esta ação e a devolve ao seu dono, pagando a taxa de aluguel.

Desta forma, o lucro dele seria 30-22-1 (supondo que a taxa de aluguel tenha custado 1 dólar no período), ou seja, 7 dólares por ação.

Evidentemente, se o investidor estivesse errado e a ação tivesse subido e não caído, ele ainda teria que recomprar a ação a um preço maior e devolver ao dono. O prejuízo seria a diferença de preço somada da taxa de aluguel.

Se você reparou bem, existe uma assimetria desfavorável a quem opera vendido. O ganho máximo é de 100% do investimento subtraído das taxas e a perda máxima é teoricamente infinita, já que a ação pode valorizar em diversas vezes.

Devido aos riscos, esse tipo de operação deveria ser reservada apenas a traders e investidores experientes, que saibam lidar com esse tipo de risco. Investidores iniciantes e sem experiência devem evitar operação vendida.

Short squeeze

Antes de falar do short squeeze, é preciso entender duas métricas interessantes sobre as ações que estão sendo vendidas a descoberto.

O “percentual vendido” refere-se ao percentual das ações em circulação que estão emprestadas e sendo vendidas na esperança que elas caiam. Se uma empresa tem 1 milhão de ações em circulação e 100 mil delas estão emprestadas a vendedores, diz-se que o percentual vendido é de 10%.

O “dias para cobrir” refere-se ao número de dias necessário para que todas as ações vendidas a descoberto sejam recompradas se o volume de negócios permanecer na média.

O short squeeze acontece quando uma ação que possui um grande “percentual vendido” apresenta uma alta rápida no preço. Essa subida abrupta força os vendidos a encerrarem suas posições para minimizar o prejuízo. 

Quando um investidor opera na venda a descoberto, ele precisa deixar garantias de que será capaz de cobrir a venda (recomprar a ação para devolver ao dono). Caso a ação vendida suba demais, ele pode ser forçado a liquidar outras posições para aumentar as garantias ou mesmo ser obrigado a recomprar a ação ao preço de tela.

Imagine então que além da força compradora na ação, os vendidos também começam a comprar a ação (muitas vezes obrigados pela corretora). Isso faz com que a ação suba com ainda mais força, caracterizando o short squeeze. E quanto maior o “percentual vendido” da ação, maior o número de ações forçadas a serem recompradas, o que fortalece o movimento.

Veja a velocidade da alta das ações da GameStop Corp. em 2021:

gme short squeeze

As ações saíram de 19 dólares no início do mês para uma máxima de 483 dólares no dia 28 de janeiro.

Quando isso acontece, diz-se que os vendidos foram espremidos (squeeze) pelo mercado.

Quando GameStop atingiu a lua

Antes de falar do caso em si, é preciso lembrar que short squeezes são eventos raros. Deve haver uma conjunção de fatores fortemente positivos em uma ação desprezada pelo mercado. Dentre esses fatores positivos, destacam-se um lucro muito alto inesperado, uma proposta de aquisição, a aprovação de uma nova droga ou patente.

O caso do short squeeze da GameStop começou em um subfórum do Reddit chamado Wallstreetbets.  Este grupo é formado por uma legião de traders degenerados, como eles se auto-entitulam, que no início de 2021 eram em torno de 1,5 milhão e que na data de publicação deste texto já passam de 7,3 milhões (mais do dobro do número de investidores em ações no Brasil). 

Às vezes, eles se organizam para comprar determinada ação com o objetivo de fazer o preço subir. O grupo não é formado apenas por pequenos investidores, há muita gente graúda no meio. É preciso um volume muito grande de dinheiro para provocar um short squeeze.

Há 4 meses, um dos membros identificou que as ações da GameStop apresentavam um percentual vendido em relação ao float (ações em circulação) de 112% (no momento do squeeze, este número já estava acima de 150%). O “dias para cobrir” estava em 16. Tendo observado o que aconteceu no short squeeze da Tesla, que “espremeu” muitos vendidos, esse usuário chegou a conclusão de que poderia fazer o mesmo com GameStop. Inclusive isso seria uma forma de se vingar de Hedge Funds, que costumar dominar o mercado em cima dos investidores de varejo. Nas palavras dele o objetivo era “tomar a Estrela da Morte”.

GameStop, por mais problemática que seja, não é exatamente um lixo completo, o bilionário Ryan Cohen, fundador da Chewy, era um investidor ativista com cadeira no conselho e queria fazer um turnaround para o mundo digital. Michael Burry, conhecido pelo short no subprime, era acionista desde 2019 e tinha identificado uma mudança no corpo administrativo que estava melhorando as finanças da empresa.

Bom, não entrei nos detalhes sobre os cálculos das “gregas” das opções, mas a possibilidade de um Gamma Squeeze também parecia possível segundo este membro da wallstreetbets.

Este fenômeno acontece quando o volume comprador nas opções de compra (call) é tão grande que os vendedores de opção a descoberto ou formadores de mercado são obrigados a comprar as ações relacionadas como forma de cobrir a operação. Fazem isso para transformar uma operação de prejuízo ilimitado numa operação de prejuízo limitado. Os formadores de mercado, na verdade, não fazem operações direcionais, apenas promovem liquidez e precisam cobrir para não ficar expostos. Ao fazerem isso, colocam mais força compradora na ação.

Na época, chegaram a conclusão de que um volume de 600 mil dólares comprados na maior opção de compra disponível (e com maior gamma) e bem acima do preço de tela faria com que os Hedge Funds fossem obrigados a comprar 300 mil ações para cobrir. Só que havia apenas 50 mil ações em circulação no mercado. Constatar isso foi de brilhar os olhos!

Foram levantadas diversas possibilidades de qual o gatilho chamaria a atenção e dispararia uma compra massiva das ações e opções. Ela acabou sendo o anúncio da renovação do acordo entre a GameStop e a RC Ventures LLC no dia 11 de janeiro de 2021. Naquele dia as ações negociavam a 18 dólares.

Conforme a notícia se espalhava, o número de investidores que embarcaram na ação crescia dia após dia, ao mesmo tempo fundos como a Citron Research e a já falada Melvin Capital tiveram que cobrir suas posições a preços cada vez maiores e os formadores de mercado também precisaram se hedgear para não ficarem vendidos nas opções.

Tudo isso culminou no dia 22 de janeiro, quando houve a primeira disparada de preços e a ação bateu 70 dólares. No dia 25 nova disparada, desta vez até 115 dólares. No dia 27, a ação já era cotada a 310 dólares. No dia 28, pela manhã, o preço alcançado foi de 468 dólares. 

O império contra-ataca

O short squeeze e o prejuízo bilionário dos fundos acendeu o alerta nos prédios envidraçados de Nova Iorque. Misteriosamente, no dia 28 de janeiro, algumas corretoras, como a Robinhood, tiraram os tickers das ações envolvidas neste “ataque”, incluindo a GME. Isso impediu os investidores de continuarem comprando as ações, levando-as ao colapso.

Já existem ações sendo apresentadas à justiça e alguns políticos já se manifestaram contra essa medida das corretoras. Conforme eu já alertei no artigo Não existe banco grátis, nas corretoras onde não há custo para o investidor, ele não é o cliente, é o produto. O cliente na verdade são os Hedge Funds e os fundos de High Frequency Trading que compram o fluxo de ordens dos investidores para lucrar em cima das sardinhas. Pode ter havido interferência por parte deles na suspensão dos negócios e isso deverá ser investigado.

No mesmo dia 28, os negócios com as ações que estavam sofrendo short squeeze foram liberados. No dia seguinte muitas delas voltaram a subir forte. Entretanto, muitas corretoras começaram a limitar o número de ações que cada cliente poderia negociar. Este foi o aviso que eu recebi:

ibkr

Conclusão

Esse tipo de situação nunca termina bem, a não ser para quem começou o movimento e acabou saindo no meio do oba-oba. Sempre haverá aqueles que entrarão por último e pagarão o pato.

Operar vendido na bolsa americana é algo que deve ser feito apenas como forma de hedge e com adequado controle de risco. Fazer isso em small e microcaps que podem dar esses saltos inesperados de preço é algo perigoso até para profissionais. Se algo der errado, o prejuízo pode ser incalculável. 

É possível ganhar dinheiro no mercado operando com prudência e deixando o tempo fazer seu papel. Entretanto, isso não o impede de pegar a sua pipoca e assistir ao desenrolar dessa história sem colocar o dinheiro em risco.

Aviso: Declaro que não sou analista de valores mobiliários. As informações discutidas no artigo possuem propósito educacional e refletem única e exclusivamente meus estudos, pesquisas e opiniões. Não devem ser consideradas como recomendação de investimento.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no google
Google+
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no pinterest
Pinterest

Este post tem 18 comentários

  1. Marcelo Cabizuca

    Raphael, vejo que você explora bastante conceitos do Taleb. Gosto muito dele.

    Mas não opero com opções.

    Participo desse grupo de Reddit. Os caras não estão de brincadeira.

    Não entrei nessa onda. Por questões particulares, meu perfil é buy and hold.

    Mas esse fato revelou mais uma vez a fragilidade da SEC.

    RobinHood tinha tudo para ser um grande IPO.

    Embora eles se mostraram resilientes nesse momento, não sei se possuem envergadura para sustentar uma afronta aos fundos Hedge. Afinal, lutar contra BlackRock, Vanguard e T Rowe Price é difícil.

    Por isso estou sempre acompanhando os aportes dis fundos Hedge. É uma estratégia pessoal.
    Vai dar muito o que falar.

    Talvez isso sinaliza o início de uma mudança de ciclo o qual Howard Marks explora bem.

    Muito bom Raphael.

    Abraço.

      1. Bom

        Concordo com o Rafael , sempre estive long em meus investimentos no Brasil e fira dele , pela minha idade e objetivo de manutenção e crescimento sustentável , go green investindo em empresas amigas do meio ambiente e sustentabilidade, durmo tranquilo . Os anos q mais ganhei dinheiro nas bolsas 2015,2016 , 2017 foram os anos que não me trouxe tranquilidade e felicidade , dormia mal e. Só quero repetir isso, só que 2020 relaxei e perdi grande parte do q tinha ganho ( travado em algumas operações ) então sigo descomplicando minha vida de investidor e cada vez mais desacreditando nestas instituições manipuladoras do mercado , dezenas delas a começar pela SEC e CVM e todas as demais reguladoras que deveriam proteger o mercado . Assim como aconteceu com os escândalos de doping combos russos nas olimpíadas , todo um esquema político partidário idealista acabou com o prazer q tínhamos nas disputas olímpicas , virou tudo um grande sacanagem internacional, nem falo dia esquemas do subprime , falo do cotidiano de um atleta que passa a vida toda seguindo o caminho certo e se dedicando e quem ganha as medalhas é o trapaceiro . Aí da teremos muitos outros escândalos e se preparem pois 2020 tivemos alguns trilhões injetados na economia sem lastros. Dos bancos centrais e aí da todos estão curtindo a festa , aqui no Brazil 48 bilhões só em subsídio do bolsa COVID , déficit primário se agigantando e PIB despencando , e a China inflando números astronômicos de venda , no mínimo manipulação contábil para enganar já q não existe como provar ou serem auditados pois todas as empresas estão envolvidas e a roda viva não pode parar . Seguiremos acompanhando no sofá comendo pipoca pois vai dar uma outra série do Netflix.

        1. Olá Bom,

          Em 2020, os trilhões serviram para resgatar hedge funds e bombar o patrimônio dos bilionários.

          Enquanto isso, o povão com desemprego galopante e perdendo o valor do dinheiro.

          Abçs!

  2. Romero

    Recebi a mesma mensagem da TD ameritrade kkk

  3. Marcus

    Raphael, no short, se reparar bem, o lucro não é limitado a 100%. Um exemplo: Se determinada pessoa vendeu IRBR3 a R$ 40,00 no começo de 2020 e depois a recomprou no fim de 2020 a R$ 7,00 (e supondo que o aluguel durante todo o tempo tenha sido de R$ 1,00), o custo total da operação (capital investido) foi de R$ 8,00 e, portanto, o resultado seria um lucro, na operação, de 400% (R$ 40,00/R$ 8,00).

  4. Douglas

    Raphael, perfeita materia. Gostaria de saber a tua opinião.

    Depois dessa semana do short squeeze da Game Stop, comecei ver algumas # no Twitter te algumas pessoas “relacionadas” com o investimento em prata. A # é a, #silversqueeze… li tmb que o JP Morgan, está lançando ETFs de prata no mercado que nem a impressora de dólar do banco americano. 😆😆 vc saberia de algo sobre isso??? Teria algum posicionamento sobre essa questão?

    Sera que teremos um aumento do preço da prata spot por causa do aumento da demanda de ETFs de prata? (Hj dia 01/02 já está acontecendo)

    Sexta feira foi um record de compra de ETF de prata

    Gostaria da tua opinião sobre o assunto se possível

    1. Olá Douglas,

      Entrar em prata agora com essas informações é uma decisão pessoal. Pode dar certo. Pode dar errado.

      O fato é que há muita gente mais informada do que nós quanto a essas especulações.

      Abçs!

  5. Manoel

    Como diria os mineiros, o trem é complicado.

    1. Olá Caminhando e Poupando,

      Não sei se serão boas ou ruins as mudanças que farão em virtude desse caso.

      Abçs!

  6. Victor Leon Ades

    Ótimo artigo e explicações.
    Por uma vez a justiça foi feita contra especuladores institucionais!
    Por isso sou totalmente contra o aluguel de ações, FIIs, etc. Em troca de migalhas dá-se munição para trabalharem contra a cotação da própria empresa que emprestamos.

    1. Olá Victor,

      Não tenha dúvida de que todas essas ferramentas, como operação de venda a descoberto, opções, etc geram mais volatilidade, mas por outro lado, é possível ganhar um acréscimo de renda no longo prazo. E se a tese da empresa estiver certa, ela subirá com shorts com sem shorts.

      Abçs!

  7. Excelente post, Raphael.

    Gostei do que falou sobre as corretoras e os reais investidores – realmente não há almoço grátis.

    Abraços,

Deixe uma resposta

Posts com maior repercussão