Top 5 ações de agricultura

ações de agricultura

Veja as principais ações do segmento agrícola na bolsa americana

Conforme alertado no artigo sobre commodities agrícolas, este ano elas têm sido o destaque no mercado financeiro internacional, com alta superior aos principais índices acionários. Essa tendência de alta tem impulsionado muitas ações diretamente relacionadas ao setor agrícola.

Antes de falar das ações propriamente ditas, é preciso entender que alguns fatores têm feito com que as commodities agrícolas tenham valorizado tanto. O primeiro foi justamente os gastos exagerados dos governos com os estímulos à economia, associados a uma expansão monetária sem precedentes. O excesso de dinheiro no mercado inflacionou os preços de maneira disseminada e isto atingiu as commodities.

O segundo fator é demográfico. Além do crescimento populacional, a ascensão à classe média tem elevado o consumo de certos produtos por milhões de pessoas em todo o mundo. Entre eles estão os produtos agrícolas. Um exemplo é o consumo de carne na China que tem atingido recordes. Este consumo maior de carne também catapulta o consumo dos grãos usados para alimentar os animais. É uma cadeia toda que se retroalimenta.

A indústria da agricultura inclui não só empresas que atuam na produção de grãos e alimentos, mas também aquelas que servem de apoio, como produtores de máquinas, sementes, fertilizantes, agrotóxicos, etc.

Ações de agricultura:

Caterpillar Inc. (NYSE:CAT)

A Caterpillar é uma gigante fabricante de máquinas com valor de mercado de 120 bilhões de dólares. Foi fundada em 1925 e atua principalmente com máquinas de construção e mineração, motores a diesel e gás natural, turbinas industriais e locomotivas diesel-elétricas.

No que se refere à agricultura, a Caterpillar fabrica e vende máquinas como mini-escavadeiras, pequenos bulldozers, mini-carregadeiras, pás-carregadeiras e empilhadeiras.

Segue vídeo com algumas das máquinas usadas na agricultura e pecuária:

Deere & Company (NYSE:DE) 

A Deere foi fundada em 1837 e se tornou também uma das maiores fabricantes de máquinas para construção e agricultura do mundo.

A companhia produz e vende máquinas que atuam na plantação, colheita, pulverização de lavouras, etc. Atualmente tem focado em produzir máquinas inteligentes e conectadas de alta performance.

Seus produtos são divididos em três segmentos:

  1. Agricultura e produção de precisão (milho, soja, grãos pequenos, cana-de-açúcar e algodão)
  2. Agricultura pequena e pasto (pastagem para gado de corte e leite, frutas de alto valor e utilitários compactos)
  3. Construção e florestal (removedor de terras, construção de estradas e florestais)

Abaixo um vídeo sobre Agricultura conectada:

Nutrien Ltd. (NYSE:NTR)

Ao contrário das empresas anteriores, mais antigas, a Nutrien foi criada em 2018 pela fusão da PotashCorp e da Agrium. Esta empresa canadense é hoje a maior empresa de fertilizantes do mundo. É a maior produtora de potássio e terceira maior de nitrogênio. Juntamente com os fosfatos, são os três fertilizantes mais importantes da indústria.

A empresa possui mais de 2.000 pontos de venda e 23 mil empregados no mundo. Cerca de 60% da receita vem dos Estados Unidos, 15% da Austrália e 12% do Canadá.

Na última apresentação da empresa, de maio de 2021, é possível ver a alta de preço das diversas commodities agrícolas, que tem impulsionado todas as ações de agricultura.

ações de agricultura

Archer-Daniels-Midland Company (NYSE:ADM)

A Archer-Daniels Linseed Company foi fundada em 1902 por George Archer e John Daniels, que começaram um negócio de esmagamento de linhaça. Em 1923, eles adquiriram a Midland Linseed Products Company, dando origem a Archer-Daniels-Midland.

A empresa está presente em 200 países, atuando com a aquisição, transporte e processamento de milho, sementes oleaginosas, trigo e outras commodities que são transformadas em produtos para alimentos, bebidas, ração animal, produtos químicos e energia.

São 3 segmentos principais de negócio:

  1. Serviços e oleaginosas: este é o mais importante, sendo responsável por cerca de 75% da receita. Atua com a compra, transporte, limpeza e revenda de commodities agrícolas e matérias-primas. O negócio de oleaginosas atua desde a originação até o processamento de soja em produtos como proteína vegetal e óleo.
  2. Soluções de carboidratos: atua com a transformação de milho e trigo em adoçantes e bioprodutos. O xarope de milho é muito usado na indústria alimentícia, como refrigerantes, cereais e pães
  3. Nutrição: serve tanto à nutrição humana (ingredientes e flavorizantes na indústria de alimentos), quanto animal (probióticos, suplementos, etc)

Bunge Limited (NYSE:BG)

A Bunge foi fundada em 1818 em Amsterdã por Johann Bunge, como um negócio de importação e exportação. Em 1884, juntamente com a família Born lançaram uma companhia de negociação de grãos na Argentina. Em 1905 chegaram ao Brasil, quando incorporaram a Moinho Santista, e em 1918 aos Estados Unidos.

A empresa hoje atua a nível mundial nas diversas etapas de produção, distribuição e venda de alimentos. Ela divide seus negócios em 5 segmentos principais:

  1. Agronegócio: compra, estocagem, transporte, processamento e venda de commodities agrícolas e derivados
  2. Óleos comestíveis e moagem: este segmento é afetado pelas mudanças de preço nas matérias-primas, como grãos e óleos vegetais, mudanças no padrão de consumo e poder aquisitivo da população
  3. Fertilizantes: este segmento depende da lucratividade da agricultura, do tamanho das áreas plantadas e das variações climáticas que podem afetar a colheita
  4. Açúcar e bioenergia: é composta pela participação de 50% na BP Bunge Bioenergia, joint venture com a BP, que atua no Brasil
  5. Proteína de origem vegetal: a empresa oferece um portfólio de proteínas vegetais usadas em alimentos e bebidas

A Bunge atua no Brasil com as marcas Soya (óleos de soja, canola, girassol e milho), Salada (óleos de canola, girassol e milho e maionese) e Primor (óleos, farinhas e gordura).

Conclusão

As top 5 ações de agricultura são empresas de alta qualidade, que têm aproveitado da alta das commodities para se desenvolver. Quatro delas são empresas muito antigas e experimentas, líderes em seus respectivos segmentos. Archer-Daniels-Midland e Caterpillar também são Aristocratas de Dividendos, empresas do índice S&P 500 que têm distribuído dividendos crescentes ininterruptamente por 25 anos ou mais.

Investir em ações agrícolas não só ajuda a se proteger da inflação, como também significa investir em um setor perene e imprescindível para a humanidade. Obviamente, a evolução das ações está intimamente ligada ao ciclo de commodities e é preciso ficar atento a ele, caso decida investir.

Aviso: Declaro que não sou analista de valores mobiliários. As informações discutidas no artigo possuem propósito educacional e refletem única e exclusivamente meus estudos, pesquisas e opiniões. Não devem ser consideradas como recomendação de investimento.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no google
Google+
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no pinterest
Pinterest

Este post tem 8 comentários

  1. eliezer gaspar

    Quais os códigos para investir través da bovespa

  2. Márcio

    Obrigado Raphael, suas informações são bastante construtivas.

  3. Mauro Geraldi

    Parabéns pelo ótimo artigo, tenho muita admiração pela agricultura. Usando uma frase do ex ministro da agricultura Roberto Rodrigues “Deus é responsável pela vida, o agricultor responsável pela continuidade da vida”

  4. Graciano

    Bom dia Raphael, sempre nos trazendo novas informações muito importantes.
    Parabéns.

Deixe uma resposta

Posts com maior repercussão